Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2019-08-05T19:32:39-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Trump gritou ‘truco’ e a China pediu 6

5 de agosto de 2019
19:32
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Na última sexta-feira, falei aqui no Seu Dinheiro sobre como a decisão de Donald Trump de taxar ainda mais produtos chineses parecia fazer parte de um jogo de pôquer, em que o presidente dos Estados Unidos pegava pesado nas negociações com a China como uma espécie de “blefe” para fazer o Federal Reserve baixar os juros.

O autor da analogia (e da análise) foi o meu colega Eduardo Campos, que bem observou: para quem não é muito de pôquer, também dá para pensar que o jogo da guerra comercial lembra uma partida de truco.

Confesso que pelo tom do presidente americano, gosto mais dessa segunda comparação. Pois bem, se pensarmos que, na semana passada, Trump gritou “truco” ao impor novas taxas, agora ficou parecendo que os chineses resolveram elevar a aposta e pediram seis.

Uma forte desvalorização da moeda da China, o yuan, derrubou os mercados nesta segunda-feira e levou o dólar de volta para as alturas. A moeda americana chegou a valer mais do que sete yuan, patamar que não era visto há uns dez anos.

Como Pequim consegue intervir diretamente no preço da sua moeda, Trump acusa os chineses de forçarem a desvalorização do yuan para tornar seus produtos mais baratos e, consequentemente, driblar a tarifação.

O governo do gigante asiático nega e diz que a desvalorização se deve a forças de mercado. Mas como o Edu bem disse na semana passada, os chineses jogam um jogo próprio, o Mahjong.

No Twitter, Trump tratou não só de elevar o tom contra a China como também chamou o Fed na chincha: “Isso se chama manipulação cambial. Você está ouvindo Federal Reserve? (sic)”

Por aqui, o Ibovespa chegou a perder o patamar dos 100 mil pontos, mas fechou aos 100.097 pontos, com queda de 2,50%, seguindo as bolsas americanas. Já o dólar fechou acima de R$ 3,95. O Victor Aguiar conta tudo sobre essa “maré vermelha” nos mercados, criada pelo mais recente episódio da guerra comercial.

Muita calma nessa hora

Apesar de muitos gestores e analistas estarem otimistas com a bolsa brasileira, há um forte sentimento de pé atrás com a guerra comercial, que é um dos principais riscos para os mercados no momento. A Bruna Furlani compareceu hoje a um evento exclusivo para investidores com os principais gestores de fundos do país, e trouxe um pouco das impressões cautelosas dos representantes da Ibiuna e da Kapitalo Investimentos. Vale a pena a leitura!

Enquanto isso, na nuvem…

Se para os mercados acionários o dia foi de tempestades e furacões, para o bitcoin a segunda-feira foi de sol e céu de brigadeiro. A criptomoeda deu um salto de quase 10% ao longo do dia e já retornou, em reais, ao patamar do início de julho, mês em que amargou perdas. Será que em agosto o bitcoin vai terminar no azul?

Mais grana no radar

Pela manhã a Caixa anunciou o calendário dos saques do FGTS, conforme noticiamos nesta newsletter. Agora à noite é hora de você conferir as novidades do Pasep. O Banco do Brasil anunciou a data de liberação de R$ 4,5 bilhões em créditos do fundo. Se você é um dos mais de 1,5 milhão de cotistas que esperam por essa grana, vale a pena conferir os detalhes dessa notícia.

Um pouco de história

Para quem chegou agora no mundo dos investimentos, os atritos e as polêmicas entre Trump e o presidente do Fed, Jerome Powell, podem acender um sinal amarelo. Mas esse tipo de conflito entre o presidente dos Estados Unidos e o guardião do dólar já aconteceu diversas outras vezes na história. E ninguém melhor para contar sobre isso do que o mestre Ivan Sant’Anna, que traça um paralelo entre as relações dos presidentes de banco central e os chefes do executivo nos Estados Unidos e no Brasil. Leitura boa para encerrar o seu dia!

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

inovação

Duratex cria fundo de R$ 100 milhões para investir em startups

Fabricante de madeira, deca e revestimentos cerâmicos planeja realizar aportes em iniciativas em diferentes estágios de evolução, sendo a única cotista do fundo

FECHAMENTO

BC mais brando e novo ‘pacote Biden’ deram o que falar — com inflação em foco, dólar se firma em R$ 4,90 e Ibovespa volta aos 129 mil pontos

A moeda americana registrou o quarto dia consecutivo de queda, com a pressão do pacote de infraestrutura dos EUA e a melhora do cenário local. No mercado de juros, os investidores reduziram as apostas em uma alta agressiva da Selic na próxima reunião

Fome de propostas

Presidente da Câmara quer acelerar reformas e pautas econômicas no Congresso

Lira espera receber ainda hoje o projeto do governo para mudanças no Imposto de Renda e comprometeu-se a votar a privatização dos Correios no mês que vem

Meta ambiental

Vale triplica para até US$ 6 bi previsão de investimentos para reduzir emissões de carbono

O objetivo da empresa é reduzir 33% das emissões diretas e indiretas de carbono até 2030

Conheça a proposta

Biden anuncia acordo com republicanos para investir US$ 1,2 trilhão em infraestrutura

O valor final é menor do que a soma proposta pelo presidente democrata, mas marcará o maior investimento de longo prazo em infraestrutura em quase um século

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies