Menu
2020-06-12T15:03:51-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Início dos negócios

Ibovespa cai forte em ajuste ao exterior e dólar supera R$ 5

Bolsa caminha para terceira queda seguida na volta do feriado e perde os 91 mil pontos, enquanto exterior opera em alta

12 de junho de 2020
10:24 - atualizado às 15:03
Selo Mercados AGORA Ibovespa dólar
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O Ibovespa aprofundou as perdas na tarde desta sexta-feira (12), e recuava 3,30%, aos 91.562 pontos às 14h44. Já o dólar à vista ampliou a alta e sobe 3,12%, aos R$ 5,0896.

O dia é de ajuste nos mercados locais depois do feriado de Corpus Christi ontem, quando não tivemos pregão por aqui. Lá fora, a quinta-feira foi bastante negativa, com os investidores reagindo mal ao número de casos de coronavírus nos Estados Unidos, o que reacendeu o temor de uma segunda onda.

Os números pessimistas do Federal Reserve, o banco central americano, para a economia do país em 2020 também azedaram as negociações.

Entretanto, os mercados hoje operam em alta lá fora, exibindo uma leve recuperação, que foi também beneficiada pelos números positivos de confiança do consumidor nos EUA.

Mais cedo, a Universidade de Michigan informou que o índice de sentimento do consumidor no país subiu de 72,3 em maio para 78,9 em junho, acima das expectativas dos analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 75.

No entanto, há pouco as bolsas americanas passaram a desacelerar os ganhos, em repercussão à fala do presidente do Fed de Richmond, Thomas Barkin, que manifestou temor de que alguns empregos perdidos em razão da pandemia podem não voltar após a crise.

Há pouco, os índices americanos viraram para queda, com o Dow Jones caindo 0,14%, o S&P 500 recuando 0,13% e o Nasdaq perdendo 0,43%.

Os juros futuros curtos operam em leve baixa nesta sexta, enquanto os mais longos sobem:

  • Janeiro/2021: de 2,175% para 2,16%;
  • Janeiro/2023: de 4,12% para 4,13%;
  • Janeiro/2025: estáveis em 5,67%.
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Proteção

Governo de SP coloca estado na fase vermelha da quarentena a partir do dia 25

Nos dias úteis, a fase vermelha valerá das 20h às 6h.

insatisfação

Empresários pressionam por vacinas, oferecem ajuda e criticam governo

Eles cobram do presidente Bolsonaro pressa na imunização, criticam a politização por causa das eleições de 2022, se colocam à disposição para ajudar e pedem ação do governo

esg

Ambev fecha compra de mil veículos elétricos

Produção será feita em área exclusiva na fábrica da Agrale em Caxias do Sul (RS), com quem a empresa tem contrato de cooperação técnica

Exile on Wall Street

Tempo: o investimento mais importante da sua vida

Tempo é o recurso mais valioso e escasso do mundo, cada pessoa tem uma quantidade limitada, mas indeterminada, dele. Como você tem usado o seu?

Recuperando lentamente

Volkswagen prevê lucro operacional ajustado mais baixo em 2020

A montadora projeta fluxo de caixa líquido de cerca de 6 bilhões de euros.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies