Menu
2020-02-04T07:56:35-03:00
mudanças no bancão

Funcionário do BB que cumprir metas terá bônus de até 4 salários atuais

4 de fevereiro de 2020
7:56
Banco do Brasil
Imagem: Shutterstock

Em reação à perda de funcionários para instituições privadas e para se adequar a um ambiente mais tecnológico e competitivo, o Banco do Brasil vai começar a pagar bônus aos empregados que cumprirem metas de desempenho. Aos melhores, o BB vai pagar até quatro salários adicionais por ano, segundo apurou o jornal O Estado de São Paulo/Broadcast.

A reportagem apurou que, para arcar com o novo programa de remuneração variável, o BB vai reduzir em 10%, em média, o adicional de remuneração fixa pago aos que ocupam cargos de chefia ou de confiança - a mudança, porém, só valerá para os que assumirem essas funções a partir de agora. Não haverá mudança nas remunerações de funcionários de agências, como escriturários e caixas.

A mudança é uma tentativa de transformar a cultura interna do banco e aproximar o BB do modelo de remuneração variável praticado pelas instituições privadas. A ideia é incentivar todos os empregados a priorizar a satisfação do cliente, inclusive aqueles que ocupam funções internas, como desenvolvimento de produtos.

Os empregados do Banco do Brasil são selecionados por meio de concurso público, mas cumprem regime CLT e não possuem estabilidade. O presidente Jair Bolsonaro já deixou claro que o Banco do Brasil não será privatizado. Por isso, a instituição tem adotado uma série de medidas para reduzir gastos e aumentar sua eficiência.

Mudança

Hoje, apenas os funcionários que trabalham na rede de atendimento ao cliente recebem bônus. Para os 30% melhores, o BB paga até três salários de bônus. A partir de agora, todos os empregados vão participar, e os 40% mais bem colocados serão premiados. O primeiro bônus será pago no segundo semestre.

Empregados que atuam em funções internas do banco, em áreas como operações e tecnologia, poderão receber até 1,5 salário a mais por semestre - ou até 3 por ano. O bônus mínimo semestral será de 0,4 salário.

Para os que já atuam na rede, o bônus será maior: subirá para até 2 salários por semestre - ou até 4 por ano. O bônus mínimo, para esse grupo, será de 0,6 salário por semestre.

Três cargos de confiança que estavam defasados, no entanto, terão aumento: gerentes de postos de atendimento, de clientes private (alta renda) e corporativos. Funcionários nessas funções vinham sendo alvo de "ataque" constante da concorrência, disseram fontes.

Procurado, o BB confirmou o anúncio do novo programa de bônus aos funcionários. "O Banco do Brasil anunciou hoje um novo modelo de remuneração, premiação e avaliação de funcionários que visa impulsionar a alta performance e preparar a empresa para os novos desafios e oportunidades do setor financeiro”, diz a nota.

O BB também vai criar um novo cargo para os funcionários que se destacarem em suas funções como especialistas técnicos, mas que não tiverem perfil de gestor. Hoje, esses empregados não têm reconhecimento financeiro. A nova função, de líder técnico, visa a reconhecer também os melhores em áreas como tecnologia de informação, mercado de capitais e jurídico.

No primeiro ano, não haverá impacto nos gastos com pessoal do banco com o bônus, mas, ao longo do tempo, a economia deve aumentar progressivamente. Em dez anos, a expectativa é que o BB economize 10% do valor atualmente gasto, apurou a reportagem.

As metas de cada empregado associadas ao bônus terão critérios objetivos, relacionados ao plano diretor do banco. Haverá também componentes definidos pelos chefes diretos.

Sindicato.
Para sindicalistas, no entanto, a mudança será para pior - e contesta o pagamento do teto do bônus a 40% da folha. "O Banco do Brasil anuncia que vai começar a pagar bônus de até quatro salários adicionais por ano para os empregados que cumprirem metas de desempenho. Só esquece de dizer que somente 5% dos funcionários vão receber esse benefício", disse o coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO

‘Estamos em um mundo caro. Não dá mais para comprar ações aleatoriamente’, diz sócio da Geo Capital

Para Gustavo Aranha, a recente queda no preço das ações provocada pelo surto de coronavírus abre oportunidades para comprar ações de boas companhias no exterior que antes estavam caras.

OLHO NO VÍRUS

Coronavírus está contido em solo americano sem impactos na cadeia produtiva

O assessor da Casa Branca também disse que não vê nenhum movimento do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) para cortes de juros em uma resposta ao “pânico” do coronavírus

MERCADOS HOJE

Bolsas europeias terminam mais um dia em queda acentuada, de olho no coronavírus

Outro que registrou perdas foi o índice acionário italiano, mas em menor grau. Após registrar a maior contração entre as bolsas ontem, o índice da Itália (FTSE-MIB) recuou 1,44% e fechou em 23.090,44 pontos nesta terça-feira

AVIAÇÃO

‘Portugal pode ajudar na venda do C-390’, diz ministro da Defesa do país

O governo de Portugal é sócio da Embraer na OGMA, de manutenção de aeronaves, com uma participação de 35%

CORONAVÍRUS

EUA pedem que Congresso autorize gasto de US$ 2,5 bilhões para conter coronavírus

Os Estados Unidos confirmaram 14 casos de infecção pelo coronavírus em sete Estados diferentes, mas não relataram mortes

ENERGIA

País tem ‘folga’ de energia pelo menos até 2024

“Temos uma folga estrutural, pois tivemos um aumento de capacidade instalada sem a contrapartida de aumento de consumo”, diz Cristopher Vlavianos

ESTÍMULO PARA AS EMPRESAS

China anuncia medidas para ampliar crédito a empresas atingidas pelo coronavírus

Em reunião presidida pelo primeiro-ministro Li Keqiang, o conselho disse que aumentará em 500 bilhões de yuans (US$ 71,2 bilhões) a cota de refinanciamento para empréstimos de bancos a pequenas empresas e fazendeiros

EM BUSCA DE PROTEÇÃO

Temor global com coronavírus faz ouro alcançar maior cotação desde 2013

Apenas neste ano, o ETF acumula alta de 8,25%. A razão para a valorização é uma só: ele é considerado porto seguro de quem investe quando o cenário externo parece mais incerto

JUROS

Crescem apostas do mercado de que FED pode cortar juros nas próximas reuniões

Dados do CME Group mostram que os investidores enxergam 18,8% de chance de um novo corte de juros de 0,25 ponto porcentual na reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) de março

CRIPTOMOEDAS

Buffett volta a dizer que “criptomoedas não têm valor e que nunca terá uma”

Apesar de não gostar muito das moedas digitais, o bitcoin não vem fazendo feio. Nos últimos 12 meses, a criptomoeda acumula valorização de 191,50%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements