Menu
2020-05-21T22:55:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
reforço de caixa

Lojas Americanas devem emitir R$ 500 milhões em debêntures

Papéis tem prazo de três anos, com juros de 100% da taxa DI e spread de 3% ao ano; dinheiro será usado para reforço de caixa

21 de maio de 2020
7:21 - atualizado às 22:55
Lojas Americanas Express
Fachada de unidade da rede Lojas Americanas Express, na Avenida Paulista, região central de São Paulo. - Imagem: Estadão Conteúdo/Itaci Batista

A varejista Lojas Americanas anunciou nesta quarta-feira (20) a emissão de R$ 500 milhões em debêntures, pela 14ª vez. Serão 50 mil papéis, no valor de R$ 10 mil cada, que devem reforçar o caixa da empresa.

Segundo a companhia, as debêntures têm prazo de três anos. Sobre o valor nominal unitário dos papéis, incidem juros de 100% da taxa DI, acrescidos de spread de 3% ao ano.

Nesta quarta-feira, as ações da Lojas Americanas (LAME3) terminaram o dia cotadas a R$ 22, acumulando uma alta de 13% neste ano. Veja como foi o dia dos mercados.

No primeiro trimestre deste ano, a varejista registrou perdas 8% menores em comparação ao mesmo período de 2019, a R$ 49,2 milhões. O Ebitda consolidado ficou em R$ 583 milhões, queda de 1,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Perseguição ao bitcoin?

Irã fecha ‘fazendas’ de mineração de bitcoin para conter apagões no país; entenda

Governo culpa centros de processamento de criptomoedas por blackouts devido à ‘sobrecarga energética’ da rede de mineração; ao mesmo tempo, Irã usa o bitcoin para amenizar sanções bancárias dos EUA

Lei Orçamentária Anual

Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo precisa controlar gastos

Manutenção do auxílio emergencial é dúvidas neste início de ano

Pé no freio

Incertezas políticas e fiscais mantêm estrangeiros cautelosos com o Brasil

Após meses de fuga do capital externo do País, os últimos meses de 2020 mostraram o começo do retorno dos investidores de portfólio, mas o ritmo ainda é insuficiente para reverter a forte saída de dólares do Brasil

Crescimento

Vale (VALE3) prevê investir US$ 2,7 bilhões na região norte até 2024

Companhia pretende ainda investir US$ 5,8 bilhões em 2021, dos quais US$ 1 bilhão serão apenas para expansão

ESTRADA DO FUTURO

Grafeno, urânio e lítio… cuidado com a obsessão de enriquecer com a próxima tecnologia do futuro

O boom de empresas de tecnologia alimenta uma esperança quase ingênua de enriquecer “horrores” descobrindo como esses materiais moldarão o nosso futuro. Vou ser totalmente transparente com você: não gosto da ideia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies