Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2019-03-18T10:34:58-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Os engravatados vão decidir sobre seu dinheiro

18 de março de 2019
10:30 - atualizado às 10:34
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Dois grupos bem restritos de engravatados vão se reunir nesta semana para tomar decisões que vão mexer diretamente com o seu bolso. Dependendo do entendimento deles, você vai ganhar mais ou menos dinheiro no seu fundo DI. Eles também podem melhorar (ou azedar) o humor dos investidores com a bolsa - e impactar diretamente no rendimento das suas ações ou fundos multimercados. Esta semana os bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos (o Fed) se reúnem para decidir a taxa básica de juros.

Aqui no Brasil os holofotes estão no novo presidente do BC, Roberto Campos Neto. Será a primeira reunião do Copom que ele vai comandar. Mas a atenção mesmo está nos Estados Unidos.

O Fed está no meio de uma discussão sobre a mudança na sua postura. Uma sequência de alta nas taxas de juros americanas é esperada, mas o cenário ficou nebuloso depois que o BC dos EUA passou a falar em “paciência”.

Nesta quarta-feira, o Fed volta a se reunir para decidir o juro americano. Tão ou mais importante que a decisão é o discurso que será feito na sequência. Os investidores querem pistas sobre qual critério técnico o Fed vai usar para avaliar a inflação americana e a sua meta. É economês puro, mas faz, sim, muita diferença na sua vida. O Eduardo Campos te explica nesta reportagem o que está em jogo no Fed e como isso pode mudar o preço do dólar, a movimentação de capitais e os retornos dos seus investimentos. Confere que vale muito a pena!

“Olha a xepa”

Mesmo nas últimas semanas de divulgação dos balanços, ainda há empresas interessantes dentro do Ibovespa para olhar. Dentre os destaques estão os resultados de Lojas Americanas, B2W e Cyrela. No caso da primeira, os números devem ser mais animadores. Mas a expectativa dos analistas é de que B2W e Cyrela amarguem outro “preju” para a conta. Veja mais detalhes nesta matéria.

“Acelera aí”

As tratativas do governo para acelerar a chegada do texto sobre a aposentadoria dos militares estão a todo vapor em Brasília. Ontem, o líder do PSL na Câmara, delegado Waldir, disse que vai tentar antecipar a entrega do projeto de lei que reformula a Previdência dos militares para esta terça-feira (19). O pedido foi encaminhado ao secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. A ideia é que ele chegue antes na Câmara para que os parlamentares da CCJ já tenham acesso a ele na primeira reunião da comissão.

A Claro levou a Nextel

A América Móvel, dona da Claro, anunciou nesta manhã a compra da Nextel. O negócio saiu por US$ 905 milhões. Com cerca de 1% de participação no mercado, a Nextel já procurava um comprador faz tempo. A Claro é a segunda operadora do país, com participação de mercado de 24,4%, atrás apenas da Telefônica Vivo (31,9%).

Queridinhas, mas complexas

As boas perspectivas para a bolsa de valores têm aumentado o apetite dos investidores para investir em ações. Se você embarcar na bolsa, lembre-se de prestar atenção nos seus ganhos e perdas para acertar as contas com o Leão. A repórter Julia Wiltgen explica aqui o passo a passo de como declarar ações no Imposto de Renda.

A Bula do Mercado: à espera dos 100 mil pontos

O mercado financeiro está de olho nas novidades, principalmente em torno da desaceleração econômica global, em semana que começa cheia de expectativa para o investidor. Lá fora, atenção especial ao progresso das negociações entre Estados Unidos e China. A assinatura do acordo entre as potências deve ser adiado para junho e gera ansiedade no mercado. Ainda assim, as bolsas asiáticas fecharam em alta. Em Nova York, os índices futuros das bolsas também ficaram no positivo.

Otimismo no exterior é boa notícia para o mercado local, que pode encontrar a força necessária para fortalecer o real e superar a marca inédita dos 100 mil pontos. O avanço da reforma da Previdência na Câmara também influencia o andamento dos negócios. É grande a expectativa para a apresentação das mudanças na aposentadoria dos militares, na quarta-feira.

A atenção do investidor deve se voltar para as decisões dos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos, também na quarta-feira.

Na sexta-feira, o Ibovespa fechou acima dos 99 mil pontos, encerrando o dia com alta de 0,54%, aos 99.136 pontos. O ganho acumulado na semana foi de 3,96%, segunda melhor performance do ano. O dólar fechou com queda de 0,74%, a R$ 3,82. A desvalorização acumulada na semana foi de 1,28%. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Agenda

Indicadores
- O Banco Central divulga o Boletim Focus, às 8h25;
- O Banco Central também divulga o IBC-BR, às 8h30;
- O BC fará ainda oferta de até 14.500 contratos;
- O MDIC também divulga os dados semanais da balança comercial, às 15h;

Política 
- O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, se encontra com o presidente da Fiesp, Paulo Skaf;

Internacional 
- Dados da balança comercial de janeiro da zona do euro são divulgados, às 7h;
- O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis de Guidos, participa de seminário na Associação para o Progresso da Direção em Madri;
- Hoje, a segunda parte da proposta de orçamento para ano fiscal de 2020 do governo de Donald Trump será divulgada;
- Por último, a Opec+ se reúne para discussão de políticas de petróleo para o próximo mês.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Preocupação

Vidas secas? Bolsonaro admite que Brasil vive “enorme crise hidrológica”

Presidente citou a falta de chuvas como um dos grandes problemas econômicos do país, juntamente com os efeitos causados pela pandemia

MESA QUADRADA

“Não me arrependo de nada. Só não posso dar conselhos financeiros para ninguém”, diz Bob Wolfenson, o fotógrafo das celebridades entrevistado no 7º episódio do Mesa Quadrada

Em em conversa para o podcast Mesa Quadrada, Dan Stulbach, Teco Medina e Caio Mesquita, conversam sobre dinheiro e carreira com Bob Wolfenson, ícone da fotografia brasileira

Situação preocupante

Cuidado com as luzes acesas! Aneel mantém taxa adicional mais alta na contas de agosto

Tarifa cobrada na bandeira vermelha nível 2 é de R$ 9,49 por 100 quilowatts-hora (kWh), e agência continua avaliando se vai elevar o valor

O melhor do Seu Dinheiro

Os melhores investimentos do mês e as notícias que foram destaque na semana

lém do ranking, tivemos o Ibovespa em queda de 2,60, e uma entrevista exclusiva com o CEO da Ânima Educação, que busca um “modelo Magalu”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies