Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-21T19:05:59-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Chama o Dyogo!

30 de maio de 2019
18:59 - atualizado às 19:05
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

No dia 23 de maio de 2017, era difícil encontrar alguém no Congresso (e no país) que não desejasse a cabeça de Michel Temer, de preferência em uma bandeja.

A história você conhece: o presidente fora flagrado na semana anterior em uma conversa nada republicana com Joesley Batista, dono do frigorífico JBS.

Imagine então discutir qualquer projeto na Câmara nesse clima. Mas o governo não teve problemas para aprovar a Medida Provisória 763, que dias depois passou também pelo Senado e foi convertida em lei.

A medida que promoveu essa rara unanimidade na política brasileira, e ainda no meio do turbilhão da delação premiada que quase derrubou Temer, foi a que liberou o saldo das contas inativas do FGTS.

A ideia responsável por injetar R$ 44 bilhões na economia em um dos momentos mais delicados do país partiu do então ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira.

Por ironia, ele não fazia parte da equipe levada por Temer para cuidar da economia. Servidor público de carreira, ele estava no governo desde as gestões petistas. Oliveira assumiu depois a presidência do BNDES e só deixou o cargo no começo deste ano.

Mas parece que depois da queda de 0,2% do PIB no primeiro trimestre, que colocou o Brasil na inglória 45ª posição entre 47 países no ranking de crescimento econômico, o ministro Paulo Guedes resolveu “chamar o Dyogo”.

Não, ele não vai voltar ao governo. Mas o Posto Ipiranga afirmou hoje que estuda liberar novamente os recursos das contas do FGTS para injetar alguma adrenalina na economia.

O Edu Campos esteve hoje na entrevista dada pelo ministro e conta em detalhes o plano e as condições para a nova rodada de uso do dinheiro do fundo de garantia.

A grama do vizinho

Durante as eleições de 2018, uma das frases que mais ouvi dos apoiadores de Bolsonaro é que ele não deixaria o Brasil virar uma Venezuela. Essa de fato é uma afirmação verdadeira, já que em termos de política econômica os dois países caminham em sentidos opostos. Que o diga Paulo Guedes e suas propostas liberais. Mas na entrevista que deu hoje, ele disse que o Brasil não está livre de se tornar um outro vizinho com problemas. Vale a pena conferir o alerta do ministro.

O filho pródigo

Já faz um tempo que percebo um certo distanciamento de Bolsonaro dos membros do seu partido, o PSL. E esse incômodo não poderia ser diferente, já que alguns parlamentares pesselistas às vezes mais atrapalham do que ajudam o governo. Não é de hoje que se fala da possibilidade de o presidente abandonar esse barco. O ministro Onyx Lorenzoni, inclusive, deixou no ar que o capitão cogita voltar para uma legenda que já o abrigou no passado, como você confere nesta matéria.

Bênção de maio?

Depois de engatar a quarta alta seguida, parece que a bolsa vai mesmo deixar para trás a maldição de maio. Os investidores seguem o cenário político de Brasília e, embora nenhum avanço real tenha acontecido na tramitação da reforma da Previdência, a sensação é que as pautas importantes estão de fato caminhando. O Victor Aguiar traz para você todas as variáveis que fizeram o Ibovespa ficar a apenas 2.543 pontos dos 100 mil no fechamento.

Lá vem a noiva

Quem vai ficar com a Via Varejo? Desde que a dona do Ponto Frio e da Casas Bahia foi colocada à venda pelo Pão de Açúcar, as ações da empresa sofreram na bolsa. Mas o recente interesse de potenciais compradores despertou novamente o interesse pelos papéis. Depois do empresário Michael Klein confirmar que avalia o negócio, as ações subiram forte hoje na B3 com a notícia de que outro grupo pode disputar a companhia. Saiba mais sobre o mais novo pretendente da Via Varejo e como o mercado reagiu.

AÇÃO3 ou AÇÃO4?

Quem investe em renda variável sabe que a bolsa é cheia dos códigos. Das quatro letras e um número que marcam as ações até as siglas de cada índice, às vezes fica difícil entender de que ativo os analistas estão falando. Quando o assunto é o tipo de ação, então, nem se fala. Você sabe exatamente quais as diferenças entre uma ação ON e uma PN? A Julia Wiltgen explica neste vídeo tudo o que você precisa saber sobre esse assunto.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

Ibovespa recupera mais um degrau – e outros destaques do dia

Os monstros que assombravam o mercado financeiro no começo da semana foram ficando mais dóceis e domesticados com o passar dos dias. E isso graças à atuação dos bancos centrais ao redor do mundo. O Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) segue injetando bilhões de dólares na economia para minimizar os impactos […]

RH do governo

Reforma administrativa deslanchou? Confira destaques do texto-base aprovado em comissão da Câmara

A proposta traz alguns pontos polêmicos, como a possibilidade de parcerias entre governo e iniciativa privada para a execução de serviços públicos

fique de olho

Dividendos: Equatorial Pará (EQPA3) define data e Marfrig (MRFG3) altera valor

Além disso, Equatorial Maranhão definiu data do pagamento dos proventos e Banco Modal definiu valores para juros sobre capital próprio; confira

Eletrobras, Correios e mais

Ativos na mesa: nova proposta para precatórios pode incluir ações de estatais em acordos de pagamento

Além das estatais, na lista de ativos que poderiam entrar na negociação estão imóveis, barris de petróleo do pré-sal e concessões de rodovias e ferrovias, por exemplo

fala, vale

Vale (VALE3): a receita para a queda das ações, segundo a própria empresa

Empresa teve de emitir um comunicado em resposta a um ofício da B3 que solicitava justificativas para a oscilação das ações da mineradora entre os dias 6 e 20 de setembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies