Cotações por TradingView
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Xi...

Notícia ruim para Usiminas… Itaú BBA rebaixa papéis da empresa de outperform para market perform

O rebaixamento é porque os preços domésticos para o aço devem se recuperar de maneira mais moderada e ficar abaixo dos valores alcançados em 2018

Bruna Furlani
Bruna Furlani
14 de janeiro de 2019
15:14 - atualizado às 8:55
Trabalhador operando um alto-forno da Usiminas
Trabalhador operando um alto-forno da Usiminas - Imagem: Shutterstock

Diante de um cenário mais complicado para a recuperação dos preços domésticos para o aço no Brasil neste ano, o Itaú BBA rebaixou a nota das siderúrgicas Usiminas (USIM5). A companhia foi rebaixada para market perform - que é quando os analistas esperam que os papéis tenham desempenho idêntico ao do mercado. Antes os papéis da empresa estavam classificados como outperform (performance acima do desempenho do mercado).

No pregão da última sexta-feira (11), a ação fechou cotada a R$ 10,18. E até o início da tarde de hoje (14), os papéis de Usiminas PNA lideravam as maiores baixas do Ibovespa, com queda de 2,85%. Segundo o relatório, o preço-alvo da ação é de R$ 12.

Na avaliação do Itaú BBA, o rebaixamento é porque os preços domésticos para o aço devem se recuperar de maneira mais moderada e ficar abaixo dos valores alcançados em 2018. Aliado a isso, há também a valorização do real e uma possível redução nas tarifas de importação.

A expectativa dos analistas é que as ações de siderúrgicas tenham um desempenho pior do que papéis de companhias atreladas a outras commodities em um cenário de crescimento global mais fraco.

Assim como as ações da Usiminas, os papéis da siderúrgica Ternium também tiveram a nota rebaixada de outperform para market perform, por conta de resultados mais fracos e preocupações no México e na Argentina. Já as ações da Companhia Siderúrgica Nacional (código CSNA3) permaneceram como market perform.

Preferida 

No setor de siderurgia, a ação preferida do Itaú BBA é da Gerdau (GGBR4), que recebeu avaliação de outperform. No relatório do Itaú BBA, o preço-alvo estipulado foi de R$ 20 por ação.

A justificativa para a boa avaliação está ligada ao baixo risco de alavancagem - que é quando uma empresa consegue aumentar o volume de receita líquida sem provocar grandes alterações no total de custos -, ao alto fluxo de caixa livre e ao preço atrativo.

No pregão desta segunda-feira (14), os papéis de Gerdau fecharam o dia cotados a R$15,20.

Compartilhe

SETOR HOSPITALAR

Viveo (VVEO3) fecha mais duas aquisições e pode disparar 44% até o fim de 2022, diz Itaú BBA; entenda a análise

23 de agosto de 2022 - 12:06

Holding totaliza oito compras desde o início de 2022. Para o Itaú, as novas operações anunciadas pela companhia são positivas para o conglomerado — e para sua carteira

TOKENIZAÇÃO A TODO VAPOR

Itaú lança unidade de negócios focada em tecnologia blockchain e entra de cabeça na tokenização; conheça os planos do banco

14 de julho de 2022 - 16:02

A ideia do Itaú é aumentar a possibilidade de investimentos, hoje restritos apenas ao público especializado, para os investidores do varejo

JANELA DE OPORTUNIDADE?

BTG Pactual (BPAC11) está barato? Com a queda recente, Itaú BBA acredita que as units podem disparar mais de 60% até o fim de 2022

22 de junho de 2022 - 14:02

Com preço-alvo de R$ 35,00 por unit até dezembro, o banco continua sendo a principal escolha dos analistas em finanças em questão de crescimento

DESTAQUES DA BOLSA

Por que as ações da PagSeguro (PAGS34) despencam 20% apesar do lucro recorde no 1T22?

9 de junho de 2022 - 14:18

O mercado enxerga além do 1T22 e pode estar precificando novamente as dificuldades que a empresa talvez enfrente nos próximos meses

NOVO SHAPE

Da academia pra carteira: Smart Fit (SMFT3) tem potencial de alta de 34%, diz Itaú BBA — saiba se é hora de comprar

21 de maio de 2022 - 12:44

Depois do confinamento provocado pela covid-19, a indústria fitness enfrenta agora um cenário desafiador, com inflação alta, segundo o banco de investimentos

ACENDEU E APAGOU

Itaú BBA vê bons dividendos para CPFL (CPFE3), mas é cauteloso com outra gigante do setor; saiba qual ação foi cortada e por quê

13 de abril de 2022 - 13:44

Avaliações atraentes, proteção contra inflação e fluxo de caixa resiliente são alguns dos pontos que justificam a visão positiva do banco de investimentos para as utilities, mas nem todas as empresas desfrutarão desse cenário

CORTOU NA CARNE

Itaú BBA rebaixa recomendação da Marfrig (MRFG3); saiba qual é a ação preferida do banco entre os frigoríficos

1 de abril de 2022 - 12:53

Queda de margens na América do Norte e oferta de gado no Brasil influenciam as eleitas como queridas do banco de investimento para o setor

VELHO NORMAL?

Depois de ver Itaú recuperar o trono de banco mais valioso da América Latina, Nubank (NUBR33) agora também vale menos que o Bradesco

26 de janeiro de 2022 - 7:50

Ações do Nubank acumulam queda de mais de 20% desde estreia na bolsa de Nova York, em dezembro de 2021, e estão 40% abaixo do pico

RIVALIDADE BANCÁRIA

Ultrapassado pelo Nubank em valor de mercado, Itaú BBA não acha uma boa comprar ações do roxinho

4 de janeiro de 2022 - 18:17

Banco de investimento chama atenção para desafio estrutural ao potencial de monetização de clientes do Nubank no Brasil

SD ENTREVISTA

Algumas empresas foram cedo demais para a bolsa, mas o fracasso dos IPOs de 2021 foi estrutural, afirma executivo do Itaú BBA

24 de dezembro de 2021 - 5:40

Roderick Greenlees, global head do banco de investimento no Itaú BBA, culpa a deterioração do cenário econômico pelo desempenho pífio das novatas e vê um cenário complicado para novas estreias em 2022

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies