Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-18T10:59:15-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
XÔ, COVID!

Resultados finais mostram que vacina para covid-19 da Pfizer e BioNTech possui 95% de eficácia

Empresas vão pedir autorização para uso emergencial às autoridades dos EUA, para disponibilizar imunizante até o final do ano

18 de novembro de 2020
10:59
pfizer covid-19 vacina
Imagem: Shutterstock

A Pfizer voltou a dar boas notícias ao mercado a respeito da vacina que está desenvolvendo em parceria com a BioNTech para a covid-19, informando que a análise final da fase 3 demonstrou que o imunizante tem 95% de eficácia e se mostrou segura.

Os resultados abrem caminho para colocar a vacina no mercado ainda neste ano, porque a empresa vai solicitar à Food and Drug Administration, dos Estados Unidos (FDA, equivalente no Brasil à Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa) uma autorização de uso emergencial do medicamento.

Os dados divulgados nesta quarta-feira (18) pela Pfizer estão acima do que ela havia anunciado preliminarmente, de que a vacina tinha apresentado 90% de eficácia nos voluntários.

Os resultados

A última fase de estudos contou com a participação de 43,6 mil voluntários. Deste total, 170 pessoas desenvolveram covid-19 com pelo menos um sintoma, mas 162 deles receberam placebo. No caso de pessoas acima de 65 anos, a taxa de eficiência foi de 94%.

A Pfizer informou que os estudos não indicaram problemas sérios de segurança e poucas pessoas tiveram efeitos colaterais – 3,8% dos voluntários apresentaram fadiga e 2% relataram dores de cabeça.

“Os resultados marcam um importante passo nesta histórica jornada de oito meses para trazer uma vacina capaz de ajudar a pôr fim a esta devastadora pandemia”, disse, em comunicado, o presidente do conselho de administração e CEO da farmacêutica americana, Albert Bourla.

E agora?

A Pfizer e a BioNTech esperam agora a decisão do FDA para seguirem adiante com a produção. Se tudo andar dentro dos conformes, elas esperam disponibilizar 50 milhões de doses globalmente até o final deste ano e mais de 1,3 bilhão em 2021.

Elas desenvolveram mecanismos para manter as vacinas em condições adequadas de temperatura, entre -70ºC e 10ºC.

As companhias também pretendem enviar os dados dos estudos a um periódico científico para que sejam submetidos ao processo de revisão por pares, quando outros cientistas auditam as conclusões para verificar se estão corretas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies