O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-04-12T18:41:15-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Não vale a pena ver de novo

12 de abril de 2019
18:41
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Quem cresceu antes da era da Netflix e mesmo da TV a cabo deve ter se acostumado a passar as tardes ligado nas reprises da sessão da tarde ou das novelas, até por falta de opção.

Quando me deparei com a notícia de que a Petrobras havia adiado o reajuste de 5,7% no óleo diesel tive aquela mesma sensação de assistir a um filme repetido, daqueles em que se "aprontam altas confusões". Mudaram apenas os personagens, com Jair Bolsonaro no lugar de Dilma Rousseff.

É sempre bom lembrar que foi a desastrosa política de preços da ex-presidente (até mais do que a corrupção) que levou a Petrobras ao buraco de onde quase não saiu mais.

O anúncio também surpreendeu porque a manutenção dos preços da estatal em linha com os praticados nos mercados internacionais estava justamente entre as metas cumpridas dos primeiros 100 dias do presidente.

Pela manhã, representantes do governo correram para dizer que a suspensão do aumento no combustível não representa uma mudança na forma como a estatal controla seus preços.

Mas essas declarações valeram pouco depois que o próprio Bolsonaro veio a público e disse que não só ligou para o presidente da Petrobras para barrar o reajuste como ainda convocou uma reunião para exigir explicações sobre o percentual do aumento.

A fala do presidente fez estrago nas cotações da empresa, que perdeu mais de R$ 30 bilhões em valor de mercado hoje na bolsa. A sensação de “déjà vu” se fez notar entre os analistas no mercado.

Na melhor das hipóteses, esse pode ter sido um episódio isolado. Mas o Edu Campos explica nesta análise por que você deve desconfiar quando um político repetir os mesmos erros do passado com a promessa de que desta vez será diferente.

Quando o vilão é protagonista

O derretimento de 8% das ações da Petrobras contaminou toda a bolsa hoje. Mesmo com as ações no exterior em alta no embalo da forte balança comercial chinesa, o Ibovespa passou o dia todo no vermelho sob a ameaça da volta do intervencionismo. Foi mais um balde de gelo na renda variável, que já não vinha bem desde segunda-feira e fechou a semana em queda acumulada de 4,36%. O Victor Aguiar acompanhou todos os passos dos investidores e te conta na cobertura de mercados.

Ouça essa notícia

O Podcast do Seu Dinheiro ganhou uma nova protagonista nesta semana. Nossa editora Marina Gazzoni agora vai comandar as picapes desse novo projeto que traz para você uma análise de diversos temas importantes para os seus investimentos. Na largada da Marina, que participa da conversa com a Luciana Seabra, ela conta suas estratégias e experiências no mercado imobiliário. Seja no ônibus, no carro, na academia ou correndo no parque, vale muito a pena conferir o podcast.

E se desidratar?

O vice-presidente Hamilton Mourão já deu várias declarações enfáticas sobre a reforma da Previdência e hoje foi mais um dia de botar a boca no trombone. O general concedeu uma entrevista à rádio CBN de manhã e fez um importante alerta sobre a proposta de desidratar o projeto de reforma. Mourão também comentou sobre as frequentes opiniões discordantes entre ele e Bolsonaro. Saiba tudo o que ele disse nesta reportagem.

O preço do Mickeyflix

Se não dá para fugir das reprises na vida real, que pelo menos a televisão traga novidades. A Disney divulgou hoje os detalhes sobre preços e a data de lançamento do seu produto de streaming, o Disney Plus. O projeto que nasce com a promessa de acabar com o império da Netflix vai custar baratinho e deve disponibilizar várias produções inéditas logo de cara. Confira os detalhes sobre o novo serviço.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DOR NO BOLSO

IPVA 2022 encarecerá 30%, em média, em São Paulo; descubra quanto você vai pagar de imposto

E a notícia doí ainda mais no bolso porque a data de pagamento do IPVA está bem próxima: quem quiser desconto tem de quitar a soma já no próximo mês

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin e ethereum despencam hoje, e principal criptomoeda do mundo se afunda ainda mais no ‘bear market’

Após uma semana que terminou com ganhos, as duas maiores moedas digitais do mercado sofreram na virada de sexta-feira para sábado

Trabalhadores em falta

Como a falta de bebês na China pode provocar uma crise financeira global

A população da China vem recuando desde 2010, e, com as taxas de natalidade nos menores níveis em 80 anos, o cenário ameaça todo o planeta

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

IPO do Nubank, como driblar os impostos e onde investir o 13º salário: confira os destaques da semana

Nada é pior para um ansioso do que a incerteza. E o mercado, ultimamente, vem sendo marcado por uma forte onda de incertezas, vindas de todos os lados. Os preços dos ativos respondem a isso com volatilidade, e não há muito o que fazer a não ser manter a calma, focar nos fundamentos e aguardar […]

Clube anti-cripto

China acertou ao banir o bitcoin? Braço direito de Warren Buffett diz que as criptomoedas nunca deveriam ter sido inventadas

A aversão de Charlie Munger pelo bitcoin cresceu ainda mais durante a pandemia; para o bilionário, o criptoativo é “repugnante”