Menu
2020-11-30T17:01:18-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
mercados hoje

Ibovespa cai 1% com blue chips, ecoando Nova York, e dólar avança

Índice caminha para fechar novembro em alta de 16%. Dia é de estresse para ativos de risco pelo mundo após EUA sancionarem empresa chinesa. Por aqui, Estado de São Paulo volta à fase amarela da reabertura da economia

30 de novembro de 2020
10:58 - atualizado às 17:01
Ibovespa mercados em queda
Imagem: Shutterstock

O Ibovespa opera em queda firme na última sessão de novembro, sem fôlego para adicionar ganhos aos registrados no mês refletindo o recuo dos índices acionários à vista em Nova York, sob pressão de pesos-pesados do índice como bancos, Vale e Petrobras.

Ativos de risco no mundo inteiro passaram a se deteriorar com mais força nesta segunda-feira (30) após os Estados Unidos decidirem impor sanções a uma companhia chinesa que supostamente vendia tecnologia à Venezuela, a China National Eletronics Import and Export Corporation, piorando o clima de tomada de risco e fortalecendo o dólar.

Os principais índices acionários na Europa em Londres, Paris e Frankfurt, de seu lado, fecharam em queda de ao menos 0,3%.

Por volta das 17h, o principal índice acionário da B3 caía 1,2%, cotado aos 109.205 pontos — no entanto, ele ainda caminha para fechar novembro em alta de 16%.

Ações como Azul, Gol e CVC, de setores amplamente penalizados pela pandemia, estavam entre as maiores altas do índice após a confirmação da eficácia da vacina da Moderna e seu pedido para uso emergencial.

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
AZUL4Azul PN           38,87 5,37%
GOLL4Gol PN           24,06 4,79%
YDUQ3Yduqs ON           32,95 2,97%
CRFB3Carrefour Brasil ON           19,67 1,34%
CMIG4Cemig PN           12,61 1,29%

Papéis de bancos, Vale e Petrobras operavam em queda, pesando no índice por conta de sua alta participação. A estatal cai acompanhando a baixa do preço do barril de petróleo Brent no mercado internacional.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) informou, por volta das 15h, que a reunião de hoje do cartel terminou hoje e continuará amanhã. O grupo ainda não decidiu sobre uma possível prorrogação do acordo que prevê cortes na produção da commodity para o ano que vem, disse a Dow Jones Newswires.

Varejistas, como Magazine Luiza ON (que cai 3%), Via Varejo e B2W, também operavam em queda, em um mês de rotação setorial que preteriu as ações vencedoras com as medidas de isolamento social e preferiu blue chips e papéis defasados.

Outra notícia no radar dos investidores é a regressão de todo o Estado de São Paulo para a fase amarela no plano de reabertura da economia, o que pressiona ações do varejo e shoppings (além de BR Malls, Multiplan ON cai 3%). A mudança não fechará bares, restaurantes, comércio nem escolas.

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
BTOW3B2W ON           71,31 -6,92%
CIEL3Cielo ON             3,59 -4,52%
BRML3BR Malls ON             9,81 -4,11%
VVAR3Via Varejo ON           17,77 -3,89%
WEGE3Weg ON           74,04 -3,84%

Dólar e juros para cima

O dólar, por sua vez, iniciou a sessão em recuo, mas não consegue, nesta segunda, manter a trajetória de queda vista no mês — em que a baixa foi sustentada pelo ingresso de recursos estrangeiros no país.

A moeda agora opera em alta, refletindo a sanção dos EUA à empresa chinesa. O Dollar Index (DXY), que compara o dólar a uma cesta de moedas fortes como euro, libra e iene, também aponta para cima, com um leve ganho.

Por volta das 17h, a moeda americana subia 0,5%, para R$ 5,3537.

No cenário local, os investidores monitoram o andamento da pauta econômica do governo no Congresso Nacional.

O jornal Valor Econômico noticia que, passado o período de eleições, o objetivo primeiro da gestão Jair Bolsonaro é aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Outros projetos com tramitação travada, como o PLP 137 (que libera recursos R$ 177 bilhões de 29 fundos à covid019), a PEC Emergencial, o PL da Cabotagem e o PLP 101, que estabelece o Programa de Acompanhamento e Transparência Fiscal, também são temas de prioridade.

Os juros, precificando essa piora do risco, além de uma situação fiscal já delicada, chegaram a subir 20 pontos-base (0,2 ponto percentual) na ponta longa (contrato de janeiro de 2025), mas saíram das máximas e têm apenas uma leve alta neste momento. Taxas futuras mais curtas recuam.

O boletim Focus do Banco Central apontou que os economistas estão observando uma alta cada vez maior dos preços para 2020, em meio à postura do BC de tratar essa inflação como resultado de um choque transitório.

Esta foi a 16ª semana consecutiva que o relatório mostra um ajuste positivo no principal indicador de inflação, o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Na semana passada, a expectativa era de fechar 2020 com um avanço de 3,45% — nesta, é de 3,54%, de acordo com a mediana.

Veja as taxas dos principais vencimentos agora:

  • Janeiro/2021: de 1,932% para 1,912%
  • Janeiro/2022: de 3,28% para 3,27%
  • Janeiro/2023: de 4,94% para 5,00%
  • Janeiro/2025: de 6,70% para 6,77%

.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

SERÁ QUE VAI SEXTAR?

Ibovespa busca mais uma alta semanal na cola da Vale e da Petrobras

Apetite por risco lá fora, bons resultados trimestrais e pausa na CPI devem dar uma folga para investidores hoje

cardápio de balanços

CCR, Cyrela Realty, EcoRodovias, IRB, BR Malls, Magalu e Petrobras: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

Resultados das empresas no primeiro trimestre ajudam a movimentar o pregão nesta sexta; veja os principais números

IR 2021

Imposto de Renda: Como declarar compra e venda parcelada de imóvel sem financiamento bancário?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

SEXTOU COM O RUY

O que uma pesquisa no Google diz sobre as ações com maior potencial na reabertura da economia

De maneira geral, as pessoas estão com vontade de sair de casa, até mesmo para fazer coisas que nem gostavam tanto assim — como ir ao teatro, no meu caso

balanço do dia

Covid-19: Brasil tem 430.417 mortes e 74.592 novos casos da doença

O Brasil bateu a marca das 430 mil vidas perdidas para a pandemia do novo coronavírus. Nas últimas 24 horas foram registradas 2.383 novas mortes. Com isso, o total de vítimas que não resistiram à covid-19 chegou a 430.417. Ainda há 3.671 óbitos em investigação. Isso ocorre porque há casos em que um paciente morre, […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies