Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-02-08T19:37:16-02:00
Seu Dinheiro na sua noite

O fantasma sai de cena?

O possível fim da gestão da GWI na Gafisa; a cautela do BC na berlinda e a chantagem contra pelo CEO da Amazon

8 de fevereiro de 2019
19:55 - atualizado às 19:37
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

No meu trabalho como jornalista de economia, passo parte do dia no telefone ou na rua, em busca de informações para minhas reportagens.

E o clima geral nos bancos, corretoras e gestoras de fundos que visito é de otimismo. Um reflexo, aliás, do que se vê nas cotações da bolsa.

Quando pergunto quais os setores mais promissores em um cenário de aprovação das reformas e recuperação da economia, um dos mais citados é o imobiliário.

Depois de anos de crise e escassez de crédito, tudo indica que a demanda pela casa própria vai reaquecer a partir deste ano. O que tende a favorecer as ações das incorporadoras na bolsa.

Mas quando pergunto em quais empresas investir, um nome aparece riscado de todas as listas: Gafisa.

A empresa foi praticamente proscrita dos portfólios dos grandes investidores desde outubro, quando a gestora de recursos GWI, do investidor Mu Hak You, assumiu o controle.

As ações só se sustentaram na bolsa nesse período porque a nova administração usou o caixa da Gafisa para recomprar os papéis no mercado. Só que essa estratégia agora cobra o seu preço e há sérias dúvidas no mercado sobre a continuidade do negócio.

Aparentemente, o próprio Mu Hak You já se convenceu de que sua investida na Gafisa não tem futuro. A Ana Paula Ragazzi descobriu que o gestor pode sair de cena e negociar sua participação na incorporadora, como ela te mostra nesta reportagem. Recomendo muito a leitura!

Cadê a ousadia?

Ao manter a taxa básica de juros em 6,5% ao ano nesta semana, o Banco Central reiterou a postura de “cautela, serenidade e perseverança” que norteou o trabalho de Ilan Goldfajn à frente da autoridade monetária. Mas será que o BC não estaria “tranquilão” demais? Os defensores de uma política mais ousada para os juros ganharam um argumento hoje com a divulgação da inflação de janeiro mais uma vez abaixo do esperado. E você, acha que o BC tem espaço para baixar mais os juros? O Eduardo Campos fez uma ótima análise que vai te ajudar a avaliar os dois lados da questão.

Sentado na montanha russa

A sexta-feira prometia ser mais um dia sem rumo para a bolsa. Entre altos e baixos, os investidores passaram o pregão tentando digerir as informações pouco animadoras do exterior, além de tentar entender o real estado de saúde de Bolsonaro. Quando as perguntas são muitas e as respostas são poucas, qualquer sinal diferente é acaba mexendo com o Ibovespa. Mas no fim da partida o principal índice da bolsa voltou a arrancar e fechou em alta de 0,99%. Para saber detalhes do dia de negociações, acesse nossa cobertura de mercados.

É a vez da perna direita

Além das qualidades como economista, o ministro Paulo Guedes tem se revelado um ótimo autor de frases de impacto. Na newsletter de ontem eu te contei sobre as críticas pesadas que ele fez à legislação trabalhista. E hoje, ao participar de um seminário com investidores no Rio de Janeiro, ele soltou uma nova pérola. O ministro aproveitou o clima descontraído para dar outra alfinetada no modelo de Previdência vigente e falou da situação fiscal dos Estados. Leia mais sobre o que disse o ministro.

Dia 39 de Bolsonaro - Estatais, filhos drogados e Saci Pererê

Um dia depois de diagnosticada uma pneumonia, o presidente Jair Bolsonaro acordou superanimado e disposto, segundo o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros, que também disse que emocionalmente e visualmente esse foi o melhor dia que o presidente passou. Mas enquanto Bolsonaro continua longe de Brasília, o... (leia mais)

Que vazem as nudes!

Depois de anunciar o divórcio, o bilionário Jeff Bezos voltou aos holofotes por razões alheias ao seu negócio. O CEO da Amazon denunciou que está sendo alvo de chantagem pelo tabloide National Enquirer. Os termos da negociação? Bezos abandonaria um processo que move contra a publicação e, em troca, não teria dez fotos íntimas suas divulgadas ao mundo. Veja como o caso afetou as ações da Amazon na bolsa.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Estrada do futuro

Em breve, você ganhará dinheiro investindo em uma Mona Lisa

Recebíveis de tecnologia, obras de arte, criptomoedas… o mundo dos investimentos está mudando numa velocidade avassaladora. E pela primeira vez na história os investidores individuais estão fazendo parte dessa mudança

Orçamento em foco

Presidente da Câmara defende a desvinculação total do orçamento

Arthur Lira (PP-AL) rejeita tese segundo a qual desvinculação deixaria setores essenciais sem recursos

Liminar

Tribunal de Contas de São Paulo suspende leilão de linhas da CPTM

Leilão estava previsto para a próxima terça-feira

Contra a pandemia

Câmara dos EUA aprova pacote de US$ 1,9 trilhão

Projeto de lei segue agora para o Senado

IPO registrado

Rio Branco Alimentos protocola pedido de registro de oferta pública de ações

Oferta será primária e terá como coordenador-líder o Citi, além da coordenação do Bank of America Merril Lynch e do BTG Pactual

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies