Menu
2020-10-20T14:46:57-03:00
Estadão Conteúdo
A crise veio forte

S&P: De 94 notas rebaixadas na América Latina, 24 foram no Brasil

Em termos de riscos negativos, o analista da agência de risco destacou que estão concentrados no México e na Argentina, enquanto no Brasil estão abaixo da média.

20 de outubro de 2020
14:46
américa latina
Imagem: Shutterstock

Em meio à crise provocada pelo novo coronavírus, a S&P Global rebaixou 94 notas corporativas este ano na América Latina, sendo 24 no Brasil, informou o gerente de análises corporativa para América Latina da S&P Global Ratings, Luciano Gremone.

A declaração foi dada em apresentação feita no evento online "As consequências de 2020 e o que 2021 trará para as classificações corporativas e de infraestrutura da América Latina", organizado pela agência de classificação de risco.

De acordo com o analista, os "downgrades" mais significativos foram observados nos ratings mais baixos. "Quanto menor o rating, maior a vulnerabilidade", disse. Gremone observou que houve uma escalada de calotes este ano entre abril e junho, mas que há sinais de estabilização desde então.

Em termos de riscos negativos, o analista destacou que estão concentrados no México e na Argentina, enquanto no Brasil estão abaixo da média.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies