🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
olho no copom

Boletim Focus mantém projeção de redução da Selic para 5% ao ano

Comitê do Banco Central tem reunião marcada nesta terça e quarta-feira, 18, e deve decidir sobre novos cortes na taxa básica de juros

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
16 de setembro de 2019
9:23 - atualizado às 9:30
pib crescimento
Imagem: Shutterstock

O boletim Focus divulgado nesta segunda-feira, 16, estima que a taxa básica de juros, a Selic, seja reduzida dos atuais 6% ao ano para 5% ao ano.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) tem reunião marcada nesta terça e quarta-feira, 18, e deve decidir sobre novos cortes na Selic.

Para o mercado financeiro, a Selic deve sofrer um corte de 0,5% na próxima reunião e voltar a ser reduzida em 0,5 ponto percentual em outubro. Assim, permanecendo em 5% ao ano na última reunião do ano marcada para dezembro.

O mercado também não espera por alteração na Selic em 2020. A expectativa, que na semana passada a Selic estaria em 5,25% ao ano no fim de 2020, agora é 5% ao ano. Para 2021, a expectativa é que a Selic volte a subir e encerre o período em 7% ao ano.

Instrumento de política monetária

A taxa básica de juros é usada no controle da inflação, que está abaixo da meta definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para 2019 e 2020.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato -com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

Quando o Comitê de Política Monetária aumenta a Selic, a finalidade é conter a demanda aquecida e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

De acordo com as previsões do mercado financeiro, a inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar em 3,45%, em 2019.

Essa foi a sexta redução consecutiva na estimativa, que na semana passada estava em 3,54%.

Para 2020, a estimativa também foi reduzida, ao passar de 3,82% para 3,80%, na segunda revisão consecutiva. A previsão para os anos seguintes não teve alterações: 3,75%, em 2021, e 3,50%, em 2022.

A meta de inflação, definida pelo Conselho Monetário Nacional é 4,25% em 2019, 4% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,50% em 2022, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Crescimento da economia

A previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – foi mantida em 0,87% em 2019.

A estimativa para 2020 caiu de 2,07% para 2%. Para 2021 e 2022 também não houve alteração nas estimativas: 2,50%.

Dólar

A previsão para a cotação do dólar ao fim deste ano subiu de R$ 3,87 para R$ 3,90 e, para 2020, de R$ 3,85 para R$ 3,90.

*Com Agência Brasil 

Compartilhe

SEM COMBUSTÍVEL PARA A INFLAÇÃO

IPCA confirma deflação em julho, Copom alivia retórica e analistas começam a revisar projeções para a taxa Selic

9 de agosto de 2022 - 12:32

IBGE registra deflação de 0,68% ante junho, a maior do Plano Real; preços foram puxados para baixo pelos combustíveis

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: ata do Copom, IPCA de julho e inflação no mundo são os destaques da semana; veja o cronograma

6 de agosto de 2022 - 8:11

Dados de inflação são destaque na agenda econômica, no Brasil e no mundo; por aqui, além do IPCA, também será divulgada a ata do Copom

JUROS (AINDA) MAIS ALTOS

Copom eleva a Selic em mais meio ponto, a 13,75%, e avisa os passageiros: o avião dos juros está quase em altitude de cruzeiro

3 de agosto de 2022 - 18:35

Conforme projetado pelo mercado, a Selic chegou a 13,75% ao ano; veja os detalhes da decisão de juros do Copom

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: decisão do Copom e payroll nos EUA são os destaques da semana; veja o cronograma

31 de julho de 2022 - 8:07

Os juros no Brasil e o mercado de trabalho nos EUA são os destaques da agenda econômica carregada do início de agosto

PARA ONDE OLHAR

O Banco Central adverte: a escalada da taxa Selic continua; confira os recados da última ata do Copom

21 de junho de 2022 - 12:16

Selic ainda vai subir mais antes de começar a cair, mas a alta do juro pelo Banco Central está próxima do pico

O VOO DA SELIC

Voando cada vez mais alto: Copom sobe a Selic em 0,5 ponto, a 13,25%, e dá a entender que os juros continuarão subindo

15 de junho de 2022 - 18:40

O Copom cumpriu as expectativas do mercado e reduziu o ritmo de alta da Selic; confira as sinalizações do BC quanto ao futuro dos juros

NOVELA CONTINUA

Greve dos servidores do BC continua e pode afetar a próxima reunião do Copom sobre a Selic

31 de maio de 2022 - 12:55

O sindicato dos servidores do BC terá uma nova reunião em 7 de junho; a categoria afirma que as operações via PIX não serão afetadas

A ESCALADA CONTINUA

Ata do Copom indica alta de 0,50 ponto da Selic em junho, mas deixa fim do ciclo de alta dos juros em aberto

10 de maio de 2022 - 11:22

Banco Central confirma que a Selic vai subir menos na próxima reunião, mas o topo da montanha da taxa de juros pode ser ainda mais alto

INDO ÀS ALTURAS

Copom segue escalando a montanha dos juros e eleva Selic em 1 ponto, a 12,75% ao ano — e continuará subindo rumo ao pico

4 de maio de 2022 - 19:13

É a décima alta consecutiva na Selic, que chega no maior patamar desde o começo de 2017; a decisão de juros do Copom foi unânime

FIIs hoje

Copom deve voltar a subir a taxa Selic amanhã. Conheça fundos imobiliários que podem lucrar ainda mais com a alta dos juros

3 de maio de 2022 - 13:00

Uma categoria específica de FIIs tem a rentabilidade atrelada a indexadores que se alimentam tanto da inflação mais salgada quanto do ciclo de aperto nos juros

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies