💰IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
Cotações por TradingView
2019-04-02T18:39:28-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Fica, vai ter bolo!

2 de abril de 2019
18:38 - atualizado às 18:39
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Se você, como eu, cresceu com muitos irmãos - eu tenho cinco, e fui criada ao lado de três deles - sabe que a divisão das guloseimas costuma ser motivo de conflito.

Sempre tem aqueles dois que disputam o último bife; aquele que detona escondido o bolo que a sua mãe só faz uma vez por ano antes que os outros possam comer; aquele que esconde a caixa de bombons para não ter que dividir com os outros (essa era eu, admito); e aquele que reclama para os pais que o outro ganhou mais, exigindo um pedaço maior.

Quando o assunto é privatização, os investidores não querem saber apenas o sabor do bolo (quais empresas o governo pretende privatizar?), mas também o seu tamanho (qual o valor das privatizações?) e quem será chamado à mesa para provar um pedaço (afinal, vou poder participar ou não?).

O repórter Vinícius Pinheiro passou o dia em um evento do Bradesco BBI, braço do banco que atende ao segmento de atacado, e foi até por isso que me deixou no comando da newsletter nesta terça-feira.

Ele mandou de lá as estimativas do banco para o tamanho do bolo das privatizações que o governo pretende fazer: R$ 500 bilhões para os cofres do governo, sendo R$ 221 bilhões apenas neste ano e no próximo. E o melhor: você provavelmente poderá levar um pedaço, via mercado de capitais.

O Vini te traz os detalhes nesta reportagem.

Parece que o jogo virou, não é mesmo?

Outra notícia que o Vini nos trouxe do evento do Bradesco é que o banco deve começar a oferecer alguns de seus fundos em plataformas abertas de investimento de corretoras, nos moldes do que já fazem muitas gestoras independentes. Se não pode vencê-los, junte-se a eles, certo? A questão que fica, porém, é: será que os fundos do Bradescão vão conseguir competir, em custo e rentabilidade, com os fundos das gestoras boutiques? Leia mais na matéria do Vini.

Já que estamos falando em bolo...

Ele tem lá suas falhas e sofre fortes críticas mundo afora, mas o fato é que o capitalismo possui uma capacidade extraordinária de gerar riqueza - ou fazer o bolo crescer. O problema é que, na hora de reparti-lo, o sistema falha naquilo que boa parte da população entende como justiça, dando origem a ressentimentos e uma retórica anticapitalista que podem sabotar toda a confeitaria.

Com bem menos metáforas culinárias, essa foi a questão que Howard Marks, gestor de US$ 120 bilhões em investimentos pela Oaktree Capital, resolveu levantar em seu mais recente “memo”. No centro do debate: o crescimento do chamado “populismo de esquerda”, que resvalou, por exemplo, na busca da Amazon por uma nova sede. Quem teve acesso a esse conteúdo foi o Eduardo Campos e ele te conta tudo nesta matéria.

Mea culpa

Ontem à noite, depois de eu ter publicado uma matéria mostrando que o Tesouro Selic está rendendo menos que a poupança no curto prazo para quem o vende antes do vencimento, o Tesouro Nacional me enviou uma nota admitindo o problema. Mais que isso: o órgão disse já estar buscando uma solução para minimizá-lo. Será que vem novidade boa por aí? Dá uma olhada na resposta do Tesouro.

Risco de desidratação

O mercado anda preocupado com o que o Congresso vai conseguir aprovar do projeto original da Nova Previdência. Desde o início das discussões, já se esperava uma desidratação da pauta, mas a coisa desandou depois que membros do governo sinalizaram que vão jogar a toalha sobre alguns temas. Na bolsa, muita gente acha que é cedo demais para dar esse tipo de sinal, e que isso só prejudica ainda mais a aprovação da reforma. O resultado de tudo isso: queda de 0,7% no Ibovespa hoje. O Victor Aguiar traz para você todos os detalhes do pregão.

Dia 92 de Bolsonaro - Polêmicas na Terra Santa

O presidente Jair Bolsonaro segue em Israel de onde falou sobre um pouco de tudo, como tributação de empresas, impeachment de Dilma Rousseff, críticas ao IBGE pela conta de desemprego e complementaridade entre tecnologia israelense e commodities brasileiras. Mas o que fez barulho mesmo foi a... (leia mais)

Afogados em dívidas

Batemos tanto na tecla de que o Congresso precisa aprovar a reforma da Previdência com urgência que muitas vezes nos esquecemos dos motivos por trás disso. Mas o Edu Campos nunca esquece e trouxe para você alguns dados fresquinhos sobre a situação fiscal do Brasil, mais especificamente sobre a nossa dívida pública.

Com o comprometimento de quase 87% do nosso PIB, a dívida do governo é a terceira maior entre todos os países emergentes, à frente inclusive dos nossos hermanos que vivem uma profunda crise.

Mas não é só o Brasil que está com a corda no pescoço. O mundo está muito endividado, de uma forma perigosa, em um daqueles cenários propícios a grandes crises econômicas. O Edu conta direitinho essa história nesta matéria, que você ainda pode usar para defender a reforma da Previdência para os seus amigos.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

APAZIGUOU

CCR (CCRO3) faz acordo com governo do Paraná para encerrar pendência de R$ 321 milhões vinculadas à RodoNorte

7 de dezembro de 2022 - 20:33

O saldo remanescente relacionado ao equacionamento do desequilíbrio econômico do contrato de concessão será pago por meio de obras a serem combinadas entre as partes

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa recua antes de votação da PEC da Transição, Vale (VALE3) desagrada investidores, Petrobras (PETR4) corte preço do gás de cozinha e outros destaques do dia

7 de dezembro de 2022 - 20:01

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta quarta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa

NATAL CHEGOU MAIS CEDO?

CPFL Energia (CPFE3) paga última parcela de dividendos bilionários na próxima semana; veja quem terá direito a mais de R$ 1,8 bilhão em proventos

7 de dezembro de 2022 - 19:49

Serão distribuídos cerca de R$ 1,621140258 por ação na próxima semana, em 15 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha em queda de 1% e dólar também recua com commodities e votação da PEC da Transição no Senado; Magazine Luiza (MGLU3) anota o maior tombo dia

7 de dezembro de 2022 - 18:56

s a espera pelo veredito dos parlamentares não foi a única a dar o tom dos negócios hoje: a última reunião do Copom também gerou expectativa nos investidores

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Entre a hipérbole e o eufemismo

7 de dezembro de 2022 - 18:54

Se estamos prestes a cometer um erro grave, e parcialmente cegos em relação a isso, o mercado fornecerá rapidamente um simulacro dos resultados desse erro: desvalorização cambial, alta dos juros futuros, queda da Bolsa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies