Menu
2019-06-21T19:05:50-03:00
Estadão Conteúdo
Metendo o dedo onde não deve

Guedes reclama de interferência judicial no processo de venda da TAG

Ministro disse que tentou mostrar aos ministros do STF os impactos de qualquer medida sobre a venda de ativos por estatais brasileiras

30 de maio de 2019
15:53 - atualizado às 19:05
O ministro da Economia, Paulo Guedes privatizações
Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira, 30, que tentou mostrar aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) os impactos de qualquer interferência judicial sobre a venda de ativos por estatais brasileiras, em especial da Transportadora Associada de Gás (TAG) pela Petrobras. A corte julga nesta data a liminar que suspendeu a venda da empresa.

"Passei o dia conversando com ministros do STF ontem. Me arrependo de ter só ido na emergência, conversas com STF têm que ser regulares", disse o ministro.

Guedes considerou que "aparentes interferências" na economia são legítimas, sobretudo no momento em que se debate uma exploração do pré-sal que pode render de R$ 500 bilhões a R$ 1 trilhão nos próximos 30 anos.

Ele reclamou, no entanto, da interferência judicial no processo de venda da TAG que, segundo ele, foi "transparente e competitivo".

"Se tudo o que a Petrobras tiver que vender precisar ser analisado juridicamente, os investimentos não virão. O Brasil é um País hostil aos investidores", criticou Guedes.

Apesar disso, o ministro negou ter tentado influenciar os votos dos membros do STF sobre o caso. "Não tento influenciar o julgamento, só esclarecer", respondeu. "Decisões judiciais tem efeitos que podem ser extraordinários ou devastadores", acrescentou.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Retorno

Vale consegue licença para retomar operações em Serra Leste, no Pará

As operações estão paralisadas desde janeiro de 2019, após a mineradora ter atingido o limite da área até então licenciada para extração de minério de ferro.

Revolucionário

Média de tempo de transações do PIX deve estar entre 2 e 3 segundos, diz BC

Lançado em 16 de novembro, o PIX permite pagamentos e transferências 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano.

alívio

Congresso quer Refis para negociação de dívidas geradas com a pandemia

Área técnica do Ministério da Economia resiste, avaliando que medida faz contribuintes deixarem de pagar regularmente os tributos

mal entendido

Guedes nega atritos com o presidente do Banco Central

Na quinta-feira à noite, quando falava sobre a aprovação da Lei de Falências, Guedes ficou irritado com uma pergunta sobre perda de credibilidade pelo mercado financeiro e as críticas de que não tem plano para a economia

agora vai?

Acordo sobre reforma tributária está perto, diz autor de PEC

Em entrevista recente ao Seu Dinheiro, a assessora especial do ministro da Economia, Vanessa Canado, afirmou que a aprovação da proposta depende apenas de um acordo político.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies