Menu
Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
2019-04-05T10:44:22+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
DIA 39

Estatais, filhos drogados e Saci Pererê

Presidente teve seu melhor dia desde a internação para cirurgia em São Paulo e Paulos Guedes estava inspirado no Rio de Janeiro

8 de fevereiro de 2019
18:16 - atualizado às 10:44

Um dia depois de diagnosticada uma pneumonia, o presidente Jair Bolsonaro acordou superanimado e disposto, segundo o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros, que também disse que emocionalmente e visualmente esse foi o melhor dia que o presidente passou. Mas enquanto Bolsonaro continua longe de Brasília, o “senhor fontes” segue em ação, fomentando rumores e notícias desencontradas sobre o estado de saúde e relações do presidente com o vice, general Mourão. O ambiente palaciano sempre foi propício ao tal “fogo amigo” e intencional também.

Na economia, desta vez no Rio de Janeiro, o ministro Paulo Guedes estava particularmente inspirado, soltando frases do tipo: “o Brasil era um Saci Pererê, só pulava com a perna esquerda, mas ela estava cansada. Agora vamos pular um pouco com a perna direita” e estatais são como “filhos que fugiram e hoje são drogados”, para criticar o regime previdenciário e a gestão das empresas do governo.

Ainda sobre o assunto, o secretário Especial da Previdência, Rogério Marinho, deu uma data, entre 19 e 21 de fevereiro, para apresentar a proposta de reforma. Outra notícia intrigante, ou “balão de ensaio”, mas que com boa vontade parece ter algum senso político deu conta de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, poderia convidar o deputado Mauro Benevides (PDT-CE) para presidir a comissão que analisará a reforma. O tal senso político decorreria do fato de Maia tentar apoio do PDT, já que Benevides foi o “economista” de Ciro Gomes na campanha. Parece difícil, já que os Gomes (Ciro e Cid) tentam consolidar uma oposição “não lulista”, desde o famoso episódio, recentemente reprisado, de “o Lula tá preso, babaca”. A conferir, pois cálculo políticos não são lineares.

Rodrigo Maia reafirmou o rito da reforma (CCJ e comissão especial) e estimou que o texto possa ser votado em maio/junho. Na semana tivemos muito barulho com relação ao prazo de votação e afins, mas isso é só espuma. O tempo de Brasília é diferente do tempo do mercado. O que importa é a aprovação, que parece crível. Maia também voltou a afirmar que o problema não é o mérito da reforma, mas sim “algumas corporações”, lutando mais um dia do que chamo de “batalha da comunicação”.

Leia aqui todo o Diário dos 100 Dias.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Blog da Angela

Juízo ao entrar e muito cuidado ao sair (não se trata de namoro, mas da Bolsa)

A ditadura militar havia acabado, uma Nova República fora instaurada no ano anterior e o governo Sarney empenhava-se para debelar a inflação com o primeiro programa de estabilização monetária de que se tinha notícia. Nada daria errado naquele 1986.

Leve recuperação

Ibovespa abre em leve alta, dividido entre otimismo local e cautela no exterior

O mercado mostra-se otimista em reação à possibilidade de anúncio da liberação dos saques do FGTS. No entanto, o exterior ainda negativo traz pressão ao Ibovespa

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Vista sua galocha na corrida do ouro

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

estratégias para emplacar novo embaixador

Aliados querem mudar comissão que vai sabatinar Eduardo

Primeira alteração seria tornar o senador Flávio Bolsonaro, irmão de Eduardo, titular do colegiado

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Entrevista

‘Teremos um ciclo melhor do que o de 2006 e 2007’

Para o presidente do banco americano JPMorgan no Brasil, José Berenguer Neto, o ciclo de entusiasmo no mercado brasileiro tem potencial para ser maior do que o observado há mais de uma década

na expectativa

Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz Bolsonaro

Outra ideia do governo é unificar impostos e contribuições federais, como PIS, Cofins, IPI e IOF, em um imposto único

Novos planos

Weg chega ao varejo e amplia projeto de miniusinas solares em condomínios

Abertura dessa relação direta com o cliente pessoa física segue de perto a estratégia adotada por uma de suas principais concorrentes no segmento corporativo, a Siemens

a bula do mercado

Guerra comercial chega aos balanços corporativos

Detalhes sobre saque do FGTS são esperados no Brasil

Crypto news

Volátil, mas rentável. As surpresas positivas de quem investe no mundo das criptomoedas

Ao contrário do que pensa uma boa parte dos investidores, não podemos propagar a falácia de que o mercado cripto é um mercado perdedor. Por exemplo, no ano, mais de 63 criptoativos subiram mais do que o Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements