Menu
2020-05-10T18:25:55-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
COMPANHIAS AÉREAS

Com queda de mais de 80% no preço das ações no ano, Avianca Holdings pede recuperação judicial nos EUA

A companhia – que é a segunda maior empresa aérea da América Latina – estimou o seu passivo entre US$ 1 bilhão e US$ 10.000 bilhões

10 de maio de 2020
18:25
Avianca
Aeronave da Avianca - Imagem: shutterstock

A holding área colombiana Avianca Holdings entrou hoje (10) com um pedido de recuperação judicial nos EUA com base no capítulo 11, por causa do rápido impacto econômico causado pela crise do coronavírus em seu balanço.

A atitude desesperada da empresa ocorre, especialmente em razão da aproximação da data para pagamento de títulos, assim como a negação dos pedidos de ajuda feitos ao governo colombiano após perdas causadas pela Covid-19.

A companhia - que é a segunda maior empresa aérea da América Latina - estimou o seu passivo entre US$ 1 bilhão e US$ 10.000 bilhões em uma presentação feita ao tribunal.

Em comunicado, a empresa disse que o processo de reestruturação tem a intenção de permitir a continuidade das operações, assim como a preservação de empregos, manutenção do transporte anual de milhares de passageiros e a recuperação econômica da Colômbia e de outros mercados-chave para a companhia.

No documento, o presidente da Avianca Holdings, Anko van der Werff, disse ainda que "os efeitos da pandemia Covid-19 fizeram a empresa enfrentar a crise mais desafiadora em seus 100 anos de história". Mas destacou que o pedido é um passo necessário para contornar os problemas financeiros.

“Acreditamos que a reorganização conforme o capítulo 11 é o melhor caminho a seguirmos para proteger os serviços essenciais de viagem e transporte aéreo que fazemos na Colômbia e nos demais países da América Latina", afirmou Werff.

Ações

Depois de ser obrigada a suspender o transporte aéreo de passageiros desde março deste ano, a Avianca Holdings diz que sofreu uma redução de 80% em sua receita.

A queda na primeira linha do balanço, além dos demais impactos econômicos causados pela rápida proliferação do coronavírus assustaram os investidores, e pressionaram o preços das ações da empresa para baixo.

Na última sexta-feira, por exemplo, os recibos de depósitos de ações (ADRs, na sigla em inglês) da companhia (código AVH) negociados em Nova Iorque fecharam o pregão cotados abaixo de US$ 1.

E o desempenho ao longo do último mês também não foi positivo. Nos últimos 30 dias, os papéis tiveram queda de 22,12%. No ano, o recuo no preço das ações já ultrapassa os 80%.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

em busca de energia limpa

Criptomoedas: Elon Musk diz que Tesla vendeu 10% do que detinha em bitcoin

Segundo executivo, operação prova que a criptomoeda poder ser liquidada facilmente “sem mover o mercado”

imunização

Governo de São Paulo adianta em 30 dias vacinação contra a covid-19; veja novas datas

Plano é vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro

luto

Ex-presidente do BC Carlos Langoni morre de covid-19 no Rio

Carlos Langoni trabalhou no governo na virada das décadas de 1970 e 1980, quando foi presidente do BC; ele colaborou com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, quase 40 anos depois

nos eua

Nova ‘ação meme’? Orphazyme dispara quase 1400% em um dia e mercado não sabe por quê

Investidores da empresa aguardam uma importante atualização sobre um tratamento experimental para a doença de Niemann-Pick; sem novidades, mercado não sabe a razão da alta

entrevista

Superávit primário pode voltar em 2024, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt diz que a melhora no quadro fiscal do País não é “sorte”; confira a entrevista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies