A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-05-09T10:25:39-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Concorrência

Guedes passa a decidir sobre entrada de empresas estrangeiras

Até então competência era do ministro da Casa Civil. Mudança foi feita via decreto do presidente Bolsonaro

9 de maio de 2019
10:25
Bolsonaro e Paulo Guedes; imposto
Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro deu mais uma atribuição ao ministro da Economia, Paulo Guedes. Autorizar a entrada e funcionamento de empresas estrangeiras no país. Até então, tal competência era da Casa Civil da Presidência da República.

Esse tipo de ação parece pouco importante, mas visto dentro de um contexto de abertura econômica, menores barreiras de entrada a novas empresas e aumento da concorrência faz diferença.

Todos os trâmites necessários ficam em apenas um balcão, já que o decreto 9.787 também permite que Guedes subdelegue as autorizações à secretaria especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, comandada por Paulo Uebel. Mais especificamente ao diretor do Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração da referida secretaria, André Luiz Santa Cruz Ramos.

É esse departamento que faz a análise dos processos de autorização para nacionalização ou instalação de filial, agência, sucursal ou estabelecimento no país de empresas estrangeiras.

Ficam de fora do escopo do Ministério da Economia atividades que envolvam produtos controlado pelo Exército, como armas e munições. Até então a atuação de empresas estrangeiras nesse segmento era limitada, mas agora foi liberada.

Outras medidas

Outras ações já foram anunciadas visando ampliar e facilitar a atuação de empresas e investidores no mercado brasileiro.

Entre elas, está a implantação de um “fast track” para impulsionar o financiamento privado em projetos de infraestrutura com impactos ambientais e sociais positivos. A iniciativa busca facilitar a emissão de debêntures para financiamento de projetos considerados prioritários pelo governo federal.

Mais uma iniciativa nessa linha foi o lançamento do site do ombudsman de investimentos diretos, canal de atendimento para tirar dúvidas e realizar consultas sobre casos concretos de investimento.

Dados do Banco Mundial, citados pelo Ministério da Economia, apontam que o atraso na operacionalização de negócios devido à burocracia é uma das principais razões para retirada de investimentos estrangeiros dos países em desenvolvimento.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

QUE CONFUSÃO!

Manipulação de mercado: empresas trocam acusações pelo Twitter de sabotagem em lançamento de criptomoeda e tokens despencam 30%; entenda o que aconteceu e saiba como se prevenir

19 de agosto de 2022 - 12:25

A Sirius Finance, responsável pela emissão de uma criptomoeda de mesmo nome com o ticker SRS, acusa a PolkaBridge de manipulação do mercado

LEVANTANDO DINHEIRO

Petrobras (PETR4) quer tomar até R$ 3 bilhões em dívida no mercado

19 de agosto de 2022 - 10:05

Segundo a Petrobras (PETR4), dinheiro será usado para reforçar o caixa e financiar operações de rotina da companhia

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa tem dia de realização de lucros e acompanha queda do exterior; dólar sobe

19 de agosto de 2022 - 9:05

RESUMO DO DIA: O dia começa com a agenda esvaziada e sem grandes destaques; as bolsas operam sem direção definida nesta sexta-feira (19). Os investidores ainda se preocupam com a inflação da Europa. No Brasil, a atenção divide-se entre o cenário eleitoral e os temores em relação aos próximos passos do Federal Reserve (Fed). Os […]

SEM PIEDADE COM O MERCADO

Tragédia em criptomoedas: HUSD, stablecoin da Huobi, perde paridade com dólar e bitcoin (BTC) começa o dia em queda de 8% e encosta nos US$ 21 mil

19 de agosto de 2022 - 8:36

Dados do Cryptorank mostram que foram liquidados mais de US$ 552 milhões em moedas digitais nas últimas 24 horas nas principais exchanges do mundo

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Bolsonaro diz que zerou imposto para whey protein, mas pode não ser bem assim

19 de agosto de 2022 - 8:35

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies