Menu
2019-04-04T08:57:20-03:00
Abaixo do esperado

Entregas na aviação comercial da Embraer em 2018 vêm dentro da estimativa mas executiva vem abaixo

Fabricante de aeronaves brasileira encerrou o ano com carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) de 368 unidades no valor de US$ 16,3 bilhões, 10,9% abaixo dos US$ 18,3 bilhões em 2017

11 de fevereiro de 2019
10:36 - atualizado às 8:57
Embraer
Imagem: Divulgação

A Embraer anunciou o volume de entregas de jatos em 2018 nesta segunda-feia, 11. Ao todo, a companhia entregou 181, sendo 90 na aviação comercial e 91 na executiva (dos quais 64 leves e 27 grandes).

O primeiro segmento ficou dentro da estimativa de 85 a 95 jatos, já o outro grupo veio abaixo: a previsão para a entrega de jatos executivos era de 105 a 125.

A fabricante de aeronaves brasileira encerrou o ano com carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) de 368 unidades no valor de US$ 16,3 bilhões, 10,9% abaixo dos US$ 18,3 bilhões em 2017.

Ainda de acordo com comunicado ao mercado divulgado há pouco, a companhia registrou no quarto trimestre entrega de 33 jatos comerciais e 36 executivos, dos quais 24 leves e 12 grandes.

A empresa destaca no período que foram concluídos os contratos acordados no Farnborough Airshow, que ocorreu em julho, como o da Republic Airways de pedido firme de 100 jatos E175 e direito de compra de mais 100.

Também citou a Azul, com pedido firme de 21 jatos E195-E2, além do contrato de três E190 com a Nordic Aviation Capital (NAC) e que a Binter Canarias encomendou três jatos E195-E2, com direito de compra a dois jatos adicionais do mesmo modelo.

No quarto trimestre a American Airlines assinou um pedido firme de 15 jatos E175 e a Air Kiribati fez dois pedidos firmes do jato E190-E2 e direito de compra de outros dois.

Também a carteira de encomendas do trimestre inclui pedido firme adicional de nove jatos E175 feito pela SkyWest.

Na aviação executiva, a companhia destaca no último trimestre do ano os novos modelos de jatos executivos Praetor 500 e Praetor 600, com certificação e entrada em serviço aguardadas respectivamente para o terceiro e o segundo trimestres de 2019.

Por fim, na área de defesa, a companhia cita o Certificado de Tipo para o cargueiro KC-390 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e na área de serviços e suporte, diversos contratos internacionais.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

dinheiro em gestora

BNDES investe R$ 300 milhões em fundo de participações focado em médias empresas

Alaof V Brasil foi um dos quatro fundos de “private equity” selecionados por meio de chamada multissetorial realizada pelo banco em dezembro de 2018

Oferta na Nasdaq

Cogna pode “destravar valor” com com IPO da Vasta e ação sobe forte

Metade do dinheiro captado no IPO vai para o caixa da Cogna, que detém 100% da Vasta e é credora de R$ 1,6 bilhão em debêntures emitidas pela empresa de sistemas de ensino para educação básica

demandas da pandemia

Ação da Uber sobe mais de 6% após compra de serviço de delivery Postmates

Aquisição deve aprimorar o Uber Eats; segundo a empresa, a Postmates é ‘altamente complementar’: tem focos geográficos diferentes e relacionamento mais forte com restaurantes pequenos

acordo

Smiles vai comprar R$ 1,2 bilhão de créditos de passagens antecipadas da Gol

No primeiro pregão após o anúncio, ações da Smiles recuam e os papéis da Gol avançam; estimativa é de geração de valor econômico de cerca de R$ 85 milhões

Ideias do Paletta

Seis riscos que vão te perseguir o resto do ano

Por melhor que você seja em modelagem financeira, e por maior que seja o seu controle emocional, é impossível conter os equívocos. Eles vão acontecer.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements