🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Estadão Conteúdo
caso queiroz

Jamais disse ao presidente ou ao Flávio que Queiroz estava em minha casa, diz Wassef

Advogado disse que resolveu deixar de defender o filho do presidente no esquema de “rachadinha”

Estadão Conteúdo
21 de junho de 2020
23:41 - atualizado às 23:59
Frederick Wassef
Brasil, São Paulo, SP, 19/06/2019. Retrato de Frederick Wassef, advogado de Flávio Bolsonaro, durante entrevista em São Paulo. - Imagem: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

O advogado da família de Jair Bolsonaro, Frederick Wassef, proprietário da casa onde Fabrício Queiróz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, foi preso declarou hoje que "jamais disse" ao presidente da República ou ao seu filho que Queiróz estava em sua casa.

"Nunca, jamais o presidente da República soube ou teve conhecimento desses fatos. Isso é de minha inteira responsabilidade", afirmou em entrevista na noite deste domingo à rede de televisão CNN. "Eu omiti essas informações do presidente e do senador Flávio Bolsonaro."

Wassef contou que Queiróz estava fazendo um tratamento na Santa Casa de Bragança Paulista e que de sua residência ao hospital demorava "10 minutos". O advogado disse que Queiróz tinha câncer e fez duas cirurgias no hospital em Bragança. "Ficou internado por vários dias."

O advogado disse não acreditar que Queiróz vá fazer delação premiada. O advogado disse que "nunca, jamais" o ex-assessor repassou dinheiro para contas bancárias de Flávio Bolsonaro. "Não tem nenhuma prova no processo que ele recebeu dinheiro", disse ele, ressaltando que há uma "inquisição" tentando incriminar seu cliente.

"Jamais existiu qualquer esquema de 'rachadinha' no gabinete de Flávio Bolsonaro", afirmou seu advogado, ressaltando diversas vezes durante a entrevista que neste momento está impedido, pelo fato de o caso estar em andamento, de dar maiores informações mais detalhadas.

'Não vou mais continuar no caso de Flávio Bolsonaro'

Ainda em entrevista à CNN, o advogado disse que resolveu deixar de defender o filho do presidente no esquema de "rachadinha".

A razão da desistência, afirmou Wasseff, é que há uma estratégia para atingir sua pessoa e, assim, chegar ao presidente. "Sim, sou advogado do presidente Jair Bolsonaro", disse na entrevista à CNN, ressaltando que a relação entre os dois é "única e exclusivamente de natureza jurídica".

Wassef contou que ligou neste domingo, 21, para Flávio Bolsonaro para falar de sua saída do caso e, apesar de o senador relutar e pedir para que ele continue, resolveu mesmo deixar e nesta segunda-feira, 22, será anunciado um novo advogado. "Fiz um telefonema ao senador e disse que estou sendo usado pelos inimigos da pátria, os inimigos do Brasil. Estão fazendo um massacre midiático contra minha pessoa para atingir o presidente."

"Sem dúvida existe um estratégia de todos onde resolveram destruir minha imagem e minha reputação. apontar os canhões para mim, porque hoje eles entendem que bater em mim é atingir o presidente."

Wassef negou que tenha um movimento dentro do Planalto para, após a prisão de Queiróz em sua casa, desvinculá-lo da imagem de Jair Bolsonaro.

Compartilhe

Radiocash

Consumidores prestam atenção em pessoas e não em anúncios, diz sócio-fundador da Adventures

3 de novembro de 2021 - 16:13

A agência criada há um ano para revolucionar não apenas o mercado publicitário, mas, com a própria forma como as companhias concebem e lançam novos produtos

Radiocash

O homem que ajudou a eleger Bolsonaro diz que liberalismo de Paulo Guedes foi “desfigurado” pelo governo

26 de outubro de 2021 - 13:05

Luciano Bivar, presidente do União Brasil, criado a partir da fusão entre o PSL e o DEM, diz que o partido vai apresentar nome para a “terceira via” nas eleições de 2022

Caso Queiroz

MP denuncia Flávio Bolsonaro e Queiroz por ‘rachadinhas’ na Alerj

4 de novembro de 2020 - 7:53

Após mais de dois anos de investigação, MP do Rio denunciou filho do presidente Bolsonaro por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa

primeira-dama

Extratos bancários de Queiroz provam depósitos de 21 cheques a Michelle Bolsonaro

7 de agosto de 2020 - 15:33

Extratos bancários de Queiroz anexados a investigação sobre suposto esquema de rachadinha revelam 21 depósitos em cheques em nome de Michelle Bolsonaro

solicitação ao STJ

PGR pede retorno de Queiroz e Márcia à prisão para ‘resgatar bom nome da justiça’

3 de agosto de 2020 - 18:47

Ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, Queiroz é apontado por investigadores como operador financeiro de esquema de ‘rachadinha’ no gabinete de Flávio enquanto deputado estadual no Rio

filho 01

Flávio Bolsonaro nega ter sido avisado sobre Operação Furna da Onça

20 de julho de 2020 - 20:21

O procurador disse que Flávio confirmou participação em uma reunião com Marinho e advogados

caso queiroz

Citados em ‘rachadinha’ continuam com cargos

12 de julho de 2020 - 12:04

Ex-assessores fazem parte de uma lista de 69 pessoas que trabalharam com Flávio Bolsonaro e tiveram sigilo bancário e fiscal quebrados por decisão da Justiça em abril do ano passado

caso das rachadinhas

Presidente do STJ decide colocar Queiroz em prisão domiciliar

9 de julho de 2020 - 18:41

O caso tramita sob segredo de Justiça. Preso desde 18 de junho, Queiroz é apontado como operador de um suposto esquema de “rachadinhas” – apropriação de salários de funcionários – no antigo gabinete do senador Flávio Bolsonaro

Fake news

Facebook derruba rede de fake news ligada ao PSL e à família Bolsonaro

8 de julho de 2020 - 18:32

Segundo a Atlantic Council, o envolvimento de funcionários de gabinetes pode indicar que a operação usou recursos públicos

de quando era deputado

Flávio Bolsonaro presta depoimento ao MP no Rio no inquérito da ‘rachadinha’

8 de julho de 2020 - 6:57

Esquema consistiria na devolução de parte dos salários dos assessores; depoimento desta terça-feira foi prestado a pedido do próprio senador

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies