A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-10-14T14:38:33-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
boas do setor

Mercado de veículos novos cresce 10,5% em junho

Comparação é feita com mesmo mês do ano passado; no fechamento do primeiro semestre, o mercado somou 1,308 milhão de emplacamentos, o maior nível para o período desde 2015

2 de julho de 2019
12:28 - atualizado às 14:38
Carros em concessionária
Carros - Imagem: Shutterstock

O mercado de veículos novos cresceu 10,5% em junho ante igual mês do ano passado, para 223,2 mil unidades, informou nesta terça-feira, 2, a Fenabrave. Os dados são do balanço feito pela federação, que considera os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Na comparação com maio, no entanto, as vendas caíram 9%, em razão da diferença de dias úteis, com dois a mais para maio.

Segundo o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr, o crescimento foi impulsionado principalmente pelas vendas para clientes corporativos. Ele diz que as chamadas vendas diretas, voltadas para empresas, cresceram 23,59% na primeira metade de 2019 ante igual período do ano passado, enquanto as vendas para o consumidor pessoa física subiram 2,15%.

"É um fenômeno atípico, de maior desequilíbrio, e as prováveis razões são a instabilidade política e na economia, com reformas ainda não aprovadas, queda do PIB e alto índice de desemprego", acrescentou.

No fechamento do primeiro semestre, o mercado somou 1,308 milhão de emplacamentos, o maior nível para o período desde 2015, primeiro ano da retração do PIB durante a crise a econômica. O resultado representa crescimento de 12,1% em relação à primeira metade do ano passado.

Segmentos

Na categoria de veículos leves, que soma os segmentos de automóveis e comerciais, as vendas cresceram 9,4% em junho ante igual mês do ano passado, para 213,4 mil unidades.

O volume, se comparado a maio, significa recuo de 8,8%. No acumulado do ano, as vendas sobem 10,8% em relação a igual período do ano passado, para 1,248 milhão de unidades.

Entre os veículos pesados, os caminhões tiveram crescimento de 36,2% em junho ante igual mês do passado, com o emplacamento de 7,8 mil unidades. O número equivale a um recuo de 15,1% na comparação com maio. De janeiro a junho, foram 46,8 mil licenciamentos, avanço de 44,9% sobre o resultado de igual intervalo de 2018.

No caso dos ônibus, o mercado emplacou 1,9 mil unidades em junho, alta de 63,5% sobre junho do ano passado, mas baixa de 5,9% em relação a maio. De janeiro a junho, foram vendidas 12,4 mil unidades, expansão de 71,3% na comparação com a primeira metade do ano passado.

Corte na projeção

A Fenabrave cortou a previsão para o mercado de veículos novos em 2019, de crescimento de 11,1% para alta de 8,4%. O volume estimado cai de 2,852 milhões de unidades para 2,781 milhões de unidades, em conta que considera os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

Alarico Assumpção Jr. diz que o corte na projeção é influenciado no índice de confiança do consumidor e pelo alto nível de desemprego, num momento de revisão para baixo nas projeções para o crescimento do PIB em 2019. A previsão da Fenabrave para o avanço d PIB deste ano caiu de 2% para 0,9%.

O segmento que mais contribuiu para a revisão da projeção foi o de automóveis. Para esta categoria, a estimativa de crescimento foi reduzida de 10,3% para 7,5%. Entre os caminhões, a projeção de expansão foi elevada, de 15,4% para 17,6%.

Para os ônibus, a estimativa é de avanço de 19%, para 22,7 mil unidades. Para os comerciais leves, o crescimento previsto é de 10,9%, para 409,2 mil unidades.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

SEXTOU COM O RUY

Você é um pequeno investidor? Descubra as vantagens que você tem sobre o resto do mercado e ainda não sabia

19 de agosto de 2022 - 6:40

Investidores institucionais muitas vezes são obrigados a abrir mão de oportunidades das quais nós, pequenos investidores, podemos obter ganhos vultosos

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) sente pressão do Fed e recua na semana, enquanto ethereum (ETH) sustenta alta impulsionada pela “The Merge”; entenda

18 de agosto de 2022 - 20:25

O ethereum (ETH) vence a letargia do mercado hoje ainda impulsionado pela The Merge, atualização que, segundo analista, foi enfim “descoberta” pelo mercado

ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro aparece no retrovisor de Lula, mas petista ainda pode levar no primeiro turno, segundo Datafolha

18 de agosto de 2022 - 20:00

Essa é a primeira pesquisa de intenção de voto divulgada após o início oficial da campanha presidencial, que começou há dois dias

REBATEU FAKE NEWS

“Estou meio acostumada a tomar paulada”: Luiza Trajano fala sobre política, empreendedorismo e os desafios do Magalu (MGLU3)

18 de agosto de 2022 - 19:13

A empresária rebateu alguns dos principais boatos que envolvem o seu nome e comentou as perspectivas do varejo no TAG Summit 2022

MAIS UM PASSO

Unindo os jalecos: acionistas do Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) aprovam a fusão entre as companhias

18 de agosto de 2022 - 19:12

Os acionistas de Fleury (FLRY3) e Hermes Pardini (PARD3) deram aval para a junção dos negócios das companhias; veja os detalhes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies