Menu
2019-06-21T19:02:29-03:00
Estadão Conteúdo
Contra a polarização

Livro de economistas debate o ‘valor das ideias’ para superar crise

Obra dos economistas Marcos Lisboa e Samuel Pessôa tenta colocar o diálogo racional entre divergentes como caminho para entender e superar o atual momento brasileiro

18 de maio de 2019
13:23 - atualizado às 19:02
O economista Marcos Lisboa, presidente do Insper
Imagem: Miguel Ângelo/ CNI / Fotos públicas

Lançado com um debate entre os autores, os economistas Marcos Lisboa e Samuel Pessôa, e os convidados Fernando Haddad e Renato Janine Ribeiro - ambos ex-ministros da Educação de governos do PT - o livro "O Valor das Ideias"(Companhia das Letras) tenta colocar o diálogo racional entre divergentes como caminho para entender e superar o atual momento brasileiro.

O volume reúne uma série de polêmicas entre os autores e personagens do meio acadêmico e econômico publicados na imprensa nos últimos anos, nas quais a argumentação substitui o debate da realpolitik que marcou as décadas de polarização entre PT e PSDB.

"O confronto partidário marcou o naufrágio do PSDB e do PT, partidos assemelhados na ideologia, porém rompidos pelas circunstância de suas escolhas. (...) Resta a constatação de que o debate furioso, que buscou a desqualificação em vez do diálogo e do entendimento das razões da divergência resultou na polarização desmedida, no confronto em vez da conversa", diz a introdução da obra.

"O País tem que dialogar. A polarização é sempre ruim. Essa disputa de grupelhos é parte do desastre brasileiro", disse Lisboa ao "Estado". "Se não conseguirmos construir uma agenda corremos o risco de a crise de 2015 ser apenas o prólogo."

A publicação é mais uma iniciativa entre outras surgidas desde a posse do presidente Jair Bolsonaro para a construção de uma unidade mínima entre velhos adversários.

Iniciativa

Na semana passada todos os ex-ministros do Meio Ambiente do período democrático se reuniram, deixando as divergências de lado, para evitar o que chamam de retrocessos no setor.

No debate de lançamento do livro, na terça-feira, 14, no Insper, em São Paulo, Janine Ribeiro sugeriu uma iniciativa semelhante entre os ex-ministros da Educação.

Horas antes o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse em conversa com sindicalistas da Força Sindical que "ou se junta ou perde".

Parlamentares de partidos de esquerda, que até o ano passado disputavam protagonismo no Congresso, têm atuado em conjunto para derrubar as pautas do governo. Exemplos de tentativa de encontrar unidade não faltam.

Embora o tema do livro seja a economia, o debate de terça-feira foi mais político. Haddad, que foi derrotado por Bolsonaro no segundo turno da eleição presidencial, fez uma revelação: "Torci muito para o (Geraldo) Alckmin (PSDB) ir comigo para o segundo turno para não corrermos riscos", admitiu. "É do jogo democrático. O PT ganhou quatro eleições. Tá na hora de perder? Perca para o Alckmin."

Haddad disse também que quando estava no ministério da Educação conversava com o também ex-ministro Paulo Renato Souza (1945-2011) sobre as (poucas) divergências na condução da pasta.

Para Janine Ribeiro, no entanto, é tarde para uma reaproximação com os tucanos. "Entre estes atores, não. O PSDB hoje tem 29 deputados."

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

9 notícias para começar o dia bem informado

Como já virou tradição na Black Friday, os bancos e corretoras entram na onda do varejo e fazem suas promoções. Provavelmente o seu e-mail está cheio delas. Mas o que tem de bom neste ano? A Julia Wiltgen fez um pente-fino nas campanhas para ver quais ofertas valem a pena. Entre as escolhidas por ela […]

esquenta dos mercados

Impasse em torno do Brexit volta a limitar o apetite por risco dos investidores

Na véspera do feriado do dia de Ação de Graças nos Estados Unids, a euforia fica delado e dá lugar para a realização dos lucros recentes

ALTA VELOCIDADE

Anatel prevê leilão do 5G no final do primeiro semestre de 2021

Presidente da autarquia diz que certame não terá objetivo arrecadatório, mas exigirá das empresas maiores compromissos de investimento

NÚMEROS DA PANDEMIA

Brasil passa de 170 mil mortes por covid-19 desde o início da pandemia

Nas últimas 24 horas foram registrados 630 óbitos e 31.100 novos diagnósticos positivos, segundo Ministério da Saúde

Ano morno

Black Friday das corretoras e bancos: as ofertas que valem a pena em 2020

Black Friday nas corretoras e bancos está desanimada neste ano. Selecionei as ofertas mais interessantes relacionadas a investimentos, como já virou tradição

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies