Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-07T08:48:55-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
hora de ir para a bolsa

Distribuidora de eletrônicos Allied pede registro de IPO

No mercado desde 2001, empresa lucrou R$ 108 milhões no ano passado; recursos devem ser usados para balanceamento de capital e novos investimentos

7 de fevereiro de 2020
8:27 - atualizado às 8:48
lg
Imagem: Shutterstock

A distribuidora de eletrônicos Allied Tecnologia fez seu pedido de registro para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Segundo a companhia, a oferta será primária e secundária - com venda de ações detidas pelo fundo de private equity Advent e pela família Radomysler. Por ora, não há prazos para a oferta.

A empresa diz que o capital social é de R$ 772,7 milhões, representado por 79,6 milhões de ações ordinárias, já considerando o grupamento papéis ordinários, na proporção de cinco ações ordinárias para uma ação ordinária, aprovado em assembleia.

Fundada em 2001, a Allied é uma distribuidora varejista de produtos eletrônicos, de marcas como LG, Samsung e Apple. A empresa lucrou R$ 108 milhões no ano passado, numa alta de 67%.

Segundo a companhia, os recursos levantados na oferta primária vão ser usados para balanceamento do capital e investimentos em lojas físicas e tecnologia. Os bancos contratados foram BTG Pactual, Bradesco BBI e Itaú BBA.

Ao longo do ano de 2019, a empresa diz ter comercializado mais de 9 milhões produtos por meio dos canais físicos e digital, chegando a R$ 3,73 bilhões em receita líquida de vendas, um crescimento de 36,6% sobre 2018.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies