Menu
2019-07-26T11:17:17-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Vídeo

IFIX: conheça o Ibovespa dos fundos imobiliários

Saiba o que é o IFIX, o índice dos fundos imobiliários, e quais fundos são elegíveis para fazer parte deste indicador

26 de julho de 2019
12:00 - atualizado às 11:17

O mercado financeiro é repleto de indicadores que podem ajudar você a acompanhar melhor os seus investimentos. No mercado de ações, o principal deles é o Ibovespa. E no mercado de fundos imobiliários - aqueles fundos que investem em imóveis e têm cotas negociadas em bolsa - o índice para se ficar de olho é o IFIX. Você já ouviu falar dele?

No vídeo a seguir, eu explico o que é o IFIX e os critérios para que um fundo imobiliário faça parte desse indicador:

Leia a transcrição do vídeo sobre o que é o IFIX

Os índices de mercado permitem ao investidor acompanhar o desempenho médio dos diferentes tipos de investimento e avaliar se a sua carteira está indo bem. Na bolsa brasileira, o mais conhecido desses índices é o Ibovespa, integrado pelas principais ações do nosso mercado. Mas existe um outro índice na bolsa muito importante para o investidor pessoa física: o Índice de Fundos de Investimento Imobiliários, o IFIX. E é dele que eu vou falar nesse vídeo.

O IFIX é o indicador do desempenho médio das cotações dos fundos imobiliários que têm cotas negociadas nos mercados de bolsa e balcão organizado da B3. Ele representa uma carteira teórica dos fundos mais negociados e de maior liquidez. A composição do índice é revista três vezes por ano, quando os fundos que deixaram de preencher os critérios para fazer parte do IFIX são retirados, e os fundos que passaram a atender os pré-requisitos são integrados ao índice.

Em outras palavras, o IFIX está para o mercado de fundos imobiliários como o Ibovespa está para o mercado de ações. Por meio das variações do IFIX, o investidor pode ter uma ideia de como os fundos imobiliários brasileiros estão se saindo.

É importante ressaltar que o IFIX é um índice de retorno total, ou seja, ele procura refletir não só as variações nos preços das cotas dos fundos, mas também o impacto que a distribuição de proventos tem no retorno do índice. Isso significa que os rendimentos distribuídos pelos fundos imobiliários, como os aluguéis dos imóveis da carteira, são levados em consideração no desempenho do IFIX.

Mas quais são os critérios para um fundo imobiliário fazer parte do IFIX? Bem, o primeiro deles é estar entre os fundos mais negociados do último ano, tanto em número de negócios quanto em volume financeiro. O segundo é ter sido negociado em pelo menos 60% dos pregões no último ano. Outro critério é não ter uma cota com valor médio ponderado menor que R$ 1 durante o período de vigência da carteira teórica anterior. E, por último, não ser objeto de resgate total pelo fundo emissor durante a vigência da carteira teórica.

Os fundos imobiliários que fazem parte do IFIX são ponderados pelo valor de mercado das suas cotas. Em bom português, isso significa que cada fundo tem um peso diferente no índice de acordo com o seu valor de mercado. Mas um único fundo não pode ter peso maior do que 20% do índice.

Como a composição do IFIX pode mudar a cada quatro meses, eu vou deixar aqui o link pra página do site da B3 onde você pode encontrar a composição atual do índice.

Gostou do vídeo? Então não se esquece de se inscrever no canal do Seu Dinheiro no YouTube e deixar suas dúvidas e ideias pra outros vídeos nos comentários.

Investir no IFIX

O IFIX é um ótimo indicador para quem deseja acompanhar o desempenho médio do mercado de fundos imobiliários. É uma boa medida para saber, por exemplo, se os fundos imobiliários têm sido, no geral, um investimento rentável. Também serve para o investidor saber se os fundos da sua própria carteira estão sendo capazes de superar o índice.

Infelizmente, ainda não é possível investir no IFIX. O investimento em um índice de mercado pode ser feito por meio de ETFs, os Exchange Traded Funds, fundos de investimento com cotas negociadas em bolsa que replicam fielmente o desempenho das carteiras teóricas dos seus índices de referência.

Existem ETFs de Ibovespa e outros índices de ações e renda fixa. Mas, pelo menos por ora, ainda não existem ETFs de IFIX.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Agenda BC#

BC estende regras para débito automático a contas de pagamento pré-pagas

A diretoria do Banco Central decidiu estender para as contas de pagamento pré-pagas (aquelas cujos recursos devem ser depositados previamente) as regras sobre autorização e cancelamento de débitos em conta que já estavam previstas para contas de depósitos e para contas-salário

Aprovação concedida

Tim e Vivo recebem aprovação da Anatel e do Cade para compartilhamento de rede

Serão compartilhadas infraestrutura de redes móveis para as tecnologias 2G, 3G e 4G

Empresa diz que não comenta

MPT-RS pede interdição de planta da JBS no Estado por surto de coronavírus

A JBS respondeu, sobre a ação civil pública movida nesta quarta, que não comenta processos judiciais em andamento

seu dinheiro na sua noite

Despiorou

Acabou a crise? Nesta quarta-feira, os mercados mantiveram o otimismo dos últimos dias. As bolsas subiram aqui e lá fora, ao mesmo tempo em que o dólar assistiu a mais um dia de alívio, chegando perto dos R$ 5 novamente. Está até difícil entender de onde sai tanto apetite por risco, dado que a pandemia […]

ANÁLISE

Quarentena de pijama? Não, no mundo cripto tem muita coisa rolando

Nas próximas linhas, Helena Margarido vai mostrar a você um mercado que caminha na contramão de todo establishment e permanece com alta demanda em meio à crise atual: a revolução está somente começando.

Ninguém segura

A corrida dos touros: Ibovespa sobe pelo quarto dia e volta aos 93 mil pontos; dólar cai a R$ 5,09

O Ibovespa teve mais um dia de ganhos e chegou ao maior nível desde 6 de março, sustentado pelo otimismo global. O dólar à vista caiu forte, chegando a R$ 5,01 na mínima da sessão

tombo histórico

Abinee reporta queda de 30,3% na produção do setor eletroeletrônico em abril

Essa foi a maior queda verificada na série histórica iniciada no início de 2002, segundo o presidente da entidade, Humberto Barbato

Empresários de comércio e serviços

76% de 400 micro e pequenos empresários esperam queda de faturamento

A pesquisa ouviu empresários dos setores de comércio e serviços. Parcela de 26% dos entrevistados espera recuo de 31% a 50%, enquanto 22% têm expectativa de queda até 30%

Compartilhamento de serviços

Cade nega recurso da Claro e mantém aprovação de operação entre Tim e Telefônica

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) negou recurso apresentado pela Claro contra o aval do órgão a operação de compartilhamento de redes entre a TIM e a Telefônica Brasil

Ajuda financeira

Maia diz ter informação que socorro a Estados e municípios será pago até dia 9

Presidente da Câmara, Rodrigo Maia afirmou que a primeira parcela do socorro a Estados e municípios deve ser entregue aos entes até a próxima terça-feira, 9

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements