Menu
2020-03-02T12:13:31-03:00
Estadão Conteúdo
Prejuízo milionário

Empresas aéreas do Oriente Médio acumulam perdas de US$ 100 milhões com vírus

Associação alertou que irá cortar pela metade projeção de crescimento da demanda de passageiros no Oriente Médio se condições não mudarem

2 de março de 2020
12:13
mascara_coronavirus_galeao_abr_29022000123
Passageiros e funcionários circulam vestindo máscaras contra o novo coronavírus (Covid-19) no Aeroporto Internacional Tom Jobim- Rio Galeão - Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

As empresas aéreas do Oriente Médio, que servem como ponto de conexão para voos entre o Ocidente e o Oriente, já acumularam perdas equivalentes a cerca de US$ 100 milhões devido a transtornos causados pela epidemia do novo coronavírus, segundo estimativa divulgada hoje pela Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata, pela sigla em inglês).

A Iata, que representa cerca de 290 companhias aéreas, alertou que irá cortar pela metade sua projeção de crescimento da demanda de passageiros no Oriente Médio este ano, de 4,6% a 2,3%, se as condições não mudarem.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

TECNOLOGIA

Xiaomi supera Apple em venda de celulares

O levantamento também mostra que a Samsung voltou ser a líder global de vendas de smartphones, após perder a liderança do mercado para a também chinesa Huawei, que ficou no topo por um único trimestre.

BOMBOU NO SEU DINHEIRO

Melhores da Semana: O Halloween dos mercados

A segunda onda de coronavírus é um ‘fantasma’ que ronda os mercados desde o início do ano. Muita gente não acreditou. Nesta semana, ele mostrou as caras.

POLÍTICA

Bolsonaro grava para campanhas e aposta em 2º turno em RJ e SP

Presidente busca apoiar aliados para tentar formar base nos grandes colégios eleitorais para sua campanha de reeleição em 2022

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies