Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2020-07-20T19:48:52-03:00
seu dinheiro na sua noite

Da lua ao coronavírus

20 de julho de 2020
19:48
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

No dia 25 de maio de 1961, o então presidente dos Estados Unidos John Kennedy estipulou uma meta perante o Congresso norte-americano: levar um homem à superfície da lua e trazê-lo de volta à Terra em segurança antes do fim da década.

Oito anos e dois meses depois do discurso de Kennedy, o astronauta Neil Armstrong dava “um pequeno passo para o homem; um salto gigantesco para a humanidade.”

A conquista da lua é considerada um dos maiores exemplos (se não o maior) da capacidade do ser humano de transpor dificuldades.

Se a corrida espacial se deu dentro do contexto da guerra fria contra a União Soviética, hoje enfrentamos outra disputa. Mas desta vez a humanidade está toda do mesmo lado contra um inimigo comum: o coronavírus.

É claro que não é apenas o bem da humanidade que está em jogo. De todo modo, cientistas se debruçam desde o início do ano em busca de um tratamento contra a doença que já deixou mais de 600 mil mortos em todo o mundo, sendo quase 80 mil aqui no Brasil.

As previsões iniciais davam conta de que uma vacina eficaz contra o coronavírus dificilmente chegaria antes de dois anos. Mas as chances de a imunização chegar antes desse prazo aumentam a cada dia.

No mercado financeiro, a expectativa de que a vida possa voltar ao normal — e não ao “novo normal” — estimula as projeções mais otimistas de recuperação da economia. Na prática, isso significa apostas renovadas na bolsa, que voltou a subir de forma vigorosa nesta segunda-feira.

Mas não foram apenas as notícias de avanços na vacina que impulsionaram os mercados. A Julia Wiltgen conta para você tudo o que influenciou a bolsa e o dólar.

O que mexeu com o seu dinheiro

EMPRESAS

 Em mais um passo rumo à “bancarização”, a XP anunciou hoje o lançamento de um cartão de crédito sem anuidade. Mas a principal novidade será um “cashback” na forma de investimentos. Veja como vai funcionar.

 As ações das teles dispararam hoje na bolsa após a formalização da proposta pela operação móvel da Oi. Saiba por que o Credit Suisse vê a TIM em vantagem no negócio.

 As ações da Via Varejo subiram mais de 7% no pregão de hoje depois que o perfil atribuído à empresa no Twitter publicou (e apagou depois) dados operacionais positivos entre maio e junho.

 Esqueça o fone de ouvido. Para Elon Musk, será possível ouvir música diretamente do nosso cérebro com o chip que a empresa do bilionário desenvolve.

ECONOMIA

 Os juros podem cair mais? Roberto Campos Neto manteve o mantra de que o espaço de atuação da política monetária deve ser pequeno. A declaração do presidente do Banco Central foi dada em uma reunião virtual com um grupo de investidores.

 A Caixa creditou hoje o saque do FGTS para nascidos em abril. O novo saque é emergencial em razão da pandemia. Serão liberados mais de R$ 37,8 bilhões para 60 milhões de pessoas. Veja o calendário completo.

POLÍTICA

 A aprovação do presidente Jair Bolsonaro subiu dois pontos porcentuais entre os dias 20 de junho e 20 de julho, diz pesquisa da XP/Ipespe. A expectativa para o restante do mandato também melhorou. Confira todos os números.

 Depois de muito tempo, Rodrigo Maia e Paulo Guedes se reaproximaram. Agora, a reforma tributária parece que começará a andar para valer. E há mais motivos para otimismo, escreve o cientista político Lucas de Aragão na Carta de Brasília.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ficou para esta quinta

Para privatizar Eletrobras, governo aceita mais 19 emendas à MP

Por acordo entre os senadores, o texto da MP será votado apenas amanhã, 17, a partir das 10h, e até lá, eles poderão apresentar sugestões de destaques, que podem alterar o teor do parecer

seu dinheiro na sua noite

A Selic subiu mais um pouco – e na próxima reunião tem mais

Esta “Super Quarta” terminou com os bancos centrais brasileiro e americano apertando um pouquinho mais a torneirinha dos juros. A inflação pressiona, aqui e na terra do Tio Sam, e as autoridades monetárias querem mostrar que permanecem vigilantes. O Federal Reserve ainda não elevou propriamente as taxas de juros, que foram mantidas entre zero e […]

Entrevista

Sinais do Copom apontam para Selic a 7% no fim do ano, diz Padovani, do banco BV

Economista-chefe do banco BV, Roberto Padovani destacou o tom mais ríspido do Banco Central e a indicação de que a Selic continuará em alta

MUDANÇA NOS JUROS

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou no comunicado da decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 4,25% ao ano

Subiu de novo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 4,25% ao ano

Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies