Menu
2020-10-02T18:05:29-03:00
Ricardo Gozzi
Ninguém está a salvo

Ibovespa acompanha queda em Wall Street e dólar volta a subir com Trump em quarentena

Presidente dos EUA testa positivo para o novo coronavírus e desencadeia movimento de aversão ao risco nos mercados financeiros internacionais

2 de outubro de 2020
17:57 - atualizado às 18:05
Donald Trump
Imagem: Shutterstock

Se o coronavírus pode pegar aquele que é percebido como o “homem mais poderoso do mundo”, ele pode pegar qualquer um. E se a covid-19 pode pegar qualquer um, é preciso levar em consideração que os desafios criados pela pandemia à retomada da atividade econômica talvez sejam muito maiores do que muitos ainda insistem em acreditar.

De um modo bem resumido, é verdade, mas foi essa percepção do mercado financeiro sobre o anúncio feito na calada da noite pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que ele e a esposa testaram positivo para o novo coronavírus que levou os investidores a fugirem de qualquer ativo percebido como arriscado nesta sexta-feira.

Com a proximidade das eleições presidenciais norte-americanas, a notícia também lançou uma nova onda de incerteza sobre o cenário político do país.

A notícia fez com que as bolsas de valores europeias e os principais índices de ações em Nova York fechassem no vermelho. Em Wall Street, o índice Dow Jones recuou 0,48%, o S&P 500 caiu 0,96% e o Nasdaq fechou em queda de 2,22%.

Troca de farpas entre Guedes e Marinho acentua queda do Ibovespa

Por aqui, o Ibovespa teve um início de sessão volátil antes de firmar-se em queda no fim da manhã acompanhando o recuo em Wall Street.

A situação já não vinha bem, mas ultimamente parece que nenhuma notícia vinda de Brasília é tão ruim que não possa piorar a situação na B3.

A série de episódios de mal-estar envolvendo o ministro da Economia, Paulo Guedes, e aliados no governo ou no Congresso ganhou um spin-off na tarde de hoje.

Em call fechado da Ativa Investimentos com agentes do mercado, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assegurou que o programa Renda Cidadã sai "por bem ou por mal" e carregou nas tintas ao criticar a condução do caso pelo Ministério da Economia.

Guedes não deixou quieto. Disse não acreditar que Marinho falou mal dele, mas, se falou, é "despreparado, desleal e fura-teto".

O principal índice da bolsa brasileira acabou fechando em queda de 1,53%, aos 94.015, 58 pontos. Na semana, o Ibovespa acumulou perda de 3,08%.

O dólar, por sua vez, voltou a subir, fechando em alta de 0,29%, a R$ 5,6704. Com isso, a moeda norte-americana avançou 2,07% sobre o real no acumulado da semana.

Desde o início do ano, a depreciação do real ante o dólar ultrapassa os 41%, o que faz da moeda brasileira a maior perdedora dentre as divisas de mais liquidez nos mercados internacionais de câmbio.

Entre os componentes do Ibovespa, as empresas do setor bancário se destacaram positivamente depois de o Banco Central ter prorrogado até abril de 2021 a vigência da alíquota temporária de 17% dos compulsórios sobre recursos a prazo.

Já as ações da Petrobras puxaram a bolsa para baixo acompanhando o recuo do barril do brent nos mercados internacionais de petróleo.

Confira a seguir as 5 maiores altas e as 5 maiores quedas do dia entre os componentes do Ibovespa.

MAIORES ALTAS

  • Santander Brasil Unit (SANB11) +1,79%
  • CSN ON (CSNA3) +1,45%
  • Bradesco PN (BBDC4) +0,80%
  • Natura ON (NTCO3) +0,74%
  • Bradesco ON (BBDC3) +0,47%

MAIORES BAIXAS

  • Azul PN (AZUL4) -5,56%
  • CVC ON (CVCB3) -5,28%
  • Magalu ON (MGLU3) -4,19%
  • Petrobras PN (PETR4) -4,18%
  • Petrobras ON (PETR3) -3,86%

Trump testa positivo para covid-19

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, utilizou o Twitter para anunciar que tanto ele quanto a primeira-dama testaram positivo para o coronavírus.

"Esta noite, Melania e eu testamos positivo para covid-19. Vamos iniciar nossa quarentena e processo de recuperação imediatamente. Vamos superar isto juntos"

Faltando apenas um mês para as eleições presidenciais norte-americanas, o teste positivo de Trump para covid-19 inspira diversas incertezas.

No momento, analistas ainda avaliam se a notícia pode mudar o curso da corrida eleitoral, uma vez que o candidato à reeleição terá de permanecer isolado restando pouco mais de um mês para a votação. Além disso, a idade e o sobrepeso enquadram Trump dentro do grupo de risco.

A atenção dos investidores também se volta para o adversário de Trump, o candidato democrata e ex-vice-presidente Joe Biden. Os dois estiveram no decorrer desta semana para a primeira rodada de debates com vistas às eleições de novembro.

Na avaliação de Nannette Hechler-Fayd’herbe, diretora de investimento do banco Credit Suisse, o teste positivo de Trump tende a servir como um sinal de alerta para os agentes dos mercados financeiros com relação ao persistente avanço da pandemia.

"Se aconteceu com o presidente, pode acontecer com qualquer um, com todo o potencial disruptivo que isso pode ter sobre a atividade econômica", alertou ela.

Além disso, prossegue Nannette Hechler-Fayd’herbe, a notícia tende a colocar em evidência a forma como o presidente norte-americano lidou com a pandemia.

Payroll reforçou mau humor entre investidores

Ainda nos Estados Unidos, outra notícia a contribuir para o mau humor entre os investidores nesta sexta-feira foi a divulgação, pelo Departamento do Trabalho dos EUA, dos dados do relatório de emprego do país, o payroll.

O resultado veio muito aquém das expectativas dos analistas. Foram criadas 661 mil novos postos de trabalho em setembro, enquanto as projeções indicavam a abertura de pelo menos 800 mil novas vagas.

Depois do payroll mais fraco do que o esperado, a divulgação de dados de encomenda à indústria dos EUA e da confiança do consumidor norte-americano injetaram um pouco de ânimo nos mercados.

Por aqui, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que a produção industrial subiu 3,2% em agosto ante julho. Apesar de ter sido a quarta alta mensal seguida, o resultado veio abaixo do esperado pelos analistas.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Escolha da CEO

Petrobras: uns choram, outros vendem lenços

O tapa na cara que o investidor levou do governo Bolsonaro foi o assunto da semana passada

Alto lá

Robinhood negocia pagamento de multa para encerrar investigação

Corretora ficou em evidência com tentativa de ‘short squeeze’ nas ações da Gamestop

BASTIDORES

Entrevista: Como Ruy Hungria conseguiu lucro de 1.250% com Petrobras no dia em que a ação despencou mais de 20%

quem investe em opções têm a chance de ganhar mesmo quando os mercados estão em baixa. Foi o que aconteceu com os seguidores do Ruy

Aqui não!

SEC suspende nos EUA negociação de papéis de 15 empresas por risco a investidores

Ação tem como alvo “aparentes tentativas de mídia social para inflar de modo artificial o preço de suas ações”, diz o órgão

PANDEMIA AVANÇA

Brasil registra 1.337 mortes em 24 horas; Estados anunciam restrições

Média móvel de óbitos bate recorde pelo terceiro dia seguido, segundo Fiocruz

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies