Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-03-21T11:16:24-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Negócio avança?

Fusão de Aliansce e Sonae Sierra pode criar empresa de shoppings de R$ 6 bilhões

Ações reagem em alta à notícia de que empresas possuem um acerto preliminar para combinar seus negócios. Juntas, elas possuem administração ou detêm participação em 39 shoppings

21 de março de 2019
11:16
WestPlaza aliansce
Shopping West Plaza, em São Paulo - Imagem: Divulgação

As empresas de shopping centers Aliansce e Sonae Sierra Brasil negociam uma combinação de seus negócios. Um negócio que é bom acompanhar de perto, já que ambas as companhias possuem ações na bolsa.

A transação pode criar uma companhia com valor de mercado da ordem de R$ 6 bilhões, com base nas cotações das ações ontem. Juntas, as empresas possuem administração ou detêm participação em 39 shoppings.

Em comunicado encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Aliansce e a Sonae Sierra informaram que assinaram um memorando de entendimentos não vinculante com acertos preliminares.

As ações de ambas as empresas sobem hoje na bolsa. Por volta das 11h, os papéis da Aliansce eram negociados em alta de 2,02% e os da Sonae Sierra, de 1,72%.

As conversas entre as empresas acontecem desde o ano passado, mas podem avançar diante do avanço da concorrência. A brMalls, líder no setor, negocia a compra do grupo Almeida Junior, dono de seis shoppings centers em Santa Catarina, segundo informações publicadas na imprensa.

A Aliansce é a segunda maior administradora de shoppings do país, com 20 operações próprias e dez de terceiros. No portfólio da empresa estão, por exemplo, a rede Boulevard em seis cidades, como Brasília, Belo Horizonte e Bauru (SP) e o shopping West Plaza, em São Paulo (SP). O principal acionista da companhia é o fundo canadense CPPIB.

Já a Sonae Sierra Brasil é controlada pelo maior grupo empresarial português. No país, a empresa administra nove shoppings, incluindo o Plaza Sul e o shopping Campo Limpo, em São Paulo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Ora, pois

Bradesco deve abrir base em Portugal para ‘seguir’ milionários brasileiros

Movimento de migração de famílias clientes do segmento private do banco após a pandemia levou à retomada dos estudos para entrar no mercado lusitano

De volta aos dois dígitos

Mercado já vê juros de até 11% em 2022

Drible no teto de gastos gerou movimento generalizado nas instituições financeiras para revisar para cima suas projeções para a taxa de juros

Óleo e gás

3R Petroleum (RRRP3) certifica reservas provadas de 185,1 milhões de barris

Companhia divulgou resultado da certificação de reservas do Campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos, cuja participação foi adquirida da Petrobras

Valor intangível

As 10 marcas mais valiosas do mundo em 2021 – a líder vale US$ 408,2 bilhões

Apple lidera ranking da Interbrand, seguida de outras big techs; com alta de 184%, Tesla foi a marca com maior salto no seu valor no último ano

Contrata-se

Fintechs fazem mercado de vagas crescer 466%, com foco em tecnologia

Startups de tecnologia para o mercado financeiro procuram talentos sobretudo na área de TI, e alguns processos seletivos são exclusivos para mulheres

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies