🔴 FENÔMENO QUE TRANSFORMOU 1.500 PESSOAS EM MILIONÁRIAS PODE SE REPETIR – VEJA COMO SER O PRÓXIMO

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
pacote de US$ 900 bilhões

Estímulos à vista nos EUA: democratas e republicanos chegam a acordo que deixa pacote de US$ 900 bi próximo

Legisladores eliminaram o último grande obstáculo para firmar um pacote de ajuda contra os impactos do coronavírus na combalida economia americana

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
20 de dezembro de 2020
10:03
Imagem: shutterstock_

Os senadores dos Estados Unidos, enfim, atingiram um acordo quanto aos poderes que o Federal Reserve (banco central americano, o Fed) têm para realizar empréstimos no sábado (19).

Deste modo, eles eliminaram o último grande obstáculo para firmar um pacote de ajuda contra os impactos do coronavírus na combalida economia americana no valor de US$ 900 bilhões, de acordo com assessores de ambos os partidos.

O líder da minoria no Senado, Chuck Schumer, e o senador republicano, Pat Toomey, estavam finalizando detalhes de um compromisso na noite de ontem.

O Fed manterá a sua capacidade de estabelecer programas de empréstimos emergenciais sem a aprovação do Congresso, diz o acerto entre os senadores.

No entanto, terá uma amarra mais forte a partir de agora: a autoridade monetária não será mais capaz de replicar programas idênticos aos que deu início em março, quando começou a pandemia de covid-19, sem a aprovação do Congresso.

Schumer disse a repórteres que achava que tanto a Câmara dos Deputados quanto o Senado poderiam votar no domingo o projeto de lei de alívio aos impactos do coronavírus na economia americana, que deve ser combinado com um projeto de lei de gastos necessário para evitar o "shutdown" — obstrução à realização de gastos públicos — parcial do governo.

O financiamento do governo expirará às 12h01 de amanhã.

“Parece que vamos conseguir. Se as coisas continuarem nesse caminho e nada atrapalhar, poderemos votar amanhã ”, disse Schumer ontem.

Com a disputa sobre a cláusula do Fed resolvida, um acordo final sobre o pacote de estímulos agora está significativamente mais próximo, disse um assessor democrata no sábado.

Um porta-voz do líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, disse no início do domingo que agora que a disputa do Fed foi resolvida, “podemos começar a fechar o resto do pacote para entregar o alívio tão necessário às famílias, aos trabalhadores e aos negócios.”

A expectativa é de que o pacote de ajuda em discussão inclua US$ 300 por semana em benefícios de desemprego aprimorados, uma segunda rodada pagamento de estímulos e financiamento para escolas, prestadores de serviços de saúde, distribuição de vacinas e pequenos negócios.

As negociações em torno de um acordo aceleraram esta semana, depois que os líderes do Congresso concordaram em retirar duas disposições polêmicas que dificultavam a tramitação: o financiamento para governos estaduais e locais duramente atingidos e as proteções de responsabilidade para empresas e outras entidades que operam durante a pandemia — esta, uma das principais prioridades do Partido Republicano.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu aos legisladores que concluam o trabalho no pacote de ajuda.

"Por que o Congresso não está dando ao nosso povo um pacote de estímulos? Não foi culpa dele, foi culpa da China", disse Trump. "Terminem isso e deem a eles mais dinheiro em pagamentos diretos."

O ímpeto por um acordo havia desacelerado na sexta e no sábado. Na ocasião, democratas se opuseram a uma pressão de Toomey para inserir uma medida que restringisse a capacidade do Fed de estabelecer os tipos de programas de empréstimos de emergência que autorizou em março para conter um pânico financeiro emergente.

Tal medida iria além de proposta anterior, que revogava US$ 429 bilhões fornecidos ao Departamento do Tesouro para conter as perdas nos programas de empréstimos do Fed.

*Com informações do Wall Street Journal

Compartilhe

BRIGA PELO TRONO GRELHADO

Acionistas da Zamp (BKBR3) recusam-se a ceder a coroa do Burger King ao Mubadala; veja quem rejeitou a nova oferta

21 de setembro de 2022 - 8:01

Detentores de 22,5% do capital da Zamp (BKBR3) já rechaçaram a nova investida do Mubadala, fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana segue sendo o elefante na sala e Ibovespa cai abaixo dos 110 mil pontos; dólar vai a R$ 5,23

15 de setembro de 2022 - 19:12

O Ibovespa acompanhou o mau humor das bolsas internacionais e segue no aguardo dos próximos passos do Fed

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela prevalece e bolsas internacionais acompanham bateria de dados dos EUA hoje; Ibovespa aguarda prévia do PIB

15 de setembro de 2022 - 7:42

As bolsas no exterior tentam emplacar alta, mas os ganhos são limitados pela cautela internacional

FECHAMENTO DO DIA

Wall Street se recupera, mas Ibovespa cai com varejo fraco; dólar vai a R$ 5,17

14 de setembro de 2022 - 18:34

O Ibovespa não conseguiu acompanhar a recuperação das bolsas americanas. Isso porque dados do varejo e um desempenho negativo do setor de mineração e siderurgia pesaram sobre o índice.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Depois de dia ‘sangrento’, bolsas internacionais ampliam quedas e NY busca reverter prejuízo; Ibovespa acompanha dados do varejo

14 de setembro de 2022 - 7:44

Os futuros de Nova York são os únicos que tentam emplacar o tom positivo após registrarem quedas de até 5% no pregão de ontem

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana derruba Wall Street e Ibovespa cai mais de 2%; dólar vai a R$ 5,18 com pressão sobre o Fed

13 de setembro de 2022 - 19:01

Com o Nasdaq em queda de 5% e demais índices em Wall Street repercutindo negativamente dados de inflação, o Ibovespa não conseguiu sustentar o apetite por risco

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais sobem em dia de inflação dos EUA; Ibovespa deve acompanhar cenário internacional e eleições

13 de setembro de 2022 - 7:37

Com o CPI dos EUA como o grande driver do dia, a direção das bolsas após a divulgação dos dados deve se manter até o encerramento do pregão

DANÇA DAS CADEIRAS

CCR (CCRO3) já tem novos conselheiros e Roberto Setubal está entre eles — conheça a nova configuração da empresa

12 de setembro de 2022 - 19:45

Além do novo conselho de administração, a Andrade Gutierrez informou a conclusão da venda da fatia de 14,86% do capital da CCR para a Itaúsa e a Votorantim

FECHAMENTO DO DIA

Expectativa por inflação mais branda nos Estados Unidos leva Ibovespa aos 113.406 pontos; dólar cai a R$ 5,09

12 de setembro de 2022 - 18:04

O Ibovespa acompanhou a tendência internacional, mas depois de sustentar alta de mais de 1% ao longo de toda a sessão, o índice encerrou a sessão em alta

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar