Menu
2020-03-18T18:13:24-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
crise coronavírus

Governo anuncia R$ 15 bilhões em auxílio a trabalhadores e promete socorrer aéreas

Setor está entre os mais afetados pela crise desencadeada pelo coronavírus; governo também informou mais um integrante do Executivo infectado pelo novo vírus

18 de março de 2020
15:36 - atualizado às 18:13
Entrevista coletiva Bolsonaro coronavírus
Imagem: Reprodução /CNN

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo vai lançar um auxílio de R$ 15 bilhões a trabalhadores informais durante três meses. Uma Medida Provisória deve ser assinada ainda nesta quarta-feira (18), mas precisa de aprovação do Congresso.

Cada trabalhador informal deverá receber o valor R$ 200 em ajuda financeira. Sem dar mais detalhes, o Executivo também anunciou que vai promover um prazo maior para companhias aéreas reembolsarem em dinheiro o consumidor — com o objetivo de auxiliar no fluxo de caixa —, e o adiamento de tarifas aeroportuárias e das outorgas aeroportuárias.

Empresas do setor estão entre as mais afetadas pela crise desencadeada pelo coronavírus. Segundo o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, auxílio para outros setores estão em discussão.

O governo promoveu uma coletiva de imprensa para anunciar novas medidas em reação ao coronavírus. Os integrantes do Executivo usavam máscaras clínicas, após o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, receber diagnóstico de positivo para coronavírus.

Nesta quarta-feira, o governo federal oficializou o pedido para que o Congresso Nacional declare estado de "calamidade pública" no País. A medida permite que a União amplie os gastos para medidas relacionadas à epidemia do novo coronavírus.

Segundo o Ministério de Saúde, o Brasil tem 290 casos casos confirmados de coronavírus - uma morte foi confirmada até ontem. São Paulo tem 164 casos confirmados.

No alto escalão

Mais cedo, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, de 72 anos, disse que seu exame também deu positivo.

O primeiro caso envolvendo a comitiva presidencial que foi aos Estados Unidos foi o do secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten. Ele voltou ao Brasil na madrugada da quarta-feira passada, no mesmo avião do presidente e de Heleno.

Outros quatro funcionários do GSI que integraram a equipe que acompanhou Bolsonaro na viagem também tiveram diagnóstico positivo para a doença.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

em busca de energia limpa

Criptomoedas: Elon Musk diz que Tesla vendeu 10% do que detinha em bitcoin

Segundo executivo, operação prova que a criptomoeda poder ser liquidada facilmente “sem mover o mercado”

imunização

Governo de São Paulo adianta em 30 dias vacinação contra a covid-19; veja novas datas

Plano é vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro

luto

Ex-presidente do BC Carlos Langoni morre de covid-19 no Rio

Carlos Langoni trabalhou no governo na virada das décadas de 1970 e 1980, quando foi presidente do BC; ele colaborou com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, quase 40 anos depois

nos eua

Nova ‘ação meme’? Orphazyme dispara quase 1400% em um dia e mercado não sabe por quê

Investidores da empresa aguardam uma importante atualização sobre um tratamento experimental para a doença de Niemann-Pick; sem novidades, mercado não sabe a razão da alta

entrevista

Superávit primário pode voltar em 2024, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt diz que a melhora no quadro fiscal do País não é “sorte”; confira a entrevista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies