Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-01T18:12:39-03:00
Ricardo Gozzi
De virada

Ibovespa aproveita bom desempenho da Petrobras e estreia no quarto trimestre com virada contra cautela

Com virada da bolsa a partir do meio da tarde, cautela com os cenários político e fiscal locais ficou restrita aos mercados de câmbio e juros

1 de outubro de 2020
17:50 - atualizado às 18:12
Jogador de futebol chuta bola
Jogador de futebol chuta bola - Imagem: Shutterstock

O primeiro pregão do último trimestre de 2020 teve ares de um emocionante jogo de futebol com duas viradas no Ibovespa.

Depois de sair ganhando em sua estreia em outubro, o índice nem teve tempo de comemorar. Logo ficou em desvantagem no placar e teve que correr atrás.

Algumas mexidas depois, o Ibovespa recuperou-se na etapa complementar e conseguiu uma virada sobre a cautela dos investidores com os cenários fiscal e político do Brasil.

O craque responsável por mudar o cenário em campo foi a Petrobras, que saiu de um desempenho apagado no começo para conduzir o Ibovespa à conquista do resultado positivo.

O jogo

O Ibovespa saiu na frente. O principal índice de ações da B3 começou a partida acompanhando o movimento de apetite por risco vigente nos mercados financeiros internacionais em meio à expectativa de um acordo bipartidário em torno de um trilionário pacote de estímulo à economia dos Estados Unidos.

A esperança em um novo pacote com valor entre US$ 1,5 trilhão e US$ 2,2 trilhões em estímulos fiscais fez as bolsas de valores europeias fecharem majoritariamente em alta. Em Wall Street, os três principais índices (Dow Jones, +0,13%; S&P-500, +0,53%; Nasdaq, +1,42%) encerraram no azul.

Ainda no começo, entretanto, o Ibovespa sofreu a primeira virada do dia.

Apesar do otimismo predominante, o fato de democratas e republicanos estarem há meses sem conseguir desfazer o impasse em torno do acordo limitava um pouco os ganhos, uma vez que as eleições presidenciais norte-americanas se aproximam e tendem a dificultar aproximações entre situação e oposição.

Além disso, a cautela dos investidores com relação aos cenários político e fiscal no Brasil pressionou os ativos locais durante a maior parte da estreia do Ibovespa no mês de outubro e, consequentemente, no quarto trimestre.

Cautela fiscal e política limitou ganhos

Durante a maior parte do dia, os investidores locais acompanharam o impasse relacionado às fontes de financiamento do programa Renda Cidadã ao mesmo tempo em que monitoram os desdobramentos dos desentendimentos entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Em nova troca de farpas ocorrida ontem, o presidente da Câmara afirmou que Guedes está ‘desequilibrado’ depois de o ter acusado de ter feito ‘um acordo com a esquerda' para não pautar privatizações no Congresso.

Sobre o programa de renda mínima cotado para suceder o Bolsa Família, embora a informação de que o governo teria desistido dos recursos de precatórios tenha sido considerada 'positiva', a fonte de financiamento do Renda Cidadã segue indefinida.

Virada veio com a Petrobras

Dentre os componentes do Ibovespa, os papéis da Gol e da Azul registraram forte alta depois de o Goldman Sachs ter revisado sua recomendação para as companhias aéreas de 'neutra' para 'compra'.

As ações de shopping centers também registravam bom desempenho em meio à expectativa de afrouxamentos das regras de isolamento social no Brasil.

Outro papel a brilhar hoje foi o da resseguradora IRB Brasil, que mantém o bom desempenho do fim do trimestre anterior em meio a uma sucessão de notícias consideradas positivas para a empresa. Mais uma vez a ação ON da IRB figurou como a de maior valorização do dia no Ibovespa.

Mas quem conduziu a virada foi a Petrobras. Os papéis da companhia estatal de petróleo e gás passaram a subir com o julgamento sobre a venda de ativos em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF). Petrobras ON avançou 0,91%, enquanto Petrobras PN subiu 1,22%.

Com isso, o Ibovespa encerrou o dia em alta de 0,93%, aos 95.478,52 pontos.

Confira a seguir as 5 maiores altas e as 5 maiores quedas do dia entre os componentes do Ibovespa.

MAIORES ALTAS

  • IRB Brasil ON (IRBR3) +8,14%
  • Cogna ON (COGN3) +6,56%
  • Multiplan ON (MULT3) +5,76%
  • BR Malls ON (BRML3) +5,61%
  • Azul PN (AZUL4) +5,41%

MAIORES BAIXAS

  • Natura ON (NTCO3) -4,99%
  • Qualicorp ON (QUAL3) -3,50%
  • CVC ON (CVCB3) -2,60%
  • Minerva ON (BEEF3) -1,62%
  • B3 ON (B3SA3) -0,87%

Dólar e juro

Com a virada do Ibovespa, a cautela com os cenários político e fiscal locais concentrou-se no mercado de câmbio.

O dólar fechou em alta de 0,63%, cotado a R$ 5,6541.

Com isso, o real segue como a moeda mais desvalorizada ante a divisa norte-americana em 2020, com depreciação superior a 40% no acumulado do ano.

Já os contratos de juros futuros fecharam em alta acompanhando a valorização do dólar em meio à persistente percepção de deterioração do cenário fiscal brasileiro.

As taxas de DI também reagiram ao leilão de títulos públicos realizado na manhã de hoje pelo Tesouro Nacional.

Confira as taxas negociadas de alguns dos principais contratos negociados na B3:

  • Janeiro/2022: de 3,050% para 3,120%;
  • Janeiro/2023: de 4,510% para 4,610%;
  • Janeiro/2025: de 6,500% para 6,530%;
  • Janeiro/2027: de 7,480% para 7,500%.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ÚLTIMO ADEUS?

De malas prontas para deixar a B3, Banco Inter (BIDI11) reverte prejuízo em lucro líquido de R$ 19,2 milhões no terceiro trimestre

O banco digital também celebrou a marca de 14 milhões de clientes no período, um salto de 94% na comparação com o terceiro trimestre de 2020

Tecnologia em foco

As big techs na balança: veja como foi o trimestre de Google, Microsoft e Twitter

Três das principais big techs americanas reportaram seus balanços nesta noite; veja como se saíram Alphabet/Google, Microsoft e Twitter

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Pressão nos juros, Elon Musk mais rico e o brilho das ações das elétricas

As projeções de bancos e economistas para a alta da Selic não param de subir. É possível ver essa tendência semanalmente no boletim Focus, divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central, em relatórios de diversas casas de análise e na curva dos juros futuros — que não param de ser revisados para patamares cada vez mais […]

ACIONISTAS FELIZES

Farra dos dividendos: Santander (SANB11), Klabin (KLBN11) e Porto Seguro (PSSA3) anunciam proventos; banco espanhol vai pagar R$ 3 bilhões aos acionistas

Confira mais detalhes sobre os valores por ação, previsão para o pagamento e a data-limite para entrar na festa de cada uma das três empresas

MERCADOS HOJE

Ibovespa volta a cair mais de 2% na véspera da decisão do Copom; inflação salgada e fiscal deteriorado comandaram o dia

O mercado financeiro aguarda ansioso pelas palavras do BC, que devem pesar a recente deterioração do cenário fiscal e a elevação dos preços. O Ibovespa teve novo dia de perdas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies