Menu
2020-06-29T18:11:15-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Dinheiro no bolso

Sócios da XP vão vender ações em oferta na Nasdaq. E o Itaú não está entre eles

Fundo General Atlantic e a XP Controle – a holding que reúne a participação dos sócios e executivos da XP – vão vender até US$ 978 milhões em ações da corretora

29 de junho de 2020
18:00 - atualizado às 18:11
XP Investimentos Dólar
Imagem: Montagem / Andrei Morais

No meio de uma disputa de sócios com o Itaú Unibanco, a XP Investimentos anunciou que dois acionistas farão uma nova oferta na bolsa norte-americana Nasdaq para vender uma parte de suas ações. A operação pode movimentar até US$ 978 milhões – ou R$ 5,3 bilhões no câmbio atual.

Mas o Itaú não está entre os vendedores, como se poderia supor. Quem vai se desfazer de uma parte de seus papéis é o fundo General Atlantic e a XP Controle – a holding que reúne a participação dos sócios e executivos da corretora, incluindo o fundador Guilherme Benchimol.

A oferta de ações acontece dias depois de o próprio Benchimol sinalizar que o Itaú poderia vender sua participação se não estivesse satisfeito com a sociedade com a XP.

A briga entre os sócios começou depois que o Itaú lançou uma campanha publicitária na qual critica o modelo de agentes autônomos adotado pela corretora – embora o nome da XP não seja citado.

A oferta de ações será coordenada pela própria XP Investimentos, além do Morgan Stanley, Goldman Sachs e J.P. Morgan.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

termômetro

Tesla, Robinhood e GM: as apostas do bilionário Jorge Paulo Lemann

Empresário brasileiro respondeu quais seriam os investimentos de curto e longo prazo, em uma espécie de termômetro sobre a confiança em torno do negócio

escolha da CEO

Criptomeme bilionário, $moda$ de Hering e Arezzo, aposta contra o BC… veja o que bombou na semana no Seu Dinheiro

Você apostaria contra o Banco Central do Brasil?  Não falo de apostas mequetrefes com a turma do escritório, do tipo “quem perder paga uma rodada”.  Estou falando de colocar o seu patrimônio em investimentos que podem dar retornos altos se o BC estiver errado. Pois é justamente o que defende Rogério Xavier, da SPX Capital, um […]

empresa de porto alegre

Startup Zenvia entra com pedido de IPO na Nasdaq

Empresa quer levantar até US$ 100 milhões; oferta terá seus recursos destinados para pagar o montante utilizado na aquisição da startup D1, entre outros

LDO

LDO de 2022 prevê ‘vacinas’ contra manobras do Orçamento

Proposta exclui a possibilidade de indicação das emendas de relator e proíbe o Congresso de subestimar despesas obrigatórias sem aval do Executivo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies