Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2019-11-28T10:00:48-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

A minha irmã comprou e se deu bem…

28 de novembro de 2019
10:00
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Entre as principais perguntas que me fazem quando descobrem que eu tenho uma irmã gêmea a primeira é: “uma sente o que a outra sente?”. Está no topo da lista também: “você e sua irmã já trocaram de lugar para enganar algum namorado?”. Vou me ater à primeira.

Nos tempos de criança, volta e meia rolava um quebra pau. E, felizmente, eu não senti nenhuma mordida que eu dei nela... Hoje em dia eu não mordo mais. E, de fato, temos uma conexão muito grande.

Moramos em cidades diferentes desde os 17 anos e até hoje nos falamos quase todo dia. Agora estamos trocando dicas de tratamentos estéticos, promoções da Black Friday e, também, opções de investimentos.

Ou melhor... No caso de investimentos não diria que estamos trocando nada. Ela basicamente quer que eu a avise quando achar algo de bom. Folgadinha, não? Tudo bem, o que a gente não faz pela família... Eu sempre recomendo para ela os melhores textos do Seu Dinheiro.

Ontem mesmo ela me escreveu no Whatsapp para agradecer pela última indicação. Mandei pra ela a última coluna do Alexandre Mastrocinque publicada no Seu Dinheiro Premium. Ele indicou um fundo imobiliário para comprar na bolsa. Minha irmã foi na dele e se deu bem. Veja a mensagem abaixo:

Hoje o Alê traz uma ação para comprar na bolsa. Nas suas próprias palavras: “enxergo um bom ponto de compra e um potencial interessante de valorização nos próximos doze meses”.

Vou mandar este texto para minha irmã hoje à noite. Mas antes recomendo ele para você. Que tal usar um pouco do seu 13º salário para entrar nesta oportunidade? Veja aqui qual é a ação indicada.

PS: A indicação é exclusiva para os leitores Premium. Clique aqui para entrar no time VIP de leitores. Se você não gostar, pode cancelar sua assinatura sem custos em até 30 dias.

O mercado hoje

O feriado de Ação de Graças deixa as bolsas americanas fechadas, o que diminui a liquidez dos mercados. Mas o noticiário continua agitado. Após o presidente Donald Trump assinar uma lei em apoio aos manifestantes em Hong Kong, a China mostrou grande descontentamento. A medida puxou a queda das bolsas na Ásia, o que influencia negativamente o pregão europeu hoje.

Por aqui, ontem tivemos mais uma máxima histórica para o dólar. A moeda americana fechou a sessão em R$ 4,2586. O Banco Central decidiu então mudar de estratégia. Após dois leilões surpresas de dólar no mercado à vista, o BC mandou avisar que vai vender até US$ 1 bilhão de dólares na manhã de hoje.

Já o Ibovespa encerrou o pregão de ontem com uma alta de 0,61%, aos 107.708 pontos. Veja o que deve mexer com bolsa e dólar hoje. 

Teto de vidro

Ontem o Conselho Monetário Nacional (CMN) anunciou uma medida que pode pesar contra os papéis dos bancões hoje na bolsa. O órgão informou que irá limitar em 8% ao mês os juros do cheque especial cobrado pelas instituições financeiras e permitirá a cobrança de uma taxa sobre o limite não utilizado. Para a XP Investimentos, tanto bancos quanto clientes vão sair perdendo nessa. Confira a justificativa dos analistas nesta matéria. 

Reorganizando a casa

Após receber o sinal verde do Banco Central, o Banco do Brasil anunciou um aporte de R$ 895 milhões no BB BI. Com o movimento, a instituição quer centralizar as participações em empresas do segmento de meios de pagamento sob uma única holding, a BB Elo. Entenda o que está em jogo. 

Sem Black Friday, mas com promoção

Em Brasília, não teve Black Friday. Os congressistas não conseguiram avançar na liquidação de vetos presidenciais prometida para ontem. No entanto, pode rolar uma “promoção” para eles mesmos. Um dos vetos derrubados por deputados e senadores impedia os próprios parlamentares de engordar o fundo eleitoral. Saiba mais. 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

O melhor do seu dinheiro

O preço do diesel e o cobertor curto

Na briga do presidente Jair Bolsonaro para tentar baixar o preço dos combustíveis e do gás de cozinha no país, não foi só a Petrobras que apanhou. Pode ser que sobre também para os bancos. E na bolsa, as ações das instituições financeiras já sofreram um bocado nesta segunda-feira por causa disso. Tudo ia bem […]

FECHAMENTO

Brasília força Ibovespa a pisar no freio e bolsa quase zera ganhos após avançar mais de 2%; dólar fica estável

No exterior, as bolsas tiveram dias de ganho expressivo, com os mercados repercutindo de forma positiva a aprovação do pacote de estímulos americano e uma nova opção de vacina

Proposta na mesa

Aumento de tributação aos bancos está sendo discutido para compensar a desoneração do diesel

A lógica proposta seria da CSLL subir para compor a compensação dos tributos com o intuito de zerar a tributação do diesel e do gás de cozinha, tendo um custo total de quase R$ 3,6 bilhões.

Concentrado

Foco de Biden é a aprovação do pacote de US$ 1,9 trilhão, diz Casa Branca

O texto foi avalizado pela Câmara dos Representantes no fim de semana e ainda precisa ser analisado pelo Senado.

Casamento do ano?

Fusão de Hapvida e Intermédica deve revolucionar setor de saúde, apontam analistas; ações sobem mais de 5%

Para analistas, união das companhias não deve encontrar grandes dificuldades para conseguir aprovação do Cade, com o ponto mais crítico sendo, possivelmente, Minas Gerais, onde ambas concentram 16% do mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies