Menu
2019-06-07T17:13:00-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Complicou de vez!

Lista negra: nada de Facebook, Whatsapp e Instagram nos celulares da Huawei

Com isso, os novos celulares da companhia não virão mais com tais aplicativos pré-instalados. A medida só não irá afetar quem já possui celulares da marca

7 de junho de 2019
17:13
Loja da Huawei
Imagem: Shutterstock

E não são só as sanções que Trump de aumento da tarifação sobre produtos da China que vêm tirando o sono dos chineses. O Facebook (FS) anunciou hoje (7) que suspendeu a disponibilização do software da companhia para a gigante Huawei. As informações são da CNN.

Com isso, os novos celulares da companhia não virão mais com aplicativos, como Facebook, Whatsapp e Instagram pré-instalados.

A medida não valerá apenas para quem já possui os celulares da companhia. Esses, por sua vez, poderão usar normalmente redes sociais como Facebook, Instagram e Whatsapp.

Apesar de a bolsa chinesa estar fechada por conta de um feriado local, as ações da companhia terminaram o pregão da última quinta-feira em queda de 3,23%, cotadas em ¥ 3,30 iuanes.

EUA X China

A proibição ocorre em resposta à decisão tomada pelo presidente norte-americano, Donald Trump, de incluir a Huawei em uma lista negra de empresas em maio passado. Na ocasião, Trump acusou a empresa de ajudar Pequim em práticas de espionagem e baniu o grupo chinês de importar programas e componentes americanos necessários para a fabricação de seus produtos.

A medida é bastante negativa para a companhia chinesa e pode atrapalhar e muito a expansão da segunda maior fabricante de smartphones e postegar o lançamento de novidades, como o equipamento com tecnologia 5G da companhia.

Até a Google entrou na jogada

Além do Facebook, no mês passado, outra gigante do Vale do Silício anunciou medida parecida. A Google foi forçada a não fornecer mais seus softwares ou serviços para a companhia.

Por conta disso, é provável que os chineses não tenham mais acesso a versão pública do sistema operacional do Android. Com isso, eles correm o risco de não conseguir mais usar aplicativos como o Gmail e o Google Mapas.

Como resposta, a Huawei disse que estava montando um sistema operacional próprio como backup para evitar que o problema tivesse consequências drásticas e que "gostaria de continuar operando com os sistemas da Microsoft e da Google, se possível".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

MERCADOS HOJE

Ibovespa abre o dia em alta, em busca da terceira sessão de recuperação; dólar sobe

De olho em Brasília, os investidores repercutem a ampliação da agenda de privatizações e a PEC Emergencial, que parece ter empacado no Senado

Exile on Wall Street

Nado em água doce, sonhando com o mar

O rio corre para o mar. Em toda sua sabedoria interiorana, os filósofos João Mineiro e Marciano entendiam que essa é a frase que, com apenas seis palavras delineadas, resume a vida. “Você pode até não gostar, mas o rio corre para o mar…”. Se me permitem, se ainda dá tempo, eu adicionaria apenas duas […]

acordo conveniente

BR Distribuidora e Lojas Americanas fecham parceria em lojas de conveniência

Empresas vão formar uma nova empresa para explorar negócio de lojas dentro e fora dos postos de combustíveis

PEC emergencial

Receita Federal pode ficar sem recursos com desvinculação de gastos da PEC emergencial, dizem auditores

O gasto mínimo com saúde, educação e administração tributária é um dos pontos que encontra resistência no Congresso

O melhor do Seu Dinheiro

O futuro dos fundos imobiliários e uma estreia no Seu Dinheiro

Em janeiro do ano passado, a redação do Seu Dinheiro havia acabado de deixar o “coworking” onde ficou praticamente desde a estreia do site para alugar um espaço em um prédio comercial. Mas nem deu tempo de curtir o “sonho da sala própria”. Com a pandemia da covid-19, dois meses depois já estávamos todos em […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies