Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2020-01-23T08:51:06-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

12 notícias para você começar o dia bem informado

23 de janeiro de 2020
8:50 - atualizado às 8:51
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

As ações dos bancos estão apanhando em 2020. Fica uma pergunta no ar: é o início de um ciclo de baixa ou elas estão baratas e vale a pena comprar? 

Lá fora o coronavírus assusta e a elite mundial trava uma discussão sobre a Amazônia sem uma participação relevante do Brasil. 

O que você precisa saber hoje:

Mercados

• O Ibovespa fechou ontem em alta de 1,17%, aos 118.391,36 pontos. As boas perspectiva para construtoras, siderúrgicas e para a Eletrobras embalaram os negócios. O câmbio também sentiu um alívio e o dólar à vista caiu 0,71%, a R$ 4,1753.

• O que mexe com os mercados hoje? Na véspera da pausa para o Ano Novo Lunar, as bolsas asiáticas fecharam em forte queda, refletindo o temor com o surto de coronavírus na região. Os índices futuros em Nova York amanhecem sem uma direção definida.

Investimentos

• Só até amanhã: O Seu Dinheiro traz um plano para acelerar sua aposentadoria. Ele está disponível neste link por um valor simbólico.

Empresas

• Enquanto o Ibovespa iniciou o ano batendo novos recordes, as ações dos grandes bancos começaram em forte queda. É hora de comprar? A resposta deve ficar mais clara a partir da próxima semana, com a temporada de balanços financeiros. O Vinícius Pinheiro conta o que esperar dos resultados dos bancões nesta matéria. 

• O Carrefour Brasil registrou uma alta de 11% nas vendas brutas consolidadas no quarto trimestre, segundo prévias divulgadas pela empresa. O número representa um total de R$ 17,6 bilhões no período. 

• A recuperação extrajudicial da Triunfo foi suspensa pela Justiça de São Paulo. A companhia tenta reestruturar mais de R$ 2,4 bilhões em dívidas, segundo informações do jornal Valor Econômico. 

• Ex-presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro pediu esclarecimentos à atual gestão pelo valor do contrato de auditoria pago para abrir a ‘caixa-preta’ da instituição. Ele diz que o montante (de R$ 48 milhões) é 4 a 5 vezes maior que o aprovado.

Economia 

• A produção de petróleo no Brasil bateu recorde em 2019 e ultrapassou 1 bilhão de barris, segundo a ANP. 

• A Amazônia foi um dos temas discutidos no Fórum Econômico Mundial, em Davos, Suíça - e só um brasileiro falou. Confira o que foi dito no painel sobre o tema. 

• Os projetos de autonomia do Banco Central e da nova lei cambial serão prioridades no primeiro semestre deste ano, segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Ele tratou do assunto ontem com o presidente do BC. 

Política 

• Por meio do Mercosul, o Brasil deve ser um dos primeiros países a selar um acordo com o Reino Unido após o Brexit, disse o ministro da Economia, Paulo Guedes. 

• O presidente Jair Bolsonaro passa os próximos dias na Índia, onde deve assinar ao menos 10 acordos bilaterais. 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Confira os números

Petrobras, Ultrapar, Marfrig, RaiaDrogasil e GPA: os balanços que vão mexer com a bolsa nesta quinta-feira

O dia começa recheado de balanços anuais das companhias listadas no Ibovespa

Recurso da estatal

TRF-4 nega recurso da Petrobras e mantém Odebrecht fora de ação da Lava Jato

No recurso, a estatal buscava o prosseguimento dos réus na ação cível e a manutenção do bloqueio de bens dos executivos

Seu Dinheiro na sua noite

Guedes fora, alta do dólar

Você se lembra de quando o dólar a R$ 4,20 era o grande “patamar psicológico” da moeda americana? Não faz tanto tempo assim, mas esse nível de cotação ficou para trás, e agora parece até um pouco distante. Hoje, o dólar à vista bateu um novo recorde de fechamento. Eu sei que você já leu […]

Mais um recorde: dólar à vista sobe a R$ 4,36 e renova a máxima nominal de fechamento

O dólar à vista subiu mais um degrau nesta quarta-feira (19): pela primeira vez, terminou uma sessão acima dos R$ 4,36, cravando um novo recorde nominal. É a oitava vez em 2020 que a moeda renova as máximas de fechamento

Ainda na liderança

Vitor Hugo crê que permanece como líder do governo; Terra diz não receber convite

O deputado disse que não recebeu sinalizações do presidente Jair Bolsonaro de que poderá ser substituído pelo ex-ministro Osmar Terra

O impasse continua

Após TRT suspender demissões, Petrobras quer negociar desligamentos em fábrica

Encerramento da operação da Ansa é o principal motivo da greve dos petroleiros

Ponto polêmico

Relator mantém trabalho aos domingos na MP do contrato verde e amarelo

Deputado Áureo manteve a permissão para que todos os trabalhadores sejam convocados para trabalhar aos domingos e feriados

Novidade no IR

Programa do IR virá sem dedução da contribuição patronal sobre domésticos

Fim da dedução é a principal novidade para as declarações de IR em 2020

4 a 4

Com placar empatado, julgamento sobre decreto da Petrobras é suspenso no STF

Interrupção se deu diante da ausência dos ministros Celso de Mello e Cármen Lúcia na sessão

Fuga de estrangeiros

Investidor estrangeiro retira R$ 258,518 milhões da B3 no dia 17

Em fevereiro, o saldo acumulado de recursos estrangeiros na Bolsa está negativo em R$ 7,920 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu