Menu
2019-04-04T16:02:48-03:00
Estadão Conteúdo
Violações internacionais

Huawei nega acusações feitas por departamentos de justiça dos EUA

Gigante chinesa nega ter cometido quaisquer das violações citadas em um indiciamento dos Estados Unidos que acusa a empresa de roubo de tecnologia e de violação de sanções comerciais

29 de janeiro de 2019
6:49 - atualizado às 16:02
Huawei
Imagem: Shutterstock

A gigante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei negou nesta terça-feira, 29, ter cometido quaisquer das violações citadas em um indiciamento dos Estados Unidos que acusa a empresa de roubo de tecnologia e de violação de sanções comerciais.

Ontem, o Departamento de Justiça dos EUA revelou denúncias criminais que acusam a Huawei de fazer esforços extremos para roubar segredos comerciais de empresas americanas, incluindo uma tecnologia de robô da operadora americana T-Mobile usada para testar smartphones.

"A companhia nega que ela ou suas subsidiárias ou afiliadas tenham cometido quaisquer das violações da lei dos EUA alegadas em cada um dos indiciamentos", afirmou a Huawei em comunicado.

Ainda no comunicado, a Huawei disse não estar ciente de quaisquer irregularidades cometidas por sua diretora financeira, Meng Wanzhou, que foi presa no Canadá em dezembro.

As acusações contra a Huawei vieram dois dias antes de EUA e China darem início a uma nova rodada de discussões comerciais em Washington, amanhã e quinta-feira (30 e 31).

Separadamente, o Ministério de Relações Exteriores da China pediu hoje a Washington que "pare a repressão irracional" contra a Huawei e outras empresas chinesas. Fonte: Associated Press.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

agora vai?

Privatizações de Correios e Eletrobras ficam para o fim de 2021; veja os planos do governo

No caso dos Correios, o projeto de lei que irá permitir a desestatização da empresa ainda nem foi enviado pelo governo ao Legislativo

Privatização

No Brasil, 431 cidades adotaram iniciativas de desestatização nos últimos 24 meses

Das administrações que informaram desestatizações, 377 utilizaram o modelo de concessão.

Voando

Embraer aponta retomada difícil, mas reforça otimismo com jato de até 150 lugares

A retomada, ficará 19% abaixo do volume previsto pela Embraer ao longo da década, até 2029.

retomada

Vendas de veículos sobem 4,65% em novembro, diz Fenabrave

Volume ficou 7,12% abaixo do total vendido no mesmo mês do ano passado, uma queda em parte explicada por restrições de oferta

Dinheiro no caixa

C6 Bank recebe aporte de R$ 1,3 bilhão em rodada de captação com 40 investidores

Em uma espécie versão bilionária de “crowdfunding”, o C6 Bank foi avaliado em R$ 11,3 bilhões, o que significa que o grupo de investidores ficará com 11,5% do capital do banco

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies