Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
Imposto de Renda 2019
2019-04-19T12:20:15-03:00
TUDO QUE VAI MEXER COM SEU DINHEIRO HOJE

Hora do acerto de contas

19 de abril de 2019
11:47 - atualizado às 12:20
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Caro leitor,

Desde que eu comecei a cobrir finanças pessoais e investimentos, o mês de abril tem sido de especial agitação. E isso não apenas por causa do meu inferno astral, já que meu aniversário é no começo de maio, mas também porque se avizinha o fim do prazo para entregar a famigerada declaração de imposto de renda.

Eu acompanho o tema há exatos nove anos e posso te afirmar que há tantas regras, e algumas tão complexas, que até hoje eu ainda aprendo coisa nova.

Nessa época, recebo uma enxurrada de e-mails de leitores mais ou menos desesperados, com questões das mais simples às mais cabeludas. Vocês nem imaginam de quantas maneiras é possível se enrolar na nossa sina de ter que prestar contas ao Leão.

Mas, não tema. Há uma luz no fim do túnel. Eu passei a última semana preparando o guia mais completo que eu já escrevi sobre imposto de renda, para ajudar você nessa tarefa ingrata de preencher a sua declaração.

Não pretendi esgotar o tema nem abordar todos os casos particulares, mas acho que o principal está todo ali. O texto funciona como um passo a passo do preenchimento da declaração, que pode ser de grande valia para aqueles que estão declarando pela primeira vez. Mas se você já tem experiência, é só pular direto para o assunto do seu interesse.

E se restarem dúvidas, basta enviá-las numa resposta a este e-mail ou no campo de comentários do guia, que semana que vem faremos uma live para respondê-las.

O prazo para a entrega da declaração de imposto de renda 2019 termina no dia 30 de abril, às 23h59. Se você ainda não declarou, que tal aproveitar esse feriadão para riscar esse item da sua lista?

Imposto de Renda 2019 - IR 2019 - Leão

Eles se dão bem

O imbróglio em torno do preço do diesel praticado pela Petrobras acendeu mais uma vez o farol amarelo aos acionistas da estatal e aos brasileiros em geral: afinal, cadê o liberalismo do governo? Parecia mais uma das caneladas de Bolsonaro.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, prometeu conversar com o presidente e, ao fim de mais ou menos duas semanas, a questão do preço parecia resolvida, e Bolsonaro ainda se mostrou simpático a uma privatização da Petrobras.

O repórter Eduardo Campos preparou uma análise sobre o que parece ser uma ótima relação do presidente com seu posto Ipiranga. Um aprende com o outro nas suas áreas de expertise, com Guedes comandando o lado econômico e Bolsonaro no lado da política. Segundo o ministro, Bolsonaro está atento às suas aulas de liberalismo econômico e “aprende mais rápido que os economistas brasileiros”. Vale a pena ler a análise do Edu!

Suscetível a canetadas

Que as decisões políticas afetam os investimentos em qualquer lugar do mundo, disso nós sabemos. Mas casos como esse da intervenção governamental na política de preços da Petrobras deixam patente que, no Brasil, os investidores precisam manter um olho em Brasília por motivos além dos mais óbvios, como política fiscal e afins. Neste vídeo, eu explico rapidamente por que a política tem tanta influência na bolsa brasileira.

Capa do vídeo sobre por que a política afeta a bolsa brasileira

Disputa pelos ares

A superintendência-geral do Cade, órgão de defesa da concorrência, abriu um processo para investigar se houve conduta anticompetitiva para a compra de ativos da Avianca Brasil, em recuperação judicial. A suspeita é de que Gol e Latam tenham entrado na disputa só para tirar a Azul da jogada, prejudicando o crescimento da concorrência. As duas gigantes da aviação não chegam a ser rés, mas podem vir a ser multadas. Confira os detalhes nesta reportagem.

A volta dos IPOs e o que mais bombou na semana

Essa foi a semana de estreia do repórter especial Vinícius Pinheiro no podcast do Seu Dinheiro. O Vini é especializado na cobertura de empresas abertas e bateu um papo com a nossa editora-chefe Marina Gazzoni sobre a estreia da Centauro na bolsa, que marcou a volta dos IPOs na B3. Ele também relembrou outras histórias de IPO que cobriu na sua carreira como jornalista de negócios. Mas é claro que outros assuntos caros aos investidores de ações e que bombaram durante a semana surgiram na pauta, como os preços do diesel praticados pela Petrobras e o atraso na Reforma da Previdência. Dá uma ouvidinha no nosso podcast enquanto relaxa no feriadão!

Três criptomoedas para comprar

O analista gráfico Fausto Botelho não se fez de rogado e passou a recomendar ativos para comprar nos seus vídeos diários aqui no Seu Dinheiro. Depois de analisar o futuro do Ibovespa e indicar ações, agora é a vez das criptomoedas. Esse tipo de ativo tem alto risco, mas não dá mais para fechar os olhos para as inovações desse mercado. O Fausto recomendou três criptomoedas para comprar agora. Quer saber quais são elas? Então confere o vídeo.

Um grande abraço e um ótimo feriado!

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Inovação

IRB e B3 anunciam parceria para uso de blockchain na negociação de seguros e resseguros

Segundo as empresas, a iniciativa visa conectar corretores, seguradores e resseguradoras em uma mesma rede, possibilitando que processos que hoje levam meses para serem concluídos sejam finalizados em alguns segundos.

BOM MOMENTO

SP tem alta nas vendas e lançamentos de imóveis em setembro, diz Secovi

No acumulado de 12 meses, vendas totalizam 49.715 unidades, alta de 12,7%, e lançamentos sobem 1,3%, para 56.646 unidades

EXPANDINDO

BTG Pactual fecha acordo para adquirir Necton Investimentos por R$ 348 milhões

Aquisição, se confirmada, vai de encontro com o objetivo do banco de acelerar suas iniciativas estratégicas e expandir sua plataforma de varejo digital

NÚMEROS DA PANDEMIA

Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19

País registrou 13.493 novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo Ministério da Saúde

Entrevista exclusiva

Líder no Nordeste, Moura Dubeux quer manter foco na região e na rentabilidade

Em entrevista exclusiva, o CEO da incorporadora de Recife fala sobre a vida da empresa antes e depois do IPO, diz que por ora não vê sentido em sair do Nordeste e que prioriza rentabilidade a crescimento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies