Menu
2020-06-03T13:59:51-03:00
Estadão Conteúdo
contra crise

Programa que financia salários bate primeiros R$ 2 bi após 2 meses

Maior demanda ocorreu por parte de empresas de serviços, seguidas do setor de construção, madeira e móveis e, na sequência, saúde, saneamento e educação

3 de junho de 2020
13:59
dinheiro impostos real
Imagem: Shutterstock

O programa criado pelo governo Bolsonaro para apoiar pequenas e médias empresas no pagamento dos salários de seus funcionários bateu os primeiros R$ 2 bilhões desde que foi lançado, em 8 de abril. Dados atualizados diariamente pelo Banco Central mostram que a linha, que está sendo revisada após ficar bem aquém do orçamento planejado, já foi acessada por 82,2 mil empresas e beneficiou 1,359 milhão de trabalhadores formais até o momento.

A maior demanda ocorreu por parte de empresas de serviços, seguidas do setor de construção, madeira e móveis e, na sequência, saúde, saneamento e educação. Na divisão por regiões brasileiras, a maior parte está sediada no Sudeste e Sul do País.

O banco que mais repassou a linha, até o momento, foi o Itaú Unibanco. Atrás, estão Santander Brasil, Bradesco e Banco do Brasil.

No conjunto, as nove instituições financeiras que aderiram ao programa, batizado de Pese, repassaram R$ 2,063 bilhões até o dia 28 de maio. Os dados do BC têm dois dias de defasagem.

A cifra representa cerca de 5% dos R$ 40 bilhões previstos para financiamento dos salários. Com a baixa demanda, o governo decidiu repaginar o programa, que acabaria no fim do mês.

A linha, que conta com 85% dos recursos do Tesouro e o restante dos bancos, foi estendido por mais dois meses, conforme a MP 944, que estabeleceu o financiamento da folha de pagamentos.

Também foram feito ajustes no grupo de empresas elegíveis. A exigência de um faturamento anual de R$ 360 mil a R$ 10 milhões, foi estendido e será de até R$ 50 milhões.

A proibição para que as empresas não demitissem também foi flexibilizada. Agora, aquelas que acessarem o financiamento terão de manter ao menos 50% dos postos de trabalho.

A expectativa do BC é de que as mudanças aumentem a demanda por recursos, sendo R$ 5 bilhões para extensão do programa e outros R$ 5 bilhões por conta da ampliação do grupo de empresas elegíveis. No total, o potencial seria de R$ 15,5 bilhões.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

coronavírus

Covid-19: Brasil tem 8,4 milhões de casos e 61 mil novos diagnósticos nas últimas 24h

Segundo ministério, 7.388.784 pacientes recuperaram-se da doença

Melou

Carrefour e Couche-Tard anunciam encerramento das negociações

O Couche-Tard e o Carrefour, contudo, destacaram que estenderão as discussões para avaliar “eventuais oportunidades na área de parcerias operacionais”

Estrada do futuro

Como as empresas mentem para você sobre o crescimento exponencial

A palavra “exponencial” está batida. Todo mundo se diz exponencial. O Google é exponencial, a Amazon é exponencial… então toda empresa de tecnologia é exponencial? Não. Entenda as diferenças

Mais uma opção

Empresa protocola na Anvisa pedido para uso emergencial da Sputnik V

Neste domingo, Anvisa se reunirá para tratar de pedidos para uso de vacinas CoronaVac e a da AstraZeneca/Oxford

Seguro obrigatório

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela Caixa

Banco agora é o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies