Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-11-01T19:04:22-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Temos nosso próprio tempo

1 de novembro de 2019
19:04
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Todos os dias quando você acorda não tem mais o tempo que passou, já diria o gestor de investimentos Renato Russo, da Legião Urbana Asset. Mas ele próprio acrescentaria: temos nosso próprio tempo.

O fim de semana que se aproxima talvez seja o tempo que você precise para fazer aquela avaliação das suas economias. Reflita sobre quanto dinheiro você conseguiu reservar para concretizar seus planos, seja a compra de um bem, fazer um curso ou mesmo para a aposentadoria.

Você possivelmente também vai se encontrar com amigos ou familiares que vão lhe falar dos males da renda fixa e de como estão ganhando dinheiro investindo no mercado de ações. Embora as pessoas tenham uma tendência natural de contar vantagem, é provável que nesse caso elas estejam certas.

O Ibovespa, principal índice de ações da B3, fechou aos 108.195 pontos nesta sexta-feira e acumula alta de 23,1% no ano. Sei que o relato dos amigos e os números da bolsa saltam aos olhos. Mas não esqueça de respeitar seu próprio tempo.

Depois de separar aquela parcela dos recursos que você pode precisar no curto prazo, seja para uma emergência ou para dar entrada naquele apartamento que você está procurando faz tempo, vale a pena considerar investimentos com perfil de risco mais arrojado. Mas sabendo que a perspectiva de maior retorno vem sempre acompanhada de mais riscos.

Acompanhar a dinâmica de como funcionam os mercados é um passo fundamental para você aprender a tomar as rédeas do seu dinheiro. O que foi escondido é o que se escondeu, mas na cobertura do Victor Aguiar você vai encontrar tudo o que movimentou a bolsa nesta sexta-feira.

Garimpando na B3

Agora que o Ibovespa já acumula uma valorização de quase três vezes em relação ao fundo do poço alcançado lá no começo de 2016, encontrar ações ou fundos imobiliários com maior potencial de retorno exige um trabalho maior de garimpagem. Foi por isso que eu gostei tanto do texto desta semana do nosso colunista Alexandre Mastrocinque. Ele encontrou um papel na bolsa que não só está barato como foi deixado de lado por boa parte do mercado. Você pode ver que ativo é esse nesta análise exclusiva do SD Premium. Se você ainda não é Premium, pode testar todo o nosso conteúdo sem compromisso por um mês.

Famosa e milionária

Já ouviu falar na Zup? Eu fui apresentado à startup mineira com a notícia de que o Itaú Unibanco vai assinar um cheque de R$ 575 milhões para comprar a empresa que oferece serviços tecnológicos e já ajudou a desenvolver aplicativos para Vivo e Santander. Mas o que o maior banco privado brasileiro pretende fazer com a companhia? Nesta matéria você vai encontrar mais detalhes sobre o negócio.

Barrados no baile

Investimento com retorno garantido de 2% por semana ou até por dia. Como já diria o Pedro, da série Carga Pesada: “cilada, Bino!” Os golpes no mundo das finanças se proliferaram no mundo novo das redes sociais e grupos de WhatsApp. Foi pensando justamente nisso que a CVM lançou uma nova página em seu site que lista pessoas e instituições temporariamente impedidas de atuar no mercado financeiro. Pode ser um bom ponto de partida para você evitar cair em ciladas. Vale a pena conferir cada um desses 149 nomes.

Quero ser maçã

Quem vai ser o novo telefone celular no mundo dos dispositivos inteligentes? Roupas, relógios e acessórios que utilizam a tecnologia facilitar atividades cotidianas estão entre os principais candidatos. A Apple hoje é uma das líderes desse mercado, mas tem outra gigante querendo briga, mesmo após um caso fracassado (e reformulado) de óculos inteligente. O Google anunciou hoje a compra da Fitbit, empresa fabricante de relógios e pulseiras inteligentes capazes de rastrear atividades físicas. Saiba mais sobre os planos da gigante nesta matéria.

Juros no chão e cerveja no copo

O grande assunto do podcast semanal do Seu Dinheiro não poderia ser outro senão o corte de juros no Brasil e nos Estados Unidos. Agora que a tesourada se confirmou, o que deve acontecer com os investimentos? No nosso happy hour de sexta-feira, o Victor Aguiar, a Julia Wiltgen e o Eduardo Campos convidam você para bater um papo sobre esse novo cenário. Na roda de conversa também tem o ranking de investimentos em outubro e as polêmicas envolvendo o clã Bolsonaro. Aperte o play e confira tudo!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Contas analisadas

CMN aprova balanço do Banco Central no 2º semestre de 2019, com lucro de R$ 64,5 bilhões

Com os R$ 21,04 bilhões de lucro no primeiro semestre, o resultado total do ano para a instituição em 2019 foi de R$ 85,57 bilhões

Novidade na área

Caixa confirma parceria om Visa em cartões

Acordo marca o primeiro negócio fechado pelo banco público para constituir um braço de meios de pagamentos

Ano trágico

Vale tem prejuízo de US$ 1,7 bilhão em 2019; provisões e despesas por Brumadinho chegam a US$ 7,4 bilhões

A Vale fechou 2019 com um prejuízo bilionário, fortemente pressionada pelas provisões relacionadas ao rompimento da barragem em Brumadinho — efeitos que superaram em muito os ganhos relacionados à valorização do minério de ferro no ano

Gigante do varejo

Carrefour registra lucro líquido a controladores de R$ 636 milhões no 4º trimestre de 2019

Resultado representa uma alta de quase 20% na comparação com o mesmo período do ano anterior

Adiou de vez

Bolsonaro confirma envio de reforma administrativa só depois do carnaval

Presidente disse que a reforma administrativa está “madura”, embora ainda não esteja pronta

Na ponta do lápis

Vale, SulAmérica, Carrefour e B2W: os balanços que movimentam o mercado no pré-Carnaval

Na maratona de balanços anuais de 2019, novos peso-pesados do mercado anunciaram seus números

Retorno maior com juro baixo

Menos liquidez, mais diversificação: como os clientes ricos do Itaú andam investindo

Com juro baixo, clientes private do Itaú vêm reduzindo alocação em renda fixa pós-fixada e migrando para ativos com mais risco de mercado ou liquidez, como ações, multimercados e investimentos de baixa liquidez.

Seu Dinheiro na sua noite

Hoje tem recorde do dólar?

Tem, sim senhor. Em mais um dia sem a presença do Banco Central no mercado, a moeda do país de Donald Trump tirou tinta dos R$ 4,40, mas perdeu um pouco de força e fechou aos R$ 4,391, alta de 0,60%. A alta recente do dólar, um movimento que na verdade começou lá em agosto […]

Sem alívio

Mais uma sessão, mais um recorde: dólar segue em alta e chega pela primeira vez aos R$ 4,39

O mercado de câmbio continuou pressionado pelo coronavírus e pela fraqueza da economia doméstica. Nesse cenário, o dólar à vista ficou a um triz de bater os R$ 4,40, enquanto o Ibovespa caiu mais de 1% e voltou aos 114 mil pontos

Ele fica

Ministro chama de ‘maior mentira’ história de pedido de saída de Guedes

Ruído sobre eventual saída do titular da Economia do governo se espalhou pelos mercados nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu