Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2019-10-14T14:37:39-03:00
TUDO QUE VAI MEXER COM SEU DINHEIRO HOJE

Você está mesmo a fim de ganhar dinheiro?

9 de agosto de 2019
10:51 - atualizado às 14:37
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Você certamente está incomodado em olhar o extrato na sua corretora e ver que seu dinheiro não rendeu nada. Pois é, os tempos de ganhos fáceis na renda fixa ficaram para trás - e não devem voltar tão cedo. Mas a questão é: você realmente está a fim de ganhar dinheiro?

Se de um lado, a temporada de juros baixos acabou com a mamata da renda fixa, por outro, abre uma gama de oportunidades para ativos de renda variável. A taxa de juros magrinha favorece investimentos como ações, imóveis, fundos imobiliários e até, quem sabe, um novo negócio.

Os gestores de fundos estão animados com esse cenário e você também deveria estar. Só precisa virar a sua chavinha mental e esquecer aquela ideia de colocar 100% do seu dinheiro na renda fixa. A hora é de arregaçar as mangas e mexer na carteira.


Por onde começar? Antes de tudo, fazer uma reflexão sobre o quanto você está disposto a correr riscos. Se você é do tipo que não aceita - ou não pode - arriscar muito, é melhor montar uma carteira conservadora (falamos sobre isso na quarta-feira e as indicações estão neste texto).

Mas se você está realmente a fim de ganhar dinheiro e aceita assumir um pouco mais de risco para ampliar suas possibilidades de ganho, a Julia Wiltgen traz aqui quatro opções de carteira para investidores arrojados. Dá uma olhada, pensa e veja se faz sentido para você.

A Bula do Mercado: mercado segue preocupado

O alívio sentido ontem pelo mercado é substituído pela retomada da tensão entre China e EUA, após o Banco Central chinês (PBoC) fixar a taxa de referência do yuan acima de 7 por dólar pelo segundo dia seguido. Além disso, a Casa Branca adiou a decisão sobre a permissão para empresas norte-americanas fazerem negócios com a Huawei.

A Ásia teve uma sessão mista hoje: Tóquio subiu 0,44%, mas Xangai caiu 0,7%, reagindo também ao avanço da inflação na China. As praças europeias abriram em queda, acompanhando o sinal negativo nos índices futuros das bolsas de Nova York.

Por aqui, o mercado segue de olho no cenário político e nos balanços das empresas. Os números trimestrais de Cyrela, MRV, B3, BRF e Suzano devem movimentar esta sexta-feira.

Ontem, o Ibovespa fechou em alta de 1,30%, aos 104.115,23 pontos. O dólar à vista caiu 1,18%, para R$ 3,9275. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Já imaginou perder US$ 5 bilhões em 3 meses?

Foi o que aconteceu com a Uber no segundo trimestre, que reportou um prejuízo líquido de US$ 5,24 bilhões. É normal que empresas de tecnologia deixem o lucro para depois e foquem seus recursos no crescimento, mas, neste caso, o mercado entendeu que a perda passou do ponto. As ações da Uber chegaram a despencar mais de 8% no pré-mercado da bolsa de Nova York. Mas o que explica esse rombo nas contas da Uber? O Victor Aguiar, que se debruçou sobre o balanço da empresa, conta essa história.

Nova roupa remendada

reforma da Previdência proposta pelo governo passou na Câmara, mas não sem “remendos” dos deputados. Caiu o tempo mínimo de contribuição para as mulheres da iniciativa privada e pública, entrou uma regra extra de transição para todos os trabalhadores e acabaram com a autorização para a criar um regime de capitalização. Os parlamentares ainda tiveram tempo de olhar para categorias específicas, como a dos professores e a dos trabalhadores rurais. Mas não foram só essas mudanças.

Qual é a proposta na mesa, afinal? Para você não ficar perdido, a Julia Wiltgen traz um resumo das novas regras para a Previdência aprovadas pela Câmara. Vale lembrar que o texto ainda precisa passar pelo Senado antes de entrar em vigor.

Afaga depois chuta

Confesso que fiquei surpresa com os discursos do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em dois eventos distintos aqui em São Paulo ontem. Em um evento promovido pelo BTG, ele elogiou o presidente Jair Bolsonaro e disse que a relação de Planalto e Congresso melhorou, assim como a qualidade da conversa. Em seguida, em um evento da Fundação Lemann, Maia afirmou que Bolsonaro “é o que temos até 2022” e sua eleição foi um “produto dos erros” da classe política. A conferir qual versão de Maia Brasília vai escolher digerir.

Lupa no FGC


Você já deve ter ouvido falar no FGC, o Fundo Garantidor de Créditos. A sigla é usada pelas corretoras como uma proteção ao dinheiro aplicado em CDBs, LCIs, LCAs e outros investimentos. Mas você sabe como ele funciona? É do governo? É dos bancos? Qual a cobertura? Neste vídeo, a Julia te conta tudo que você precisa saber sobre o FGC.

Um grande abraço e ótima sexta-feira!

Agenda

Índices
- IBGE divulga desempenho dos serviços em junho
- Alemanha e Reino Unido divulgam resultados de sua balança comercial em junho
- Reino Unido divulga prévia de seu PIB no 2º trimestre e resultados industriais em junho
- Rússia publica prévia de seu PIB no 2º trimestre

Mercados
- FMI divulga relatório de acompanhamento sobre a economia da China

Balanços 2º trimestre
- No Brasil: BRF
- Teleconferências: B3, BRF, Suzano, Cyrela, B2W, Lojas Americanas

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

FECHAMENTO DA SEMANA

Ufa! Ibovespa avança quase 5% em semana de alta volatilidade, mas dólar vai a R$ 5,68

A PEC emergencial e a disparada dos títulos públicos norte-americanos monopolizaram o noticiário, pressionando o câmbio e a bolsa

Regime especial

STF forma maioria para manter sigilo das informações do programa de repatriação

A análise tem origem em uma ação proposta pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) em 2017.

Piorou?

Guedes vê perda estrutural em PEC do auxílio

O plenário do Senado manteve o texto da PEC emergencial com o limite de R$ 44 bilhões para a despesa com o pagamento da nova rodada do auxílio para os mais vulneráveis.

DIÁRIO DE BORDO

À procura de um porto seguro para seu dinheiro em tempos turbulentos no Brasil? Veja onde investir

Se “mar calmo nunca fez bom marinheiro”, o que aprendi nesses meus 25 anos de mercado financeiro é que em momentos de ruídos e turbulências precisamos ser ainda mais persistentes e consistentes em nossos investimentos.

Suspeita de crime

CVM confirma processo para investigar suposto ‘insider trading’ na Petrobras

A suspeita de que alguém pode ter lucrado R$ 18 milhões com o vazamento de informações sobre o que ocorreria na estatal vieram à tona no início da semana e mexeram com os ânimos do mercado.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies