Menu
2020-10-06T16:30:59-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Transferências gratuitas

PIX pode tirar até 8% das receitas com tarifas dos bancos, diz Moody’s

Pelos cálculos da Moody’s, os bancos faturam hoje até R$ 10,2 bilhões com a cobrança da TED, considerando um valor médio de R$ 10 por transferência

6 de outubro de 2020
16:30
Banco Central Pix
Imagem: Shutterstock

A instabilidade nos sistemas provocada pelo cadastro dos clientes pode ser o menor dos problemas dos bancos com o PIX, o sistema de transferências instantâneas do Banco Central.

Pelas estimativas da Moody's, a plataforma que permitirá aos brasileiros fazerem pagamentos e transferências com custo zero pode tirar até 8% das receitas com a cobrança de tarifas dos bancos. A entrada em operação do PIX está prevista para novembro, mas o cadastro já começou.

A perda dependerá do quanto cada instituição recebe hoje por tarifas com transferência. Pelos cálculos da Moody's, os bancos faturam hoje até R$ 10,2 bilhões com a cobrança da TED, considerando um valor médio de R$ 10 por transação.

Além das transferências, os bancos ganham hoje com o processamento de pagamentos no cartão com a cobrança de valores dos comerciantes por transação.

“Essas tarifas serão pressionadas à medida que o PIX se torne um substituto para o uso do cartão de débito”, escreveu a Moody's, em relatório assinado pelo analista Farooq Khan.

O aumento da concorrência, o avanço da tecnologia e as perdas no crédito com a crise provocada pela pandemia do coronavírus colocam imensa pressão sobre os bancos.

Não por acaso, as ações de Itaú Unibanco, Banco do Brasil, Bradesco e Santander acumulam uma queda entre 36% e 41% no ano, contra uma queda de 17,4% do Ibovespa no mesmo período.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Quem não arrisca...

Jive Investments aposta em agentes autônomos e educação para atingir varejo após aporte da XP

Sócio da gestora de investimentos alternativos, Guilherme Ferreira revela os motivos da preferência por operação privada ao invés de abrir capital

Aperto nas contas

Gastos extras vão reduzir ‘folga’ do teto de gastos em 2022, prevê governo

O avanço nas despesas obrigatórias, estimado em R$ 105,2 bilhões, é o que limita o “espaço livre” do governo para novos gastos no próximo ano

Inflação no horizonte

Choque de preços tem causa temporária, mas persistência maior, diz Campos Neto

Em coletiva do RTI, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, disse que os efeitos dos choques de preços têm durado mais que o previsto

De São Roque para o mundo

Aeroporto da JHSF recebe autorização para operar voos internacionais

Com aval das autoridades, São Paulo Catarina se tornará o primeiro aeroporto internacional exclusivamente dedicado à aviação executiva no país

Planos decolando

Eve faz parceria com Blade para disponibilizar eVTOL nos EUA, diz Embraer

A Eve planeja disponibilizar, junto a seus parceiros locais, até 60 aeronaves para uso da Blade pelos EUA a partir de 2026

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies