Menu
2019-05-09T08:08:17-03:00
Disputa por cargos

Acordo do Planalto para recriar pastas incomoda líderes

Na tentativa de evitar mais desgastes, o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que a intenção do Planalto é manter o atual ministro do Desenvolvimento, Gustavo Canuto, na Integração

9 de maio de 2019
8:08
congresso-nacional
Congresso Nacional em Brasília - Imagem: Shutterstock

A negociação do Planalto com a cúpula do Congresso para a indicação de políticos que possam ocupar os novos ministérios das Cidades e da Integração Nacional provocou um racha no MDB e dividiu ainda mais potenciais aliados do governo. Embora o presidente Jair Bolsonaro tenha cedido aos apelos para recriar as duas pastas e extinguir o Ministério do Desenvolvimento Regional, líderes de partidos do Centrão não gostaram de saber que os nomes dos titulares serão escolhidos pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (AP), ambos do DEM.

O governo deu sinais de que prefere um nome do MDB para Integração. Desde então, Alcolumbre foi procurado por vários parlamentares e há uma acirrada disputa no partido pela vaga. Uma ala quer emplacar o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), que é relator da medida provisória sobre a reforma administrativa. Líder do governo no Senado, Bezerra Coelho já comandou a pasta no primeiro mandato da então presidente Dilma Rousseff, de 2011 a 2013.

Na outra ponta há um grupo que articula a indicação da senadora Simone Tebet (MS). Ela renunciou à candidatura para apoiar Alcolumbre na eleição do comando da Casa contra Renan Calheiros (AL). O gesto foi visto com simpatia pelo Planalto.

"O MDB não está pleiteando nem vai indicar ninguém", disse o ex-senador Romero Jucá (RR), presidente do partido. "Não participaremos dessa discussão, que é conduzida pelo Davi."

O próprio Jucá, porém, enfrenta "fogo amigo" nas fileiras do partido. Em conversas reservadas, seus colegas dizem que ele "trabalha" para ser ministro, com o objetivo de obter foro privilegiado, uma vez que é alvo da Lava Jato. "Eu quero distância de ministério", reagiu o ex-senador. "Isso não existe."

A reportagem apurou que Maia avalizou Alexandre Baldy (PP), atual secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, para Cidades, ministério que o ex-deputado já comandou no governo Temer. Pressionado por seus pares, Alcolumbre afirmou, à noite, que não indicará o titular da Integração. "O que nós dissemos é que esse novo modelo estava travando muitas coisas, como o Minha Casa Minha Vida. Em virtude dessa sobreposição, Câmara e Senado sinalizaram a possibilidade de retomar o modelo antigo", argumentou ele.

Na tentativa de evitar mais desgastes, o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que a intenção do Planalto é manter o atual ministro do Desenvolvimento, Gustavo Canuto, na Integração. Canuto é um técnico, sem filiação partidária. O Ministério da Economia informou que o impacto da recriação das pastas de Cidades e da Integração será compensado pela extinção de 17 cargos do grupo Direção e Assessoramento Superiores (DAS), que estão vagos.

Redesenho

A polêmica ocorre no rastro da discussão da Medida Provisória 870, que trata da reforma administrativa, com a redução de 29 para 22 ministérios. A votação foi adiada para esta quinta-feira, 9, depois que a sessão da comissão mista do Congresso para analisar o tema foi suspensa, escancarando a resistência dos parlamentares com o novo desenho da Esplanada.

Além disso, o Centrão se juntou à oposição e quer devolver o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) à equipe econômica, retirando poderes do ministro da Justiça, Sérgio Moro. "Quer dizer que, se o Moro deixar de ser ministro, vai acabar o combate à corrupção no Brasil?", provocou o líder do PP, deputado Arthur Lira (AL). Se a MP não for aprovada até 3 de junho, a configuração da Esplanada volta a ser como era na gestão Temer.

Baldy e o ex-ministro Gilberto Kassab são os nomes preferidos da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para assumir Cidades. Representantes dos prefeitos fizeram os nomes chegarem a Maia, responsável por negociar com o governo. O Minha Casa Minha Vida, considerado vitrine em gestões petistas, deve retornar para Cidades. "Lá atrás, tentamos explicar para o governo a complexidade dos assuntos que estavam se fundindo", disse o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), presidente da FNP. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Conselhos do bilionário

Warren Buffett está otimista com o mercado de ações — e continua em busca de uma grande aquisição

Warren Buffett, um dos homens mais ricos do mundo, divulgou sua carta anual aos acionistas da Berkshire Hathaway, seu conglomerado de investimentos

Impactos no Brasil

Coronavírus faz empresas exportadoras perderem R$ 48 bilhões em valor de mercado

Os temores de que o surto de coronavírus possam afetar a economia global trouxeram impactos às ações de exportadoras de commodities no Brasil

China em foco

BC da China considera mais medidas para aliviar o impacto do coronavírus na economia

A China considera medidas adicionais de flexibilização de políticas para ajudar a aliviar o impacto do novo coronavírus em sua economia, incluindo um ajuste das taxas de depósito de referência, disse Liu Guoqiang, vice-presidente do Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês). A China planeja liberar mais liquidez para o sistema financeiro, […]

Recuperação mitológica

Para o Credit Suisse, a Via Varejo é a fênix que renasce das cinzas

O Credit Suisse ainda vê espaço para que as ações ON da Via Varejo (VVAR3) continuem subindo, mesmo após a forte valorização dos últimos meses. Segundo o banco, a reformulação na estratégia e os ganhos de eficiência no e-commerce colocam a companhia à beira de uma virada

O melhor do Seu Dinheiro

MAIS LIDAS: Cuidado com a ‘perda fixa’

A matéria a respeito da queda da rentabilidade das aplicações mais conservadoras com o novo corte da Selic, jogando-as ao campo da ‘perda fixa’, foi o destaque desta semana no Seu Dinheiro

LIÇÕES DO PAI RICO

Existem quatro tipos de inteligência – e uma delas é a mais importante para ser Dono e Investidor

Uma lição de um curso de fim de semana mudou a minha vida e me ajudou a me preparar para ser dono e investidor – em vez de empregado ou autônomo.

O cliente voltou

EUA retomam importação de carne in natura do Brasil

Até o momento, os americanos vinham comprando apenas carne enlatada do Brasil

Mudou de vez

Grupo Pão de Açúcar conclui migração para o Novo Mercado da B3 e ações PN deixarão de ser negociadas

Empresa anunciou ainda o início da negociação de ADRs na Bolsa de Valores de Nova York

Enfim, a decisão

Azul fecha acordo para a compra da TwoFlex por R$ 123 milhões

Proposta já havia sido comunicada ao mercado em 14 de janeiro deste ano, mas só agora foi definida

Seu Dinheiro na sua noite

Mamãe eu quero, mamãe eu quero dólar…

Quem me acompanha há algum tempo aqui na newsletter já deve me conhecer o suficiente para não se chocar com a revelação que vou fazer a seguir: eu não sou um grande fã de Carnaval. Mas se você curte sair nos blocos que vão invadir as ruas da cidade e fazer outras estripulias nos próximos […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements