Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-11T10:15:47-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
volta por cima

Que crise? Airbnb precifica ações acima do teto e levanta US$ 3,5 bilhões em IPO

O sucesso da operação já era esperado. No começo da semana, a Airbnb já havia elevado a faixa indicativa da oferta, que ia de US$ 44 a US$ 50 inicialmente.

10 de dezembro de 2020
11:39 - atualizado às 10:15
airbnb
Imagem: Shuttestock

Mesmo em um ano em que empresas ligadas ao setor de turismo sofreram fortemente com a crise do coronavírus, a plataforma de hospedagem Airbnb fez barulho em sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

Com o grande interesse do mercado pela companhia, a empresa precificou as suas ações em US$ 68 no IPO, segundo informações da Bloomberg. O valor ficou acima da faixa indicativa oficial, que ia de US$ 56 a US$ 60 por ação.

O sucesso da operação já era esperado. No começo da semana, o Airbnb já havia elevado a faixa indicativa da oferta, que ia de US$ 44 a US$ 50 inicialmente.

Com a oferta, a companhia deve ser avaliada em cerca de US$ 47,3 bilhões, bem acima do valor de US$ 18 bilhões atingido em abril, auge da crise do coronavírus. A negociação dos papéis da companhia será feita na Nasdaq, com o ticker ABNB.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies