A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-09-09T19:18:37-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

A invasão dos ursos na política

9 de setembro de 2019
19:18
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Qual o habitat ideal para os touros? Do que eles se alimentam? Calma, não se trata de um comercial do próximo Globo Repórter. Eu me refiro aos touros no mercado financeiro, ou seja, os investidores que acreditam em uma alta nos preços das ações e outros ativos.

Aqui no Brasil, a adoção de uma agenda liberal na economia nos últimos anos abriu espaço para a proliferação dos touros, o chamado “bull market”. Não por acaso, a bolsa brasileira saiu do patamar de 40 mil pontos no fim de 2015 para os mais de 100 mil atuais.

O problema é que, enquanto os touros cresciam por aqui, uma invasão de ursos (“bear market”) – que esperam uma queda nos preços – ocorreu na política internacional. Pelo menos essa é a visão da gestora de fundos SPX.

No mês passado, tivemos uma boa amostra do poder de ataque dos ursos políticos com o agravamento da guerra comercial entre Estados Unidos e China, a vitória da oposição nas eleições primárias argentinas e a escalada dos protestos em Hong Kong.

Para a gestora fundada por Rogério Xavier, esse movimento tende a se agravar, com o aumento dos focos de populismo e uma reversão do processo de globalização. Por outro lado, a ação dos bancos centrais, que seria o antídoto natural, não tem sido suficiente para fazer com que os ursos voltem a hibernar.

Mas qual será o impacto desse “bear market” político na bolsa e nos demais ativos, como dólar e juros? Saiba as expectativas da SPX e também o desempenho do fundo em agosto, nesta matéria que o Eduardo Campos escreveu com base na carta mensal da gestora.

Perdeu o gás

No atletismo, os corredores costumam se diferenciar entre os que competem em provas longas, como as maratonas, e os que se arriscam em provas de tiro curto, ao estilo Usain Bolt. Normalmente, quem é especialista em longa distância vai mal nos 100 metros e vice-versa. A bolsa hoje tentou dar uma de Usain Bolt e disparou logo no começo do pregão, mas perdeu gás e por pouco não conseguiu se manter no positivo. Quem conta essa história é o Victor Aguiar.

Mais Pan na bolsa

Sensação da bolsa neste ano com uma alta de 370%, o Banco Pan confirmou os planos de fazer uma oferta de ações. A Caixa Econômica Federal, que controla a instituição financeira junto com o BTG Pactual, vai aproveitar para vender ações na operação, que pode movimentar até a R$ 1,254 bilhão. Parte desse dinheiro também vai ser usado para reforçar o balanço do Pan, que pretende lançar um banco digital voltado para as classes para os clientes das classes C, D e E. Confira os principais números da oferta.

Um novo índice para acompanhar

Desde que o Twitter aumentou o limite de caracteres em suas postagens - isso lá em 2017 - personalidades como Donald Trump ganharam mais espaço para publicar suas ideias e polêmicas. Mas qual seria de fato o impacto dessas mensagens para o mercado? Quem desafiou essa lógica e formulou um “índice Trump de impacto” foi o JP Morgan, como conta a Bruna Furlani nesta matéria.

Tá caro o aluguel

Lá fora, uma das ofertas de ações mais aguardadas começa a enfrentar a desconfiança do mercado. Depois de Uber e Lyft demonstrarem um desempenho pós abertura de capital frustrante, a startup de escritórios compartilhados WeWork está revendo seu valor de mercado. Segundo a imprensa americana, o valuation da empresa no IPO pode cair para menos da metade: de US$ 47 bilhões para U$ 20 bilhões. O processo ainda pode ser adiado para 2020.

E se fosse banco?

Com prejuízo bilionário e um desempenho pífio das ações desde a abertura de capital neste ano, a Uber parece disposta a ampliar os horizontes. Nos Estados Unidos, a empresa começou a enviar mensagens a alguns de seus motoristas perguntando se eles estariam dispostos a tomar um empréstimo da empresa. Mas a reação não foi das mais positivas, como você lê nesta matéria.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

*Colaboração de Fernando Pivetti.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Foi tudo graças à peak inflation

11 de agosto de 2022 - 11:07

Imagine dois financistas sentados em um bar. Um desses sujeitos é religioso, enquanto o outro é ateu. Eles discutem sobre a eventual existência de bull markets

MARKET MAKERS

Os princípios: Conheça Ray Dalio, gestor do maior hedge fund do mundo, e seu manual para conseguir o que deseja na vida

11 de agosto de 2022 - 10:47

O livro Princípios se propõe a ser um manual sobre vida e trabalho que Dalio resolveu escrever contendo seus critérios de tomada de decisão que colecionou ao longo da sua vida

Cadê o retorno?

XP (XPBR31) na berlinda: JP Morgan corta recomendação para neutro e diz que o mercado quer ver lucro

11 de agosto de 2022 - 10:33

O JP Morgan mostrou-se preocupado com o salto nos custos e despesas da XP (XPBR31) no trimestre, o que pressionou as margens da empresa

ACELERANDO NA RETA

Bitcoin (BTC) busca os US$ 25 mil, mas alta é ofuscada por disparada de 12% do ethereum (ETH); confira que movimenta as criptomoedas hoje

11 de agosto de 2022 - 10:09

Os investidores estão otimistas com a atualização do ethereum: em julho deste ano, o ETH acumulou alta de 57,7% e sobe 14,9% nos primeiros dias de agosto

NADA DIPLOMÁTICO

Paulo Guedes fala em “ligar o foda-se” para França, maior empregador estrangeiro no Brasil

11 de agosto de 2022 - 9:36

O país europeu é terceiro que mais investe no Brasil; as exportações para a França vêm crescendo 18% neste ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies