Menu
Eduardo Campos
Diário dos 100 dias
Eduardo Campos conta os bastidores do início do governo
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
DIA 39

Estatais, filhos drogados e Saci Pererê

Presidente teve seu melhor dia desde a internação para cirurgia em São Paulo e Paulos Guedes estava inspirado no Rio de Janeiro

8 de fevereiro de 2019
18:16 - atualizado às 10:44

Um dia depois de diagnosticada uma pneumonia, o presidente Jair Bolsonaro acordou superanimado e disposto, segundo o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros, que também disse que emocionalmente e visualmente esse foi o melhor dia que o presidente passou. Mas enquanto Bolsonaro continua longe de Brasília, o “senhor fontes” segue em ação, fomentando rumores e notícias desencontradas sobre o estado de saúde e relações do presidente com o vice, general Mourão. O ambiente palaciano sempre foi propício ao tal “fogo amigo” e intencional também.

Na economia, desta vez no Rio de Janeiro, o ministro Paulo Guedes estava particularmente inspirado, soltando frases do tipo: “o Brasil era um Saci Pererê, só pulava com a perna esquerda, mas ela estava cansada. Agora vamos pular um pouco com a perna direita” e estatais são como “filhos que fugiram e hoje são drogados”, para criticar o regime previdenciário e a gestão das empresas do governo.

Ainda sobre o assunto, o secretário Especial da Previdência, Rogério Marinho, deu uma data, entre 19 e 21 de fevereiro, para apresentar a proposta de reforma. Outra notícia intrigante, ou “balão de ensaio”, mas que com boa vontade parece ter algum senso político deu conta de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, poderia convidar o deputado Mauro Benevides (PDT-CE) para presidir a comissão que analisará a reforma. O tal senso político decorreria do fato de Maia tentar apoio do PDT, já que Benevides foi o “economista” de Ciro Gomes na campanha. Parece difícil, já que os Gomes (Ciro e Cid) tentam consolidar uma oposição “não lulista”, desde o famoso episódio, recentemente reprisado, de “o Lula tá preso, babaca”. A conferir, pois cálculo políticos não são lineares.

Rodrigo Maia reafirmou o rito da reforma (CCJ e comissão especial) e estimou que o texto possa ser votado em maio/junho. Na semana tivemos muito barulho com relação ao prazo de votação e afins, mas isso é só espuma. O tempo de Brasília é diferente do tempo do mercado. O que importa é a aprovação, que parece crível. Maia também voltou a afirmar que o problema não é o mérito da reforma, mas sim “algumas corporações”, lutando mais um dia do que chamo de “batalha da comunicação”.

Leia aqui todo o Diário dos 100 Dias.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Seu Dinheiro na sua noite

Revelações de um apaixonado

Como parte do meu trabalho como jornalista, preciso acompanhar com frequência eventos na área de economia e finanças, principalmente aqueles que contam com a presença de autoridades do governo. Depois de um certo tempo, esse tipo de pauta se torna um tanto repetitiva. Não faltam nessas ocasiões previsões para o crescimento do PIB, perspectivas para […]

Balanço

Sob pressão da concorrência, lucro da Cielo cai 40,4% no 1º trimestre

Resultado da empresa de maquininhas de cartão controlada por Banco do Brasil e Bradesco nos três primeiros meses do ano somou R$ 548,5 milhões e ficou abaixo das projeções do mercado

Lula livre?

5ª turma do STJ reduz pena de Lula e abre espaço para que ex-presidente vá para o semiaberto

Com decisão unânime do tribunal, o petista agora cumpre pena de 8 anos, 10 meses e 20 dias

IR 2019

Plantão do IR: como declarar venda de ações no imposto de renda?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados, e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

Nada muda

Maia diz que acordo com “centrão” retirou trecho que não tem impacto fiscal na reforma da Previdência

Presidente da Câmara diz que vai aguardar a aprovação do texto na CCJ para se pronunciar sobre a criação da comissão especial

IR 2019

Plantão do IR: como declarar bonificação de ações no imposto de renda?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados, e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

IR 2019

Plantão do IR: comprei ações e as vendi no mesmo ano, como declarar?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados, e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

IR 2019

Plantão do IR: como declarar pagamento atrasado de IR sobre ganhos com renda variável?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados, e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

IR 2019

Plantão do IR: como declarar venda de ações que ainda não saíram do meu nome?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib, da Choaib, Paiva e Justo Advogados, e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

Ficou para depois

Comissão do Congresso adia votação da MP que abre setor aéreo para capital estrangeiro

Líderes partidários que compõem o colegiado pediram um tempo para analisar o relatório e discutir a matéria

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu