Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-02-08T09:49:51-02:00
Seu Dinheiro na sua noite

Paulo Guedes de farda preta

Enquanto Bolsonaro é diagnosticado com pneumonia, “Posto Ipiranga” do presidente sobe o tom e entra na batalha da comunicação para defender as reformas

7 de fevereiro de 2019
19:59 - atualizado às 9:49
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Eu me lembro do dia em que recebi pelo celular um vídeo narrado pelo ator Wagner Moura, o capitão Nascimento de Tropa de Elite, contra a proposta de reforma da Previdência feita pelo governo Temer.

Nem vou perder tempo aqui elencando as baboseiras que ele foi instruído a repetir no vídeo, no qual se confundiam conceitos básicos como expectativa de vida e sobrevida, para dar a ideia de que o governo queria que a população morresse sem se aposentar.

O fato é que, se missão dada é missão cumprida, Wagner Moura fez o seu papel. A reforma foi oficialmente sepultada no fatídico Joesley Day, mas a cova começou a ser cavada quando o governo perdeu a batalha da comunicação.

O ministro da economia, Paulo Guedes, sabe bem disso e resolveu vestir a farda preta ao defender a nova proposta, que deve ser enviada ao Congresso assim que tiver o aval de Bolsonaro.

Em uma breve entrevista na portaria do Ministério da Economia, Guedes não poupou a legislação trabalhista, que deve ser alvo de mudanças depois da reforma do sistema previdenciário atual.

Para o ministro, os jovens brasileiros são “prisioneiros de uma legislação do trabalho fascista”. E não foi só. O Eduardo Campos traz nesta reportagem toda a dura fala do “Posto Ipiranga” de Bolsonaro.

Dia 38 de Bolsonaro - Pneumonia e Previdência

"O presidente Jair Bolsonaro foi diagnosticado com pneumonia e não sabemos, ainda, quando estará apto a deixar o hospital em São Paulo. Apesar do revés, o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros, disse que..." (leia mais)

Vendas frustradas

Enquanto isso na bolsa, a BRF teve um pregão para esquecer. Depois que a produtora de alimentos não conseguiu cumprir a meta de R$ 5 bilhões em desinvestimentos, os analistas começaram a especular quais alternativas ela teria para reduzir o alto endividamento, que supera em 5 vezes a geração de caixa anual. Para o banco suíço UBS, o risco de a BRF ter que fazer uma oferta de ações para reequilibrar o balanço aumentou, algo que não agrada em nada o mercado. O resultado de toda essa conta: queda de 4,01% nas ações.

Trump azeda o caldo

A bolsa bem que tentou se recuperar do tombo de ontem, mas não resistiu a Donald Trump. Depois que o líder norte-americano praticamente descartou qualquer conversa com os chineses para pôr fim à guerra comercial antes de março, as bolsas mundo afora entraram em queda livre. Com o Ibovespa não foi diferente, mas no fim do dia o índice se recuperou de parte das perdas e recuou 0,24%. Leia tudo o que rolou nos mercados na cobertura do Seu Dinheiro.

Tem viagra?

A forte queda de quase 4% do Ibovespa ontem depois de uma sequência de recordes assustou muito investidor. Ou melhor, brochou. De fato, o clima mudou desde que o mercado se deu conta de que Bolsonaro não vai reaproveitar a reforma da Previdência de Temer, o que atrasará a aprovação do projeto no Congresso. E o que você deve esperar da bolsa e das negociações lá em Brasília a partir de agora? Os 100 mil pontos vão ficar na promessa? Todas essas respostas estão com o seu mentor de investimentos, Ivan Sant’Anna.

Já foi tarde

A B3 acabou de informar que enfim decidiu tirar a Vale do ISE, o índice que reúne as ações de empresas com práticas mais sustentáveis do mercado brasileiro. A exclusão acontece 13 dias depois do rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho (MG). O número de mortes confirmadas na tragédia é de 150 até o momento. A Vale é a ação com a maior participação no ISE e vem contaminando o desempenho do índice. Leia mais sobre a decisão.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Azul da cor do céu

Azul encerra 2020 com prejuízo de R$ 4,6 bilhões, mas com dinheiro em caixa

Com quase R$ 4 bilhões em caixa, o CEO da empresa acredita que na retomada para 2021 com boas perspectivas

o futuro já começou

Em breve, BRF vai vender carne cultivada em laboratório

Empresa assina memorando de entendimentos com startup israelense que desenvolve e produz carne a partir de células de boi

Exile on Wall Street

Uma dica de leitura e um pedido de ajuda

Conforme falei no Puro Malte, tenho muita dificuldade de ler livros de não ficção, especialmente em se tratando de Economia e Finanças. Boa parte desses livros caberia em dez páginas, sem qualquer demérito. As melhores ideias – simples e impactantes – conseguem se fazer entender em dez páginas. No entanto, por pressão do editor ou vaidade do […]

MERCADOS HOJE

Ibovespa sobe mais de 2% com avanço da PEC emergencial e votação do 2º turno ainda hoje; dólar recua

A queda no rendimento dos Treasuries no exterior também provoca uma reação positiva nos mercados emergentes. Lá fora, o mercado aguarda a fala de Jerome Powell na parte da tarde

óleo quente

Na frigideira, André Brandão deve deixar comando do Banco do Brasil

Notícias na mídia apontam nomes que podem substituir atual presidente do banco, que entrou em rota de colisão com Bolsonaro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies