Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-09-25T19:46:11-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Nada como estar certo

25 de setembro de 2019
19:46
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Hoje pela manhã recebemos aqui na redação o sócio-gestor da Novus Capital, Luiz Eduardo Portella. Assim como o Seu Dinheiro, a gestora carioca criada a partir da fusão da Modal Asset e da Flag acaba de completar um ano de vida.

Como não existe almoço grátis (muito menos café), aproveitei a visita para saber mais sobre a visão de mercado do experiente gestor. Pretendo publicar uma matéria específica mais pra frente, mas vale a pena antecipar alguns pontos para você que me acompanha aqui na newsletter.

Começamos a conversar na mesma hora da abertura dos mercados. Tudo indicava que seria um dia preocupante depois da abertura do pedido de impeachment de Donald Trump nos EUA na noite anterior.

De fato, na máxima do dia, o dólar bateu nos R$ 4,193 e o Ibovespa chegou a recuar 0,81%.

Nada disso, porém, parecia abalar Portella. O gestor da Novus reforçou a convicção de que a guerra comercial deve arrefecer até as eleições presidenciais nos EUA e que o ciclo do dólar forte, que já dura quase uma década, está perto do fim.

Mas imagino que nem mesmo Portella esperasse que, menos de uma hora depois da nossa conversa, Trump viria a público dizer que um acordo com a China pode acontecer “antes do que se pensa”.

A tempestade política em torno de um processo de impeachment também enfraqueceu depois que foram divulgadas as transcrições das conversas do líder americano com o presidente da Ucrânia – que foram o estopim da crise.

A fala de Trump disparou uma virada nos mercados globais. Aqui no Brasil, o Ibovespa fechou na máxima do dia, enquanto o dólar tomou o rumo contrário e caiu de volta ao patamar de R$ 4,15.

Para quem quiser entender em detalhes o imbróglio envolvendo a política nos EUA e os impactos para os investidores, recomendo a leitura da cobertura de mercados do Victor Aguiar.

CURSO DO SEU DINHEIRO

A imersão que fará de você um mestre dos gráficos

Expert na área de análise gráfica, Fausto Botelho acaba de lançar um curso que vai ensinar do be-a-bá aos truques exclusivos para te fazer lucrar com essa técnica. Saiba mais.

Oi em fatias?

A aprovação do marco das teles duas semanas atrás tirou um peso enorme das costas da Oi. Mas os temores de uma intervenção do governo na operadora de telefonia voltaram ao mercado depois que circularam notícias de que a empresa poderia ser fatiada em três caso não encontre uma solução para sua grave situação financeira. O Kaype Abreu conta para você o possível plano que fez as ações da Oi amargarem uma forte queda hoje na B3.

Magalu contra-ataca

A concorrência pelo varejo digital atingiu um novo patamar depois que a Amazon lançou o serviço Prime por aqui - com frete grátis nas compras do site e entregas em até 48 horas. Mas quem pensou que o Magazine Luiza – uma das estrelas da bolsa nos últimos anos – ficaria parado assistindo ao avanço da gigante norte-americana pensou errado. Hoje o Magalu promoveu um evento para anunciar os lançamentos da empresa, incluindo uma novidade importante nas compras realizadas no “marketplace”. Confira os detalhes da nova aposta da varejista.

Vitória no Senado

Um dia depois de ter parte dos vetos do projeto sobre abuso de autoridade derrubados, Jair Bolsonaro conseguiu uma vitória no Congresso. O Senado aprovou a indicação do subprocurador-geral da República Augusto Aras ao comando da Procuradoria-Geral da República (PGR) com 68 votos favoráveis, 10 contrários e uma abstenção. Mas durante a fala aos senadores Aras acabou contrariando algumas conhecidas posições do presidente.

Tênis da paz

Como você sabe, a guerra comercial tem tirado o sono dos investidores no mercado financeiro. Mas, ao menos para uma companhia norte-americana, o mundo vai bem. A Nike anunciou um crescimento expressivo na receita e no lucro líquido no último trimestre. E quem foi a grande responsável por esses números? A China, é claro. Os resultados levaram as ações da fabricante de tênis e produtos esportivos às máximas históricas na bolsa, como você confere nesta matéria.

O Facebook quer o seu cérebro

Os bilionários estão o tempo todo colocando em prática planos excêntricos (ou visionários?) - muito embora nem sempre a ideia saia da cabeça deles. O Facebook, por exemplo, vislumbrou uma oportunidade singular ao anunciar a compra da startup CTRL-Labs. A empresa desenvolve uma pulseira que determina o movimento que o usuário está pensando em fazer, com base na atividade neural do usuário. Saiba quais os prováveis planos da empresa de Mark Zuckerberg.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

separação em curso

Conselho de administração do Itaú aprova criação da Newco, dona de parte da XP

Cisão ainda precisa ser aprovada pelos acionistas, e caso isso aconteça, eles vão passar a deter participação também na Newco

fechamento dos mercados

Ibovespa perde ímpeto sem NY, mas consegue fechar em leve alta aos 110 mil pontos

Índice acionário estendeu sequência de altas em sessão de marasmo por liquidez reduzida. Embate entre Guedes e Campos Neto realça questão fiscal, mas juros recuam com leilão do Tesouro

eleição em são paulo

Empresários e investidores entregam manifesto a favor da candidatura de Boulos

Candidato é tratado como empreendedor social e, em conversas reservadas, o MTST é comparado a uma startup de sucesso

Zicou?

Wiz diz que foi surpreendida por ação da Polícia na sede da empresa

Segundo a PF, são cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Dos males, o menor

Governo Central tem déficit de R$ 3,564 bilhões em outubro, diz Tesouro

O dado do mês passado veio melhor do que as previsões mais otimistas e ficou fora do intervalo das estimativas, que eram de déficit de R$ 64,060 bilhões a R$ 4,20 bilhões.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies