Menu
2019-04-03T18:19:35-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Balanços

Santander tem lucro acima do esperado e destaca desempenho no Brasil no 4º trimestre

Banco teve um lucro líquido de 2,07 bilhões de euros (US$ 2,37 bilhões) no período, 34% maior do que o ganho obtido em igual período do ano anterior

30 de janeiro de 2019
6:45 - atualizado às 18:19
Agência do Santander na Alemanha
Imagem: shutterstock

O Santander divulgou seu balanço par o 4º trimestre de 2018 nesta quarta-feira, 30.

O banco teve um lucro líquido de 2,07 bilhões de euros (US$ 2,37 bilhões) no período, 34% maior do que o ganho obtido em igual período do ano anterior. O lucro bruto do banco espanhol aumentou 4% na mesma comparação, a 12,54 bilhões de euros.

Os resultados superaram as expectativas de analistas consultados pela FactSet, que previam lucro líquido de 1,94 bilhão de euros e resultado bruto de 12,17 bilhões de euros entre outubro e dezembro.

Em todo o ano de 2018, o Santander garantiu lucro líquido de 7,81 bilhões de euros e bruto, de 48,42 bilhões de euros.

O índice de capital Tier 1 do Santander, uma importante medida da força de seu balanço, estava em 11,3% no fim de dezembro, ante 11,1% em setembro.

"2018 foi um ano excelente para o grupo. Conseguimos concluir nosso plano estratégico de três anos com sucesso", comentou a presidente executiva do Santander, Ana Botín. "A América Latina continuou sendo um importante condutor de crescimento dentro do grupo, com progresso particularmente forte no Brasil e no México," acrescentou.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Fechamento

Mercado modera reação à inflação americana e bolsa consegue recuperação parcial; dólar sobe a R$ 5,31

Os investidores respiraram fundo, pegaram um copo d’água e digeriram melhor o choque da pressão inflacionária nos Estados Unidos

Caça às pendências

BNDES quer viabilizar privatização da Eletrobras e refazer leilão de bloco da CEDAE ainda este ano

Além disso, o banco de fomento trabalha em outros 120 projetos de desestatização que podem chegar a um investimento total de R$ 243 bilhões em obras

Oferta secundária à vista?

BNDES vai esperar o ‘melhor momento’ para vender ações da Copel

A BNDESPar, empresa de participações do banco, pretende se desfazer da fatia de 24% que possui das ações Copel

Mais uma para a lista

Mesmo com apoio de grandes investidores, Dotz interrompe processo de IPO

A empresa, que pretendia movimentar R$ 1,1 bilhão com a oferta, citou a atual condição do mercado de capitais brasileiro como o motivo por trás da desistência

Assunto do momento

5 pontos para entender a inflação americana – e o que isso tem a ver com o seu bolso

Só se fala em inflação em disparada nos Estados Unidos. Mas você sabe o que isso realmente significa?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies