Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-08T11:33:18-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Banco digital

Via Varejo exerce opção de compra do banco digital banQi

A dona das Casas Bahia e Via Varejo quer usar o alcance de suas mais de mil lojas para oferecer serviços financeiros aos clientes

8 de fevereiro de 2020
11:33
Imagem de divulgação do banQi
Imagem: Divulgação

A Via Varejo decidiu exercer a opção de compra das ações do banQi, o banco digital lançado no ano passado pela rede dona das Casas Bahia e Ponto Frio.

O negócio, cujo valor não foi divulgado, envolve 80% do capital da empresa de tecnologia financeira (fintech), mas permitirá em seguida a aquisição de até 100% das ações.

O banQi manterá as operações em Boston, nos EUA, segundo a Via Varejo. A companhia quer usar o alcance de suas mais de mil lojas para oferecer serviços financeiros aos clientes que tradicionalmente compram produtos valendo-se do famoso crediário das Casas Bahia.

A Via Varejo também pretende se valer da fintech como um centro de desenvolvimento tecnológico e serviços digitais além de varejo e serviços financeiros. A conclusão do negócio deve ocorrer em até 60 dias, segundo a companhia.

Outras varejistas já têm iniciativas semelhantes. A B2W, por exemplo, possui a Ame Digital, enquanto o Mercado Livre trabalha com o sistema Mercado Pago desde 2004. Assim, apesar de bem-vindo, o banQi chegou com certo atraso — e essa percepção deu um gosto agridoce à novidade.

As ações da varejista estão entre os principais destaques da bolsa desde que o empresário Michael Klein retomou o controle da empresa, ao lado de um grupo de investidores liderado pela gestora de fundos da XP Investimentos. Nos últimos 12 meses, os papéis (VVAR3) acumulam valorização de 157,55%.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Ruído político

Congresso não participou de debate sobre aumento no IOF, revela presidente da Câmara

Arthur Lira também declarou que quer avançar com a reforma administrativa e uma solução para a questão dos precatórios ainda nesta semana

Na onda do minério

Mercado Livre (MELI34) ultrapassa Vale (VALE3) e se torna a empresa mais valiosa da América Latina

A gigante de comércio eletrônico argentina conquistou o posto após a mineradora brasileira perder R$ 43,6 bilhões em valor de mercado na última semana

Vídeos

Investir em IPOs vale a pena? Saiba as causas dessa febre do mercado

O ano de 2021 está mostrando a força do setor dos IPOs. São diversas empresas que abriram seu capital e fizeram sua oferta primária. Matheus Spiess, analista da Empiricus, explica neste vídeo sobre este cenário. Confira

desaceleração a caminho

Renda fixa: Por que a Evergrande derruba o Ibovespa, mas alivia o mercado de juros

Desempenho é oposto ao que se poderia esperar quando há pânico no mercado, diz especialista; contratos DIs para janeiro de 2022 caem de 7,09% para 7,08%

Analistas respondem

Marcopolo (POMO4) perdeu metade do valor desde o início da pandemia, mas está pronta para a retomada. Hora de comprar a ação?

A queda das ações trouxe uma oportunidade para que os investidores comprem os papéis, mas analistas ainda alertam para os riscos da retomada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies