Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-08-30T08:29:32-03:00
Estadão Conteúdo
Só um susto

Governador afastado do RJ é diagnosticado com infecção em hospital e liberado

Informação foi divulgada pelo PSC, partido de Wilson Witzel, que retornou ao Palácio das Laranjeiras depois de receber alta

30 de agosto de 2020
8:52 - atualizado às 8:29
Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro
Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro - Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, passou mal na manhã de sábado e procurou o Hospital Copa d'Or, em Copacabana, zona sul da capital fluminense, informou o seu partido político, o PSC.

"Após ser atendido e passar por exames, foi diagnosticado com infecção, medicado e liberado em seguida, retornando para o Palácio Laranjeiras", diz a nota divulgada pelo PSC, referindo-se à residência oficial do governador, onde Witzel continua morando mesmo depois de ter sido afastado por decisão liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Witzel é investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal (PF) por suspeitas de integrar um esquema de corrupção envolvendo gastos com saúde. As investigações incluem o depoimento, em delação premiada, do ex-secretário de Estado de Saúde Edmar Santos, também acusado de participar do esquema.

Para a Procuradoria-Geral da República (PGR), o esquema poderia arrecadar R$ 400 milhões a Witzel ao longo de todo o mandato. O governador afastado negou as acusações, chamou a delação do ex-secretário de "mentirosa" e se disse vítima de perseguição política.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies