Menu
2019-04-05T17:07:13-03:00
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
CEO do Seu Dinheiro. É CFP® (Certified Financial Planner). Tem graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa. Foi Diretora de Conteúdo e editora-chefe do Seu Dinheiro, editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e do portal IG.
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
AO VIVO ÀS 12H30

As novas regras do Tesouro Direto e alguns pingos nos ‘is’

Julia Wiltgen e Marina Gazzoni falam sobre as mudanças nas regras do Tesouro Direto. Será que vale a pena colocar lá sua reserva de emergência?

5 de abril de 2019
9:56 - atualizado às 17:07

Na segunda-feira (1º), a Julia Wiltgen publicou uma matéria provando por A mais B que o Tesouro Selic, aquele título que deveria ser o mais seguro de todos, estava rendendo abaixo da poupança para aplicações por menos de seis meses. Tudo por causa de um spread absurdo que o Tesouro cobra do investidor no resgate antecipado dos títulos públicos.

Quatro dias após a Julia colocar a boca no trombone, o Tesouro Nacional mudou a regra do jogo. Ele reduziu o tal do spread, o “pedágio” que cobra de quem quer vender o título antes do vencimento, de 0,04% para 0,01%. Mas, e aí, resolveu a situação ou só está “menos ruim”? Marina Gazzoni e Julia Wiltgen conversam sobre as consequências da mudança para seus investimentos no vídeo abaixo. Para acompanhar, basta dar o play abaixo.

 

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Embarque imediato

Depois de incorporação, acionistas da Smiles aprovam saída do Novo Mercado

Além disso, assembleia votou a destituição do conselho de administração e a eleição de novos membros, inclusive do presidente

Procuram-se semicondutores

Falta de chips adia recuperação da indústria automobilística

O setor deve perder a chance de recuperar mercado no segundo semestre, período em que tradicionalmente se vendem mais carros

Mais uma na bolsa

Investindo no banco de investimentos: BR Partners sobe forte na estreia na bolsa

A BR Partners, banco de investimentos independente, concluiu seu IPO e estreou na bolsa nesta segunda — e a recepção do mercado foi boa

Tela azul

O “selo Buffett” no Nubank, a falha da Coca-Cola com CR7 e uma fraude no setor de tecnologia; confira os destaques da edição #37 do Tela Azul

Richard Camargo, André Franco e Vinícius Bazan comentam os principais assuntos no mundo das techs em papo descontraído e reforçam o convite para o evento que vai revelar as ações de tecnologia mais promissoras do momento

Bola rebola

Show das poderosas: Nubank estreia dueto com Anitta e cala os críticos com primeiro lucro

Fintech que já vale US$ 30 bilhões tem primeiro resultado positivo na história e anuncia contratação da cantora para compor o conselho de administração

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies